Política

Assembleia aprova projeto e Damares Alves será cidadã cearense

1907 2

Em junho, a ministra veio a Fortaleza receber homenagem por Michelle Bolsonaro (Foto: Deísa Garcêz/Especial para O Povo)

Os deputados estaduais aprovaram, na manhã desta quinta-feira, 19, a concessão do título de cidadã cearense para a ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos). Dos 28 deputados presentes, 22 foram favoráveis à decisão e cinco votaram contra. Houve uma abstenção, do 1º secretário da Casa, Evandro Leitão (PDT).

Os votos contrários foram de Augusta Brito (PCdoB), Elmano de Freitas (PT), Moisés Braz (PT), Renato Roseno (Psol) e Acrísio Sena (PT). A votação foi acompanhada de perto por diversos pastore evangélicos, que defendiam a concessão da homenagem. Aprovada a indicação, a Assembleia precisa agora apenas formalizar a concessão da homenagem em evento na Casa.

“Conseguir trazer a minha ministra, o talento que me inspira a defender a vida, a combater o bullying, a pedir pra conversar com Jesus em cima da goiabeira, debaixo da goiabeira, debaixo da figueira, debaixo de uma tamareira… Para mim esse titulo significa tanto quanto a vitória da ideologia de gênero. Para mim o país tá sendo passado a limpo”, disse a deputada Dra. Silvana (PR), que propôs a homenagem.

Em junho, a ministra veio a Fortaleza receber homenagem por Michelle Bolsonaro. “Ela acredita na força do povo brasileiro e está agora com um desafio grande de assumir o maior voluntariado que o País já viu, e me disse que pretende iniciar esse projeto pelo Ceará. Ela tem uma paixão pelo Ceará e pelo Nordeste, e quer mudar a realidade do sertão nordestino”, disse Damares no evento.

Recomendado para você

2 Comentários

  • Eliane disse:

    Nada a ver essa aprovação, tanto cearense merecedores de homenagem e não são r vem essa ai ser condecorada cidadã cearense. Era pro povo votar não esses políticos que só aprova o que os interessam.

  • LUCIANA MARTINS CARNEIRO disse:

    O povo cearense não merece isso! Grande vergonha uma homenagem a essa mulher sem noção, que não reconhece as lutas das mulheres, as causas de negros, LGBTs, índios e ainda se apropria do discurso religioso para oprimir ainda mais!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =