Sincronicidade

Dom Bosco e a recitação do terço

O êxito não o distraía da preocupação religiosa: a seus olhos nada valia mais que as orações (que podia ser um terço…)

Morand Wirth

[Morand Wirth. – Dom Bosco e os salesianos. – São Paulo: Editorial Dom Bosco, p. 24)

Tenho escrito neste blog desde o início do mês sobre Dom Bosco. Hoje, lendo sua biografia de autoria de Morand Wirth, descobri que Dom Bosco era um grande devoto da recitação do terço. Creio que talvez se possa mesmo afirmar que não será possível encontrar, em parte alguma, um devoto de Nossa Senhora que não seja, necessariamente, devotado também à recitação dessa oração que é marca registrada da Virgem Maria.