Política

Ciro acusa governo de São Paulo de fazer “acordo” com PCC

2426 9

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, acusou neste sábado, 11, o governo de São Paulo de fazer um “acordo” com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) durante gestões do PSDB no Estado.

“Ninguém daqui está enganando ninguém [que não temos] a estrutura poderosa do PSDB, que domina São Paulo há 24 anos, que fez acordo com o PCC, que tem toda a estrutura da grana preta e suja que faz erguer e destruir coisas belas”, disse o candidato, durante lançamento da candidatura da cientista política Tábata Amaral a deputada federal em São Paulo.

Confira discurso de Ciro durante evento neste sábado:

Acompanhe Ciro #aovivo no lançamento da pré-candidatura da deputada Tábata Amaral, na vila missionária em São Paulo.

Publicado por Cid F Gomes em Sábado, 11 de agosto de 2018

Um dos principais adversários de Ciro na disputa, Geraldo Alckmin (PSDB), era governador de São Paulo até o prazo da Justiça Eleitoral para descompatibilização de cargos públicos, em abril deste ano.

Durante o discurso, Ciro também criticou distorções no parlamento brasileiro e disse “nadar contra a corrente” do establishment político do País. “Estamos cansados de saber que os cabras são poderosos. Mas nós acreditamos na força do elefante, do povo”, disse Ciro.

Recomendado para você

9 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *