Ancoradouro

Arquidiocese de Belém emite nota contra intimidação ideológica na UFPA

834 1

Com o título “Nota pelo diálogo acadêmico”, a Arquidiocese de Belém posicionou-se a favor da aluna de Pós-Graduação Dienny Estefhani Magalhães Barbosa Riker e seu orientador, Prof. Dr. Victor Sales Pinheiro, da Universidade Federal do Pará – UFPA,  em função da dissertação de mestrado intitulada “O bem humano básico do casamento na teoria neoclássica da lei natural: razão prática, bem comum e direito”, amplamente combatida por setores progressistas daquela universidade. 

O Diretório Central dos Estudantes – DCE daquela Federal chegou a repudiar publicamente a produção acadêmica, sustentando que “nenhuma referência bibliográfica e produção acadêmica alicerçada no ódio passará despercebida pelos grupos de resistência popular, nesta sociedade”.  Parte da obra é baseada no ensinamento de Santo Tomás de Aquino, motivo do rechaçamento por parte dos grupos que se mostraram intolerantes com o conteúdo.

” A Arquidiocese de Belém do Pará repudia a todo tipo de movimento que vise intimidar, limitar ou censurar qualquer tipo de atividade intelectual-científica, apenas pelo fato de estar virtualmente ligada a uma tradição filosófica ou religiosa que contrarie o interesse de um determinado grupo descontente com o seu conteúdo científico. Tal fato, se comprovado, constitui um grave desrespeito aos direitos constitucionais da discente e do docente em questão, um ato de intolerância radical e violenta contra a liberdade de pesquisa e de expressão que devem nortear o espírito de uma Universidade, uma iniciativa que não contribui para a construção de uma sociedade baseada no respeito, na tolerância e na paz”, lê-se em trecho da nota assinada pela assessoria de comunicação da Arquidiocese.

 

Recomendado para você