Política

Comissão de Direitos Humanos elege petista após anulação de vitória de bolsonarista no grupo

Após a presidência da Câmara Municipal anular, na quarta-feira passada, 10, eleição da vereadora bolsonarista Priscila Costa (PSC) para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Casa, o grupo fez nova reunião agora há pouco e confirmou Larissa Gaspar (PT) para o comando da CDH.

Nos bastidores, o que se fala é que Priscila tinha vencido a primeira disputa pois, irritado por ter sido deixado de fora da CCJ da Casa, o vereador Emanuel Acrisio (PP) votou na bolsonarista por retaliação, “virando” a mesa da disputa. Priscila protesta contra a decisão.

Eleição foi cancelada por conta de confusão na convocação de integrantes do grupo. A vereadora do PSC, no entanto, destaca que, no momento da votação, a composição do grupo estava regular.

“É um honra poder presidir essa Comissão que tem um papel tão relevante na sociedade. Tivemos oportunidade de presidir por dois biênios e fizemos um grande trabalho. Abrimos as portas dessa Comissão para a população e conseguimos por meio dessa Comissão diversas políticas públicas contra a desigualdade e injustiça social”, destacou Larissa após a eleição.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *