Clube da Luta

Na despedida do Strikeforce, cearense perde e fica longe do UFC; Jacaré e Roger Gracie brilham

603 1

Cearense Jorge Gurgel amargou sua 6ª derrota em seus últimos oito combates. Foto: Showtime/Divulgação

O sonho de Jorge Gurgel de voltar a lutar no Ultimate Fighting Championship (UFC) ficou distante. Na luta que poderia ter assegurado um novo contrato com a maior organização de MMA do mundo (onde esteve entre 2006 e 2008), o atleta cearense acabou derrotado pelo amazonense Adriano Martins, na última edição do Strikeforce (agora, extinto), realizada na noite deste sábado, em Oklahoma (Estados Unidos).

Gurgel foi dominado por Martins, que impôs um ritmo forte desde o início do combate. O duelo, que envolveu dois grandes especialistas em jiu-jitsu, foi desenvolvido na base da trocação em pé e o amazonense conseguiu impressionar melhor os juízes conectando os melhores golpes.

Após três rounds, Adriano Martins foi declarado vencedor por decisão unânime. Com o triunfo, o atleta, que tem um ótimo cartel de 24 vitórias em 30 lutas, agora aguarda apenas um chamado de Dana White para assinar contrato com o UFC.

Já Jorge Gurgel amargou sua 6ª derrota em suas últimas oito lutas, vivendo um dos momentos mais instáveis de sua carreira. O cearense tem 35 anos e há vários anos reside nos Estados Unidos.

JACARÉ FINALIZA COM ESTILO

Ex-campeão do Strikeforce e candidato a futuro astro do UFC, Ronaldo Jacaré se despediu em grande estilo do evento. O brasileiro não deu chances ao americano Ed Herman e venceu por finalização, numa kimura muito bem ajustada, ainda no 1º round. O combate foi marcado por um lance polêmico, em que Herman acertou uma pedalada ilegal no rosto de Jacaré e não foi punido pelo árbitro.

Assista como Jacaré finalizou a luta:

[youtube]http://youtu.be/3MAECa1_PTk[/youtube]

 

ROGER GRACIE A LA ROGER GRACIE

Lenda viva do jiu-jitsu, por ter conquistado nada menos que dez títulos mundiais na modalidade, Roger Gracie é mais que carimba sua entrada no UFC. Após tomar um atraso no 1º round diante do americano Anthony Smith, em que claramente foi derrotado por pontos, o brasileiro virou o jogo no 2º round e, logo após conseguir a queda, deitou e rolou. Numa verdadeira aula na ‘arte suave’, conseguiu a montada, acertou uma cotovelada precisa e ajustou um kata-gatame que decretou mais uma vitória por finalização em seu cartel.

Veja como foi a vitória de Roger Gracie:

[youtube]http://youtu.be/cSTaME-pGZc[/youtube]

 

Veja os resultados das lutas da última edição do Strikeforce

CARD PRINCIPAL
Tarec Saffiedine venceu Nate Marquardt por decisão unanime (valeu o cinturão dos meio-médios)
Daniel Cormier venceu Dion Staring por nocaute técnico a 4:02 do 2º round (valeu o cinturão dos pesos-pesados)
Josh Barnett venceu Nandor Guelmino por finalização (katagatam) a 2:11 do 1º round
Gegard Mousasi venceu Mike Kyle por finalização (Mata Leão) a 4:09 do 1º round
Ronaldo Jacaré venceu Ed Herman por finalização (Kimura) a 3:10 do 1º round

CARD PRELIMINAR
Ryan Couture venceu KJ Noons por decisão dividida
Tim Kennedy venceu Trevor Smith por finalização (guillotina) a 1:36 do 3º round
Pat Healy venceu Kurt Holobaugh por decisão unanime
Roger Gracie venceu Anthony Smith por finalização (kata-gatame) a 3:16 do 2º round
Adriano Martins venceu Jorge Gurgel na decisão unânime dos juízes
Estevan Payan venceu Michael Bravo por nocaute técnico no 2º round