Ancoradouro

Igreja incendiada foi reformada e dedicada a Deus, no Crato

Em julho de 2014, a Diocese do Crato foi palco de dois ataques à Fé Católica que deixaram os fiéis perplexos. Um deles aconteceu na pequena cidade de Umari com pouco mais de sete mil habitantes. Um homem de 44 anos ateou fogo na Igreja Matriz e quebrou imagens de santos. Após o ataque, a população se uniu para reformar a Igreja.

Homem ateia fogo em Igreja na cidade de Umari

Tudo precisou ser modificado. Do piso às portas. Outras repartições foram acrescidas, como a Capela do Santíssimo e a Capela Mortuária. Nessa, com um significado especial: abrigará os restos mortais dos padres que passaram pela paróquia.

Antes e depois da reforma na Matriz.

“A igreja foi semidestruída. Então, viemos em campanha para reconstruí-la, dando ênfase às festas que já existiam, mas estavam adormecidas. Começamos com São José, depois com mês mariano, a festa de Santa Teresinha [co-padroeira], Sagrado Coração de Jesus e também Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Essa dinâmica de fazer as festas, levando para as ruas, visitando as casas, as famílias, fez com que o povo reavivasse a fé e voltasse para a igreja. Hoje nós temos uma Umari completamente diferenciada, com um povo animado, que voltou para a igreja”, explicou Padre Paulo.

Dedicação a Deus

Após a reforma, a Igreja Matriz de São Gonçalo foi dedicada a Deus na noite desta quarta-feira, dia 9. O termo ‘dedicação’ pode ser entendido também como consagração, sagração ou inauguração. O rito é realizado dentro da Santa Missa, rico em significado, como expressa o Pontifical Romano [Livro que contém os ritos para as diversas celebrações da Igreja].

Missa foi realizada nesta quarta-feira, dia 9.

Foi sob os festejo do ano novo, que os paroquianos de Umari iniciaram a festa patronal. Do dia 1º ao dia 9 de janeiro, eles, rezaram e refletiram o tema: “Como verdadeiros cristãos, colhendo os frutos de uma caminhada de fé e missão, celebremos a festa em honra ao nosso excelso e amado padroeiro, São Gonçalo do Amarante”. Destaque para a I Cavalgada de São Gonçalo. A parte social contou com shows culturais apresentação dos candidatos a Cravo de São Gonçalo.

A missa solene, que conclui os festejos deste ano, acontece às 17h desta quinta-feira (10), às 17h, seguida da procissão com a imagem do padroeiro pelas ruas da cidade.

Com informações plugadas do Portal da Diocese do Crato

Fotos: Patrícia Mirelly

 

Recomendado para você