Respirando Música

Música é importante, pô!

Por Diêgo Mota

Você já parou para perceber o quanto a música está presente no nosso dia a dia? Pare agora e olhe ao seu redor. A probabilidade de você encontrar, sentir, ouvir, olhar algo relacionado a música é muito grande. Diante de tantas linguagens artísticas a música é uma das mais evidentes, se não a mais evidente de todas elas. Existem pessoas que amam a música e outras que não tão nem aí e encaram como qualquer outra coisa. Porém, essas outras não fazem ideia do quanto é bom amar música, digo por mim.

 

Por definição, música é uma forma de arte que se constitui basicamente em combinar sons e silêncio seguindo uma pré-organização ao longo do tempo. Mas, ela é muito mais do que isso. A música, por exemplo, tem o poder de auxiliar no tratamento e até na cura de doenças. É o que a musicoterapia faz no tratamento de doenças mentais, motoras, na depressão, no tratamento de dores no corpo. Inclusive, pesquisas recentes comprovam que pessoas que tem Mal de Alzheimer quando escutam suas músicas preferidas começam a ter uma auto-estima maior, proporcionando  um melhor resultado em seus tratamentos.

 

Você mesmo imagina aí como se comporta quando escuta a sua música preferida. As sensações são diversas e sempre tem uma que reflete nosso estado de espírito, tanto que houve também uma pesquisa que perguntava qual a música que faz qualquer um dos homens chorar. E véi, na boa, a lista é muito pancada. Bruce Springsteen, Elton Jonh, The Verve, U2, Eric Clapton e a campeã Everybody Hurts do REM.  Lista pesada, cara. Porém, todavia, entretanto, Shine Happy People é o tipo de música que se você acorda escutando pela manhã cedo, tem uma grande  chance de tirar um sorriso do seu rosto, até você saber que é segunda-feira e Radiohead virar trilha em seguida.

 

Da mesma forma que uma canção tem o poder de melhorar o seu bem estar, ela pode piorar, tanto em primeira como em terceira pessoa. Alguns podem recordar, do episódio que soldados americanos, na Guerra do Iraque e contra o Talibã, faziam para torturar seus adversários. Aumentavam em alto e bom som AC/DC(Shoot The Thrill), Metallica(Fuel) e Offspring a ponto de os pobres inocentes se entregarem.

 

Enfim, posso dizer por mim, a música tem uma significativa importância em minha vida e ela fala por mim em diversas vezes e em diversas situações. Só temos a agradecer e valorizar principalmente quem faz isso existir, aos músicos e compositores.

 

Diêgo Mota

@diego_mota

 

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *