Política

Em Tauá, mais uma aliança gera crise interna no PT

As alianças municipais continuam dando muito trabalho em alguns partidos. Um deles é o PT de Tauá, onde o diretório local decidiu fazer aliança para eleição de 2020 com o atual prefeito, Fred Rego (DEM), inclusive com direito a indicar para vice na sua chapa a atual presidente, Socorro Almeida.

Acontece que a decisão irritou uma parte dos filiados, inclusive com direito a nota oficial de repúdio. A aliança é fortemente rejeitada em manifesto assinado por oito militantes locais, que reclamam da falta de debate interno e do fato dela descumprir a orientação nacional de evitar composição com partidos “que sustentem a aliança neoconservadora do governo Bolsonaro”. Para eles, é o caso do DEM.

A nota ainda critica Fred Rego pelo seu histórico de descumprir acordos políticos e questiona a capacidade de Socorro Almeida para ocupar o cargo para o qual está indicada. Praticamente se autoindicou, na verdade.

A direção local do PT, em nota de resposta, garante que a decisão foi tomada em acordo com a orientação nacional e questiona o valor real de um manifesto assinado por oito nomes, destacando o fato de a aliança com o DEM e apoio à reeleição de Fred Rego ter sido aprovada pelo Diretório Municipal, colegiado do qual fazem parte 53 filiados.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *