Política

Cid Gomes supera Dilma e Ciro e se torna o recordista de votos em Sobral

Cid e Camilo (Foto: Tatiana Fortes/O POVO)

(Foto: Tatiana Fortes/O POVO)

Eleito senador da República em 2018, o ex-governador do Estado Cid Gomes (PDT) é recordista de votos em seu município-berço: Sobral.

Ao todo, o pedetista recebeu 80.374 votos na cidade. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sobral tem 137.510 eleitores.

Até este ano, o maior número de votos concedidos pelos sobralenses a um candidato havia sido para a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) no segundo turno das eleições de 2014.

Disputando contra Aécio Neves (PSDB), a petista obteve 76.120 votos (74,80%).

Irmão mais velho de Cid, o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT), que amealhou 40% da preferência dos eleitores cearenses, conquistou 66.143 sufrágios em Sobral.

Outro dos irmãos Ferreira Gomes, Ivo Gomes (PDT) foi destinatário de 57.908 votos em 2016, quando se elegeu prefeito do município da zona norte do Estado.

No último fim de semana, enquanto participava de ato de campanha pró-Haddad em Sobral, Cid aproveitou para festejar o patamar de votos alcançado.

“Estou aqui pra agradecer ao povo sobralense”, disse o pedetista cercado de apoiadores no meio da rua. “Acho que eu sou, como senador, a pessoa que já teve mais voto na história de Sobral.”

Cid arrebatou um dos dois assentos em disputa no Senado pelo Ceará. No total, ficou com 41,62% dos votos (3.228.533).

O segundo lugar na Casa foi garantido por Eduardo Girão, do Pros, que derrotou o presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB), por uma diferença de 11 mil votos.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *