Respirando Música

Novidade: Cloud Nothings – Life Without Sound

Vindos de Cleveland, Ohio, a banda formada por Dylan Baldi (Voz, guitarra), TJ Duke (Baixo, Voz), Jayson Gerycz (Bateria) e Chris Brown (Guitarra), chega a mais um lançamento.

Life Without Sound, produzido por John Goodmanson (Sepultura, Pavement, Nada Surf, Blondie), é o quarto disco dos americanos, mais um bom lançamento de um dos nomes mais celebrados do atual rock alternativo, condensados em 37 minutos onde as boas referências do rock alternativo dos anos 90 e também atual conversam muito bem. O Cloud Nothings continua o mesmo e isso é um ponto muito a favor para a banda.

O disco começa com o piano e a bateria marcada de “Up To The Surface” e já ganha o ouvinte no primeiro refrão, seguida de “Things Are Right With You” que inicia mais rápida e suja que a anterior, combinando bem com a próxima “Internal World”, que ganhou clipe totalmente influenciado, de forma positiva, pela escola Weezer. Esses primeiros dez minutos de disco trazem as letras simples e empolgantes, os refrões certeiros e as guitarras sempre à frente de todos os instrumentos. “Darkened Rings” coloca o pé no punk rock, sem retirar o ruído forte das guitarras da escola de Seattle e acrescentando os vocais gritados de Dylan Baldi.

‘Enter Tirely” traz o ouvinte de volta para a pegada mais tradicional da banda, um dos pontos altos do disco, com direito até a violão conduzindo um dos andamentos da canção. Mais uma vez Dylan Baldi rasga a voz e faz a diferença na faixa. As guitarras mais leves do disco estão na ótima “Modern Act”, com os arranjos que mais se aproximam do que se pratica no indie rock atual. “Sight Unseen” é outra que acelera o passo, tira o peso da guitarra e parece a única que não faria falta no disco.

“Strange Year” busca referências um pouco mais clássicas de Pixies e os barulhos nervosos do Sonic Youth, levando a banda para outro universo de forma competente, fazendo cama para o encerramento do disco com “Realize My Fate”, outra que caminha por uma estrada um pouco fora do comum dentro do disco, mas que deixa o Cloud Nothings com um grande leque de possibilidades e que nesse trabalho, foram executados com grande competência.

Site oficial: http://www.cloudnothings.com/

 

 

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *