Respirando Música

Os grandes discos de 2015 (Janeiro)

O ano de 2015 já iniciou agitado, com vários lançamentos de peso e assim foi durante esses 12 meses. As inúmeras listas de “Melhores do Ano” já estão surgindo e a coluna Pílula, que indicou alguns discos que acabaram entrando em várias dessas listas, vai fazer a sua parte e começar uma retrospectiva com vários títulos obrigatórios do ano.
Começando com o mês de janeiro.

1 – Marilyn Manson – The Pale Emperor 

 

Data de Lançamento: 16 de janeiro.

Tudo que Marilyn Manson fez em sua carreira chamou atenção da grande mídia e do mundo. O problema passou a ser quando em alguns momentos, ele passou a não mais chamar atenção com ótimos discos e sim apenas causando polêmicas. Marilyn Manson parece ser o mais interessado em voltar a ser notícia com o seu som, mostrando isso através do disco “The Pale Emperor”, bem mais interessante e bem melhor trabalhado que os discos anteriores.

2 – Belle and Sebastian – Girls In Peacetime Want To Dance

Data de Lançamento: 20 de janeiro
O sempre excelente e exótico Belle and Sebastian chega ao nono disco fazendo tudo que sempre fez de uma forma extremamente competente. A cada lançamento a banda mostra o porquê de carregar uma legião de fãs e porque mantém o respeito ocupando um lugar no altar dos nomes mais respeitados do cenário musical.

3 – The Sidekicks – Runners in The Nerved World

Data de Lançamento: 20 de janeiro
Uma das gratas surpresas do ano, o The Sidekicks mudou o seu som punk rock/indie e mergulhou fundo na escola alternativa que formou bandas como Dinosaur Jr, Built To Spill, Band Of Horses, misturando tudo isso a resquícios do que a banda fazia nos primeiros trabalhos.
Um disco forte, com o carimbo da Epitaph Records, que movimentou o ano da banda em vários festivais e uma boa agenda que deve atrair atenção para os próximos passos do grupo.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *