Discografia

Teatro RioMar apresenta Rita Lee mora ao lado

RitaTopoA vida de Bárbara Farniente nunca foi fácil. Paulistana da Vila Mariana, ela nasceu no mesmo dia e horário que a filha dos vizinhos Charles e Romilda Jones. A coincidência poderia ter feito delas grandes amigas, mas não foi o que aconteceu. A mãe da garota magricela era apaixonada pelo imponente Sr. Jones e fazia com que a filha seguisse todos os passos da ruivinha da casa ao lado, batizada de Rita em homenagem à santa. Tal obsessão foi suficiente para que as duas se cruzassem durante a vida inteira, sem nunca conseguirem ser amigas.

O fato é que Rita tornou-se uma estrela nacional amada e desejada por muitos, enquanto sua ex-vizinha não chegou sequer a uma nota de rodapé na biografia da “rainha do rock”. Ainda assim, é a partir do olhar de Bárbara Farniente que surge Rita Lee mora ao lado, que será apresentado hoje e amanhã no teatro do Shopping RioMar. O espetáculo é baseado no livro de Henrique Bartsch, lançado em 2006 pela Panda Books. Misto de biografia e ficção, a história real da compositora paulistana é contada a partir do diário da vizinha maluquete que pintava os cabelos de ruivo e tornou-se funcionária de gravadora só para ficar perto do ídolo. Com muito sexo, drogas e rock and roll, o enredo vem costurado com bom humor e histórias escabrosas da “ovelha negra”.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=m9R5QfhkWjc[/youtube]

A peça que chega a Fortaleza depois de uma temporada de nove meses de sucesso em São Paulo tem direção de Debora Dubois e Márcio Macena, também responsáveis pelo roteiro ao lado de Paulo Rogério Lopes. No papel de Rita Lee, Mel Lisboa divide o palco com o elenco formado por Carol Portes, Rafael Maia, Débora Reis, Nanni Souza e outros. O musical passeia por todas as épocas da roqueira, desde as Teenage Singers até o sucesso ao lado de Roberto de Carvalho. Passando ainda por Mutantes e Tutti Frutti, o espetáculo conta com “participações especiais” de Ney Matogrosso, Caetano Veloso, João Gilberto, Tim Maia e outros amigos que ajudaram a construir a carreira de Rita. Nesse percurso, sucessos como Menino bonito, Doce vampiro, Saúde e Agora só falta você são tocadas ao vivo pelo elenco.

“Você é louco, mas eu quero” foi a resposta de Mel Lisboa quando foi convidada por Márcio Mecena, há cinco anos, para viver Rita Lee no teatro. Depois do “sim”, ela perdeu peso, teve aulas de canto e violão, e mudou o penteado para adotar os cabelos vermelhos e a franja característica. “O processo de ensaios durou dois meses e meio. Esse foi o tempo que tive para estuda-la. Tentei não imita-la em momento algum. Deixei que o meu corpo fosse absorvendo aquelas informações que recebia”, lembra a atriz em entrevista por email.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=xnCiot6lCUE[/youtube]

Como a própria Bárbara Farniente, a gaúcha de 33 anos foi conhecendo Rita à distância, através de entrevistas, vídeos e filmes. Mel chegou a encontrar a cantora no lançamento do livro Hystorinhas, parceria da cantora com o cartunista Laerte, mas foi só. “Infelizmente não conseguir fazer um laboratório com ela. A Rita é bastante reclusa e eu não queria que ela se sentisse invadida. A minha preparação foi platônica, observando-a de longe, estudando-a, respirando-a”, descreve a atriz que, por outro lado, teve a chance de ser assistida duas vezes pela homenageada. “Foi sensacional, emocionante. Ter o aval dela foi o maior presente, o maior prêmio que pudemos ter”, relembra.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=j3rERGdvn00[/youtube]

Mel Lisboa percebeu a presença de Rita Lee na plateia já no final do espetáculo e caiu no choro. O vídeo foi pro Youtube e mostra a atriz completamente emocionada. “Eu já era fã. Adorava as músicas dela. Mas, quanto mais eu sei sobre ela, mais gosto. Ela tem tantos discos e músicas maravilhosas que fica difícil destacar somente um. No momento, eu escolheria o disco Saúde (1981) e a música Coisas da Vida (como preferidos)”, elenca a atriz, também apontando esta canção como o ponto mais tocante de Rita Lee mora ao lado.

Serviço
Rita Lee mora ao lado
Quando: sábado (18), às 18h e às 21h, e domingo (19), às 19h
Onde: Teatro RioMar (Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)
Quanto: R$ 120 (plateia alta), R$ 140 (plateia baixa b) e R$ 140 (plateia baixa a). À venda no Ingresso Rápido
Classificação etária: 14 anos
Telefone: 4003.1212