Ancoradouro

Blog acompanha realização de noivado católico

112 3
Momento de oração durante noivado.

Momento de oração durante noivado.

Amor sincero, respeito mútuo, fidelidade e dedicação entre duas pessoas, em tempos de sociedade relativista e hedonista parece exceção,mas entre os casais que professam a fé é tido como regra.

O dia dos namorados é uma oportunidade de reafirmar a beleza que existe no amor entre um homem e uma mulher que se amam. O blog ANCORADOURO acompanhou a cerimônia de  noivado de dois jovens membros da Comunidade Católica Shalom que  namoram há 3 anos e 8 meses.

Tobias Cortez, administrador de empresas e Luciana Fiori, fonoaudióloga, reuniram a família e amigos próximos. Diante de um sacerdote receberam a bênção específica para noivos. Presentes acompanharam atentos ao rito simples e rezaram pela semente da nova família  que surgia na troca de alianças.

Nas palavras do sacerdote, Pe. Silvio Scopel,  “respeito mútuo e caridade” deve  acompanhar o casal por toda a vida. O matrimônio, segundo o padre, é um antídoto contra o egoísmo.

Os olhos dos noivos brilhavam a cada fala, canção e votos de felicidades. Na instituição católica os membros são estimulados a conhecerem os três estados de vida, matrimônio, celibato e sacerdócio. Pessoas mais experientes ajudam cada um a discernir para qual deles Deus o chama.

Tobias e Luciana namoram há mais de 3 anos.

Tobias e Luciana namoram há mais de 3 anos.

Discernido o estado de vida há formações específicas e acompanhamentos rotineiros para os casais de namorados. O objetivo é apresentar a beleza no amor humano manifestado no matrimônio cristão. Os casais são chamados a uma intensa vida de oração e a cultivarem o diálogo. O resultado disso tudo é o florescimento de famílias novas, testemunhas de fé e abertas à vida.

Tobias e Luciana destacam a importância da e a presença da Virgem Maria na vida do casal. ” A data de nosso retiro de discernimento para o noivado, nosso noivado e a data do casamento, caíram, sem que premeditássemos, em dias em honra à Nossa Senhora”, comentou Tobias.

O blog deseja sorte ao casal de noivos neste dia dos namorados.

Luciana e Tobias durante a Jornada Mundial da Juventude (2011), em Madrid. Fé é a base no relacionamento do casal.

História do Dia dos Namorados –  data (14 de fevereiro) – Origem do Dia de São Valentim

A comemoração desta data remonta o Império Romano. Um bispo da Igreja Católica, São Valentim, foi proibido de realizar casamentos pelo imperador romano Claudius II. Porém, o bispo desrespeitou a ordem imperial e continuou com as celebrações de matrimônio, porém de forma secreta. Foi preso pelos soldados e condenado à morte. Enquanto estava na prisão, recebeu vários bilhetes e cartões, de jovens apaixonados, valorizando o amor, a paixão e o casamento. O bispo Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro do ano 270.

Em sua homenagem, esta data passou a ser destinada aos casais de namorados e ao amor. A comemoração passou a ser realizada todo 14 de junho, principalmente, na Europa e, posteriormente (século XVII), nos Estados Unidos.

História do Dia dos Namorados no Brasil (12 de junho)

No Brasil, a data apresenta uma história bem diferente, pois está relacionada ao frei português Fernando de Bulhões (Santo Antônio). Em suas pregações religiosas, o frei sempre destacava a importância do amor e do casamento. Em função de suas mensagens, depois de ser canonizado, ganhou a fama de “santo casamenteiro”.

Portanto, em nosso país foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho). Assim como em diversos países do mundo, aqui também é tradição a troca de presentes e cartões entre os casais de namorados.

Com informações do portal curiosidades

Recomendado para você