Radar do Comércio

Fecomércio integra comissão para organizar reinício de atividades econômicas no Ceará

Maurício Filizola, presidente da Fecomércio Ceará, integra o Grupo de Trabalho Estratégico

Maurício Filizola, presidente da Fecomércio Ceará, participará do planejamento para reabertura das empresas (Crédito: Jr Panela)

Após treze lideranças empresariais assinarem manifesto por retomada da economia, foi oficializada a formação do Grupo de Trabalho Estratégico

A Fecomércio Ceará integra, junto aos representantes do Executivo, entidades da sociedade civil e demais instituições do setor produtivo, um grupo de trabalho que pensará as medidas necessárias para a retomada das atividades econômicas no Estado.

O Governo do Ceará publicou no Diário Oficial, nesta terça-feira, 21, Decreto tratando da criação do Grupo de Trabalho Estratégico, o qual se encarregará de apresentar um plano que contemple a identificação e a forma de acompanhamento das ações necessárias ao “rápido e seguro restabelecimento da economia cearense impactada pela Covid-19”.

De acordo com o Decreto, o Grupo vai “subsidiar as decisões governamentais pertinentes ao alcance de seus propósitos, conferir previsibilidade à retomada gradual da atividade econômica em compasso com as diretrizes de enfrentamento à pandemia”.

São dois os objetivos do Grupo, de acordo com a publicação do Governo: propor medidas que possibilitem a retomada do curso do crescimento econômico do Estado impactado pela pandemia; e assessorar o chefe do Executivo no estabelecimento de políticas e diretrizes específicas voltadas ao desenvolvimento econômico, propondo a edição de normativos, a celebração de acordos ou a promoção de reformas estruturais que impactem no restabelecimento do ritmo de crescimento da economia cearense anterior ao período da pandemia

Manifesto

O Decreto do Governo veio logo após o lançamento de um manifesto assinado por vários representantes do setor produtivo do Ceará, que pedia a criação de uma comissão composta por membros do Governo e do Setor Produtivo, para debater uma forma segura de flexibilizar o retorno gradual das atividades empresariais.

Além da Fecomércio Ceará, o Grupo criado pelo Decreto governamental é formado por secretários da Casa Civil, Saúde e Fazenda, por representantes da Prefeitura de Fortaleza, membros de órgãos como Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE), Associação de Prefeitos do Ceará (Aprece), Federação das Indústrias do Estado (Fiec), Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e outros.

Para o presidente do Sistema Fecomércio-CE, Maurício Filizola, a criação desse Grupo é o início de um caminho concreto e seguro para a retomada gradual das atividades econômicas em todo o Estado. “Vamos debater juntamente com o Governo e entidades da sociedade civil, com muita responsabilidade e discernimento, as medidas para que o Comércio volte a funcionar, respeitando é claro as orientações de saúde para a proteção de todos”, destacou Filizola.

Recomendado para você