Assim Caminha a Humanidade

Ep. #12: “Deus não morreu. Ele se tornou celebridade”

Os míticos Aquiles e Beowulf viam na conquista da glória em guerras o único meio de vencer a morte. Era sua forma de alcançar a eternidade. O tipo de fama que esses dois heróis buscavam é algo antigo na história e foi bem sintetizado pelo personagem Maximus, em Gladiador (2000): “O que fazemos na vida ecoa por toda a eternidade”.

Por outro lado, há uma espécie de celebridade que é um fenômeno relativamente recente, produto direto da combinação entre sociedades democráticas, declínio da religião institucionalizada e transformação do cotidiano em mercadoria.

Mas, seja uma celebridade com duração de milênios ou outra de apenas alguns meses, o que nos atrai em personagens como Cleópatra, Cristo, Hitler, participantes de reality shows e gurus de auto-ajuda?

Ouça em outras plataformas:

DEEZER

iTUNES

GOOGLE PODCASTS

***

INSTAGRAM: @assim_caminha

***

Apresentação: Pati Rabelo e Heráclito Pinheiro

Roteiro: Pati Rabelo

Consultoria: Heráclito Pinheiro

Edição: Bruno Melgácio

Áudio: André Silvestre

Coordenação de produção: Chico Marinho

Estratégia Digital: João Victor Dummar

Recomendado para você