Política

Bolsonarista recorre na Justiça e ao plenário para manter eleição na Comissão de Direitos Humanos

251 1

A vereadora Priscila Costa (PSC) entrou com mandado de segurança na Justiça contra decisão da Mesa da Câmara Municipal que anulou sua eleição para a Comissão de Direitos Humanos da Casa. Ela argumenta que a decisão não teve base regimental e fere direito legalmente adquirido.

Priscila Costa também apresentará recurso contra o ato na própria Câmara, que será votado pelo plenário. “Parece que ter uma mulher, mãe, conservadora e pro- vida nos Direitos Humanos, incomoda demais”, diz. Bolsonarista, Costa perdeu nova eleição hoje para Larissa Gaspar (PT).

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *