Sincronicidade

Dom Bosco e a devoção a Nossa Senhora Auxiliadora

Dom Bosco dava as orientações sobre como alcançar graças invocando Maria como Auxiliadora dos cristãos e da humanidade. Três coisas eram importantes, segundo ele: a primeira é não ter nenhuma esperança nas virtudes dos homens: fé em Deus. A segunda é repousar o pedido totalmente em Jesus Sacramentado, fonte de graça, de bondade e de bênção, e sobre o poder de Maria, que Deus quer glorificar sobre a terra. E, a terceira, é colocar a condição de “seja feita a vossa vontade” e que seja feita para o bem da alma daquele para o qual reza.

Pe. Pedro Pereira Borges SDB

[Pe. Pereira Borges SDB. – Novena em honra de Nossa Senhora Auxiliadora. – 1ª. ed. – Brasília: EDB-Editora Dom Bosco, 2013].

No texto de hoje gostaria de falar brevemente da grande fé de Dom Bosco nas orações dirigidas a Nossa Senhora Auxiliadora. Desde o início de seu apostolado, Dom Bosco sempre teve uma imensa fé e esperança na intercessão de Nossa Senhora Auxiliadora. Segue, abaixo, a novena indicada por Dom Bosco, de uma simplicidade surpreendente, se considerarmos sua eficácia, pois os relatos de milagres obtidos pela recitação dessa oração são extraordinários.

Novena a Nossa Senhora Auxiliadora

Recitar, por nove dias, três Pai-Nossos, três Ave-Marias, Glórias ao Santíssimo Sacramento e três Salve-Rainhas em honra da Virgem Bem-Aventurada. Concluir com a invocação: Maria Auxiliadora dos cristãos, rogai por nós!

  

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *