Discografia

Despedidas roqueiras

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=4dkIRa2z47Q[/youtube]

Duas notícias acertaram os corações roqueiros, em diferentes proporções, neste fim de semana. O primeiro baque, de menor proporção, foi o anúncio do fim das atividades do Beady Eye, tentativa frustrada de Liam Gallagher se manter na música após o fim traumático do Oasis. Porção mais briguenta e xiliquenta dos irmãos de Manchester, Liam se reuniu aos os outros remanescentes da banda em 2009 e juntos lançaram dois álbuns. No entanto, verdade seja dita, nem Different Gear, Still Speeding (2011) nem Be (2013) tinham a pegada que o Oasis deu ao britpop noventista. O próprio Liam, antes de lançar o segundo disco do Beady Eye, chegou a anunciar que, se o resultado não agradasse, eles fechariam as portas. Pois foi o que aconteceu neste sábado (25) através de um anúncio via twitter: “O Beady Eye não existe mais. Obrigado pelo apoio de todos. LG (as iniciais de Gallagher)”, foram as palavras do lacônico vocalista.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=dCc00pX_pFA[/youtube]
Já a segunda notícia, essa sim uma porrada, é a morte de Jack Bruce, parceiro de Eric Clapton e Ginger Baker no lendário Cream. O baixista tinha 71 anos e sofria com doenças do fígado. Há 11 anos, ele chegou a transplantar o órgão. Natural de East Dunbartonshire, na Escócia, Jack começou a estudar música erudita antes de se tornar um dos mestres roqueiros. Fez parte do Manfred Mann’s Earth Band, do John Mayall & the Bluesbreakers e chegou a ser convidado por Marvin Gaye para integrar sua banda. Mas foi mesmo com o Cream que sua estrela brilhou de vez. Mesmo antes de saber da triste notícia, a Universal anunciou que iria relançar os quatro discos do trio em vinil. “É com grande tristeza que nós, a família de Jack, anunciamos a morte de nosso querido Jack: o marido, o pai, o avô e a lenda. O mundo da música será um lugar mais pobre sem ele, mas ele vive em sua música e eternamente em seus corações”, escreveu a família no site do músico. De fato, as coisas ficam mais tristes agora.