Radar do Comércio

Ronaldo Fraga faz coleção inspirada no Cariri em parceria com o Sistema Fecomércio

Cariri: na imagem, Ronaldo Fraga e Espedito Seleiro se cumprimentam com os punhos e posam para a foto. Ambos trajam vestes com as estampas feitas em couro tradicionais de Espedito, usam óculos e máscaras de proteção. Eles estão em frente a uma casa azul e vermelha.

Com a colaboração dos alunos e profissionais do Senac, o estilista Ronaldo Fraga está criando a coleção “Terra de Gigantes”, inspirada nos Museus Orgânicos e Mestres da Cultura do Cariri (Foto: Augusto Pessoa)

A tradição de um território é marcada pela vida de seu povo, entre saberes e fazeres que são perpetuados de geração em geração. Berço de uma cultura própria, a região do Cariri cearense, localizada a 500km de Fortaleza, tem cores, danças, trajes, festas, histórias e ícones únicos, que representam um legado vivo. Nesse cenário de riquezas naturais e culturais, o Sistema Fecomércio, por meio da atuação do Sesc e do Senac, tem uma ampla experiência no Cariri com incentivo ao desenvolvimento econômico e social da região.

A partir da união entre as ações do programa de cultura do Sesc e o segmento de moda do Senac, surge a collab dos alunos e profissionais do Senac com o estilista Ronaldo Fraga, um dos principais precursores no que se refere à moda com DNA brasileiro. O projeto consiste no planejamento e criação da coleção de moda “Terra de Gigantes”, inspirada nos Museus Orgânicos e Mestres da Cultura do Cariri. O lançamento da colaboração ocorre no dia 23 de junho de 2021, na abertura da edição n° 51 do São Paulo Fashion Week, semana de moda apresentada via streaming para o mundo.

O processo criativo aconteceu através de reuniões semanais de forma remota, nas quais os alunos, instrutores e o estilista compartilharam pesquisas e técnicas para a construção da coleção. Mesmo à distância, devido ao cenário de pandemia, os alunos expressaram suas vivências da região para contextualizar o artista, que ouviu todas as colaborações e sugestões em um rico intercâmbio de experiências.

Com uma marca registrada em seus desfiles que estabelecem um diálogo entre cultura brasileira com o mundo contemporâneo, Ronaldo Fraga chega ao Ceará para a etapa final da collab com o Senac e o Sesc, reconhecendo o território de tradição e cultura que protagonizam a coleção. O estilista tem em sua trajetória projetos com foco na reafirmação cultural de pequenas comunidades em diferentes regiões do Brasil. Agora, chegou a vez do Cariri cearense.

“Desde o princípio tínhamos como ponto de partida e tema gerador do projeto os Museus Orgânicos dos Mestres de Cultura Tradicional do Cariri. Adentramos nesse mágico e fascinante universo por diferentes vias: pesquisas, referências, imagens, histórico, conversas e debates e principalmente visitando alguns desses lugares, fotografando, conversando com os mestres” afirma Ariane Morais, instrutora e consultora de moda do Senac Cariri.

Cariri tá na Moda

Inserindo os Museus Orgânicos como referência na coleção de moda, o Sistema Fecomércio tem como propósito fortalecer a moda autoral e a cultura do Cariri, de acordo com Isaac Coimbra, Gerente de Negócios Estratégicos do Senac Ceará, aliando uma perspectiva de vida melhor para seu povo nos aspectos turístico, econômico, social e cultural.

Essa será a segunda vez que o Cariri irá brilhar nas passarelas do maior evento de moda do Brasil e mais importante da América Latina, o São Paulo Fashion Week. Em 2019, com a coleção SerTão Cariri, em uma colaboração do Senac Ceará com a marca de jeanswear Amapô, a parceria levou traços marcantes da região cearense para o desfile. Também em 2019, a moda autoral caririense, estimulada pelo Senac, ganhou espaço de destaque no Dragão Fashion Brasil, maior encontro de moda autoral da América Latina, com a coleção cápsula Cariri Visceral, idealizada pelos alunos do curso de Costureiro, Modelista e Figurinista do Senac Cariri.

Memória e legado

Com forte presença na região do Cariri, o Sesc atua na valorização dos Mestres da Cultura, definidos como “Tesouros Vivos da Cultura”, detentores de conhecimentos e ensinamentos em diversas áreas como da tradição popular. Sempre presentes na programação da instituição, também protagonizam o projeto Museus Orgânicos, uma parceria do Sesc com a Fundação Casa Grande, que ressignifica a casa dos Mestres, transformando-as em lugares de memória afetiva com possibilidade de visitação e movimento do turismo local a partir de um acervo material e também humano.

Retratam um vínculo entre o legado histórico do saber dos Mestres da Cultura e onde nasce e reside a tradição: suas origens e vivências do cotidiano. Objetos pessoas, fotografias, vestimentas, instrumentos e tudo que marca o dia a dia e consolida as manifestações tradicionais são algumas das características que denotam os espaços chamados de Museus Orgânicos dos Mestres de Cultura Tradicional do Cariri. No total, oito museus orgânicos configuram atualmente uma rota de saberes.

LEIA MAIS | Concurso de cinema do Sesc está com inscrições abertas

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *