Discografia

Investigação sobre morte de Michael Jackson é encerrada

A polícia de Los Angeles encerrou as investigações sobre a morte de Michael Jackson. De acordo com o site TMZ, o caso pode ir para os tribunais em breve, o que pode por o médico particular do cantor na cadeia. As investigações acusam Dr. Conrad Murray.

A investigação teria terminado no final de dezembro e o caso agora será formalmente apresentado à corte de Los Angeles.

Nada está decidido, mas é provável que a promotoria acuse Dr. Murray de homicídio culposo (sem intenção de matar).

Polícia encerra investigação sobre a morte de Michael Jackson

08/01/2010 – 15:00Da redação, por Diego Marques

Dr. Conrad Murray (à dir.) era o médico particular de Michael JacksonDr. Conrad Murray (à dir.) era o médico particular de Michael Jackson

A polícia de Los Angeles declarou encerradas as investigações sobre a morte do cantor Michael Jackson. O site TMZ informa que o caso pode ir para os tribunais em algumas semanas, e é quase certo que o médico particular de Jackson,  Dr. Conrad Murray, seja acusado pela morte do rei do pop.

Uma das fontes afirma que a investigação terminou no final de dezembro de 2009, e agora o caso será formalmente apresentado à corte de Los Angeles, ainda nas próximas semanas.

Outra fonte afirma que a investigação foi “exaustiva” e “extremamente profunda”, e que há provas suficientes para incriminar Dr. Murray.

O caso pode se complicar um pouco para os promotores, já que Dr. Murray tecnicamente não infringiu nenhuma lei americana ao administrar o anestésico propofol em Michael Jackson.

A promotoria ainda não decidiu, mas é provável que acusem Dr. Murray de homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Recomendado para você