Discografia

Cake chega ao sexto trabalho fiel ao próprio estilo

Pra alguns artistas, renovação significa procurar novos sons, estilos e caminhos para seu trabalho. Para outros, basta compor novas músicas com o mesmo vigor de início de carreira que já está bom. Neste segundo caso, podemos incluir os californianos do Cake. Em Showroom of Compassion, seu sexto disco de estúdio, tudo do velho DNA da banda está presente. E nem precisa ser um especialista em Cake pra perceber. Pra quem lembra da famosa versão que eles fizeram de I will survive, lançada em 1991 no disco Fashion Nugget, vai poder reconhecer a voz bêbada de John McRea, o trompete intruso de Vince DeFiore e o som sujo e cru do baixo (Gabriel Nelson), guitarra (Xan McCurdy) e bateria (Paulo Baldi). Além disso, Showroom of Compassion conserva o mesmo padrão gráfico dos outros discos e o hábito de desmontar e remontar clássicos de outros artistas. Nesse caso, o escolhido foi What’s now is now, gravada por Frank Sinatra em 1969. Da balada guiada pela inesquecível voz empostada e do Old Blue Eyes, o Cake faz um ótimo rock respeitoso teclados e efeitos. Showroom of Compassion é o primeiro trabalho independente do Cake, que ainda tomou para si o papel de pilotar a produção. Conhecidos também pelo jeito sarcástico de tratar assuntos sérios, eles abrem o novo trabalho fazendo piada com a crise americana em Federal funding. Associados normalmente ao rótulo de rock alternativo, a banda se permite viajar por sons e estilos. Mustache man é um rock (com um pé na dance music) baseado em outra lenda do Cake, um homem de bigodes que sempre atormentou os pesadelos do vocalista. Bound away emula Bob Dylan numa balada folk sobre estar longe de casa em turnê. Teenage pregnancy é uma peça instrumental onde McRea se arrisca pela primeira vez aom piano. A imperfeição nas teclas é uma forma de mostrar que existe algo mais importante que a pureza sonora. Aliás, essa imperfeição de que falei perpassa todas as 11 faixas do disco. Longe de tentarem ser vistuoses em seus instrumentos, o quinteto prefere manter um estilo que já conquistou fãs pelo inteiro.