Ancoradouro

“João de Abadiânia é pura farsa”, já dizia padre Quevedo

Nesta quarta-feira, dia 9, faleceu em Belo Horizonte aos 88 anos, o parapsicólogo e sacerdote jesuita padre Quevedo. O religioso ficou conhecido em todo o Brasil por desmascarar charlatães e desmistificar alguns fenômenos como as falsas possessões.

Padre desmascarou médium.

Em entrevista ao jornal Opção, de Goiânia, padre Quevedo afirma que João de Abadiânia, conhecido como João de deus, atualmente acusado de uma série de crimes, entre eles violência sexual, era uma farsa e que o “médium” já havia fugido dele.

Ao padre foi feita a pergunta:”O senhor se acha capaz de desmascarar as curas espirituais praticadas pelo curandeiro João de Deus, que atua em Abadiânia, nas proximidades de Brasília?”, ao que ele respondeu:

 

” O João de Abadiânia é pura farsa, todo mundo sabe. Eu já fui lá e ele fugiu. Ele diz que incorpora o espírito do jesuíta Santo Inácio de Loyola. Ora, Santo Inácio de Loyola era basco e João de Abadiânia, quando se diz incorporado pelo santo, não fala uma palavra em espanhol. Santo Inácio estudou na Universidade de Paris e João de Abadiânia não sabe francês, nem fala nessa língua quando se diz incorporado. Santo Inácio viveu muitos anos em Roma e João não fala em italiano. Santo Inácio, como todos os padres da época, sabia latim. João de Abadiânia, não entende e nem fala uma só palavra em latim quando se diz incorporado. Ele mesmo quando está doente, vai aos médicos, não procura um curandeiro nem apela ao espírito de Santo Inácio de Loyola”.

Recomendado para você