Política

Juiz atende pedido de Wagner e determina retirada de postagem

194 1

Capitão Wagner na convenção em que foi lançado candidato

Titular da 2ª Zona Eleitoral de Fortaleza, o juiz Ademar da Silva Lima deu 24 horas para que seja retirada postagem no Facebook impulsionada a partir do perfil de Larissa Titara que se configuraria como propaganda eleitoral em favor da candidatura de José Sarto, do PDT. Atendeu, assim, pedido da coligação Fortaleza de Todos, liderada pelo Capitão Wagner (Pros).

O juiz acatou a argumentação de que a peça caracterizaria a contratação de impulsionamento eletrônico, já que possui conteúdo idêntico ao de outras publicações. Outro ponto destacado por ele é que a postagem não menciona de maneira expressa, como a lei determina, que se trata de propaganda eleitoral, em favor de Sarto.

No total, a coligação do Capitão Wagner apresentou 23 ações nas quais acusa a campanha liderada pelo pedetista de fazer propaganda irregular através de postagens impulsionadas. O descumprimento da decisão de ontem imporá aplicação de multa de R$ 1 mil por hora ou fração inferior de descumprimento, conforme o despacho do juiz.

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *