Política

Atriz e cantora Cher chama Bolsonaro de porco nas redes sociais

Cantora e atriz identificada com as causas LGBT ao redor do mundo, a americana Cher tuitou duas vezes para xingar muito Jair Bolsonaro (PSL), e prestar solidariedade não apenas a seus fãs, mas ao povo brasileiro que a segue na rede social.

Além de Cher, a campanha contra a eleição de Bolsonaro #eleNão, teve adesão de outras personalidades internacionais: atriz e drag americana Shangela (Ru Paul´s Drag Race, Glee e Arquivo X), ator e músico mexicano Alfonso Herrera (das séries Sense 8 e série de TV “O Exorcista”), Nicole Scherzinger (banda Pussycat Dolls), Dan Reynolds (líder da banda Imagine Dragons), as atrizes Sônia Braga (Aquarius) e Ellen Page (indicada ao Oscar por Juno), Madeline Brewer (da série de TV “The Handmaid’s Tale”), cineastas membros da Academid e Cinema de Hollywod (Oscar) Laís Bodanzky e Anna Muylaert, a dupla Tegan and Sara, a banda Black Eyed Peas, atriz e modelo Caitriona Balfe (Outlander), elenco de Grey´s Anatomy, o ator Stephen Fry, cineasta Petrus Cariry, a popstar Madonna, a cantora Camila Cabello, o eterno Luke Skywalker de Star Wars, Mark Hamill, a modelo Clara Serra Sanchez, o líder da banda Franz Ferdinand, Alex Kapranos e Mike Godwin, autor da Lei de Godwin.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *