Blog do Leão

Fortaleza 3×0 Uniclinic – Efeito placebo

Zé Carlos abriu caminho para a vitória tricolor

 

Caros tricolores, depois de um longo e tenebroso inverno, finalmente tivemos um final de domingo sem vaias. Uma verdadeira música para nossos ouvidos foram aqueles aplausos ao fim da tranquila vitória frente ao Uniclinic.

Aplausos que podem ser direcionados a vários alvos. Ao faro de gol do Zé, às assistências do Vinícius Baiano, ao Gabrielzinho com sua coleção de gols bonitos, às sensacionais defesas de Boeck, ao bom momento do menino Wesley e, principalmente, às substituições que mudaram o jogo, este último item quase me fez sentir a lágrima rolando de tanta alegria em matar a saudade. Fazia tempo que não apreciávamos uma substituição surtindo efeito.

Frasson foi um anjo que representou o Santos. O clima já é outro. Futebol é mesmo fascinante.

Agora é ver como o professor vai ajustar a equipe para o jogo de quarta no Maranhão. O treinador que saiu de forma polêmica volta longe de ser unanimidade, amado por uns e odiado por outro tanto, Marquinhos já terá logo em sua estreia um jogo fora de casa em que não pode perder. Um desafio e tanto logo de cara. Mas quem disse que tem que ser fácil? a provação dele aqui, depois de tudo que aconteceu, vai ter que ser espinhenta mesmo.

Vamos ver no que vai dar. Avante, Leão!

 

 

Fortaleza 3×0 Uniclinic

Gols: Zé Carlos aos 23min/2ºT, Gabriel Pereira aos 33min/2ºT e Wesley aos 44min/2ºT (Fortaleza)
Cartão Amarelo: Jefferson (Fortaleza)
Árbitro: Wladyerisson Oliveira
Assistentes: Mardonio Ribeiro e Eleutério Marques
Público Pagante: 2.876
Público Não Pagante: 336
Público Total: 3.212
Renda: R$ 9.540,00

Fortaleza: Marcelo Boeck; Jefferson (Eduardo), Heitor e Max Oliveira e Allan Vieira; Vacaria, Pablo e William Schuster (Wesley); Juninho Potiguar (Gabriel Pereira), Vinícius Baiano e Zé Carlos. Técnico: Daniel Frasson.
Uniclinic: Dionanton; Amaral, Anderson Sobral, Airton Júnior e Eusébio (Ronaldo); Guidio, João Neto, Jerson e Vanim; Édson Cariús (Moré) e Netinho (Preto). Técnico: Roberto Carlos.