Política

Na Câmara, RC critica “máfia” e cobra apoio a remoções na José Avelino

271 2

 

Prefeito cobrou apoio a remoções da José Avelino e denunciou ações de violência de manifestantes (Foto: Reprodução/TV Fortaleza)

Prefeito cobrou apoio a remoções da José Avelino e denunciou ações de violência de manifestantes (Reprodução/TV Fortaleza)

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) fez uma visita surpresa à Câmara Municipal de Fortaleza nesta quarta-feira, 17, cobrar apoio de vereadores para projeto da Prefeitura que removerá feirantes da rua José Avelino, no Centro da Capital.

Em discurso de quase uma hora, o prefeito denunciou uma série de ameaças e ações de violência dos feirantes e pediu “sensibilidade” de parlamentares à importância do projeto. “Eu chamo os senhores à sensibilidade, ao apoio neste momento em que a cidade está precisando muito deste parlamento (…) estamos devolvendo um espaço público à cidade”, disse.

Liminar que garantia continuidade da feira é derrubada

Prefeito fará queixa-crime contra manifestantes da José Avelino

Remoção da feira vem gerando uma série de confrontos entre feirantes e a Guarda Municipal desde o último fim de semana. Projeto da Prefeitura planeja realizar uma série de ações de urbanização na área da feira da José Avelino.  A ideia é realocar comerciantes da área para uma série de galpões próximos da feira.

Os feirantes, no entanto, reclamam de falta diálogo. Alegando que os galpões não contemplam as demandas da feira, eles montaram acampamento na rua desde o início das obras, na última segunda-feira, 15. O prefeito, no entanto, rebate as acusações: “Qualquer pai ou mãe de família que provar que não possui condições ganhará vaga em um box público gratuito”.

“Temos sofrido inúmeras ameaças”

Ao final da fala, o gestor exibiu gravações telefônicas e em vídeo onde manifestantes contrários à remoção ameaçam atos de violência contra agentes da Prefeitura. “São inúmeras ameaças, explícitas ou veladas, que tem chegado ao Paço ou a agentes públicos que tem trabalhado na obra”, disse.

O prefeito destacou ainda ter preocupação social com a questão, que alavancaria a informalidade e exploração do trabalho precário na região. “Há alguma dúvida de que há um mercado bilionário de exploração de médios e pequenos trabalhadores, que explorou ali o trabalho sem os direitos deles? Ali não se paga direito trabalhista (…) é uma máfia”, disse.

Edição: Inicialmente, a reportagem trazia a informação de que a Prefeitura desejava realocar feirantes para o Centro Fashion Fortaleza, inaugurado em abril deste ano. A informação poderia passar a ideia de que o equipamento pertence à gestão municipal, o que não é verdade. Apesar de ser citado pelo prefeito como possível destino de parte dos feirantes e de ter parcerias com o governo para dar desconto a feirantes, o Centro Fashion Fortaleza é um equipamento 100% privado e não tem financiamento público.

Recomendado para você

2 Comentários

  • riba disse:

    Prefeito ladrão deixar o povo trabalhar

  • Junior disse:

    Seu prefeito Roberto Cláudio o senhor poderia da os galpões no central fashion de grátis pra todos da José Avelino e a manutenção iria cobrir todas as suas dispensa o senhor sabe disso só que o senhor que é ganhar mais que o devido viu.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *