Política

Mesmo com Haddad, nome de Lula vai estar nas urnas, garante deputado

1217 4
Haddad deve adotar nome de Lula na urna em caso de indeferimento

Fernando Haddad (PT) deve assumir titularidade da chapa em caso de indeferimento de candidatura do ex-presidente Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

De uma forma ou de outra, o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai estar nas urnas no dia 7 de outubro, data do primeiro turno das eleições, avisa o PT.

Seja com o próprio Lula disputando a corrida ao Planalto, seja com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad adotando o nome do ex-presidente como parte do seu registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Desse modo, o eleitor que deseje votar no candidato-substituto encontrará o postulante Fernando “Lula” Haddad, seguido do número da legenda.

A estratégia, confirmada pelo deputado federal José Guimarães (PT), é fazer com que não apenas a imagem de Lula se confunda com a de Haddad, mas também o seu nome se cole ao do ex-prefeito.

A tentativa é de garantir a transferência de votos de um para outro. De acordo com pesquisa Datafolha, 30% dos eleitores votariam em um candidato apontado pelo ex-presidente.

Preso em Curitiba desde 7 de abril passado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá, Lula deve ter sua candidatura registrada nesta quarta-feira.

O PT agendou a entrega dos documentos exigidos pela Justiça para o último dia do prazo do calendário eleitoral. A intenção do partido é transformar o registro num ato em favor de Lula.

Condenado em segunda instância, o petista é potencialmente inelegível, e sua participação nas eleições deve ser indeferida.

Indicado vice na chapa petista, Haddad integra também a equipe de advogados do ex-presidente, visitando-o regularmente.

Recomendado para você