Política

PT suspende vereadora de Ibaretama acusada de participar de chacina

116 1

Edivanda Azevedo está presa preventivamente. (Fotos: Fabio Lima/O POVO)

O Partido dos Trabalhadores (PT) suspendeu por 60 dias a vereadora eleita de Ibaretama, Edivanda Azevedo. Ela foi presa preventivamente, apontada como participante de chacina na cidade que matou sete pessoas, entre as quais uma criança. Ao todo, seis pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil.

“Foi o diretório de Ibaretama que se reuniu ontem e decidiu suspender. É aguardar mais informações das autoridades e assegurar o direito de ela se defender. Mas, diante da gravidade da situação, o partido achou melhor suspender. Eu julgo adequada (a medida). Se ela não tiver nenhum envolvimento, ela volta. Se tiver, a medida será a expulsão“, comentou o presidente da sigla, Antonio Alves Filho, o Conin.

Acompanhe o Blog Política

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *