Educação

Telecentros serão implantados em São Gonçalo do Amarante

São Gonçalo do Amarante, distante 60 Km de Fortaleza,  foi selecionado pelo Governo Federal, no último dia 27 de abril, para o Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital.

Através da proposta São Gonçalo Digital, o município será contemplado com 10 telecentros.

A iniciativa da inscrição do projeto foi da Coordenação Municipal do Proinfo (Programa Nacional de Informática na Educação), com apoio da Secretaria de Educação e da Prefeitura Municipal.

“Isto representa um grande avanço para a população de São Gonçalo do Amarante, pois fortalecerão as políticas de inclusão digital propostas pelo Projeto São Gonçalo Digital, o qual beneficiará todos os habitantes e visitantes de nosso município, pois chegará a todos os distritos o direito ao acesso livre e gratuito à informática, através da oferta de cursos nesta área”, explicou o coordenador municipal do Proinfo, Moisés Rodrigues.

O município já conta com um Telecentro no distrito de Pecém, que oferece serviços como cursos de informática para iniciantes, navegação na internet, criação de e-mails e blogs, impressão de documentos, elaboração e impressão de currículos, suporte pedagógico a estudantes de cursos técnicos e realização de pesquisas escolares, tudo isso gratuitamente.

O Governo Federal selecionou 63 projetos para o programa, os quais propõem a criação de 6.508 novos telecentros em todo o País.

No Ceará, além de São Gonçalo do Amarante, foram selecionados mais quatro municípios.

A seleção das iniciativas foi feita em conjunto pelos ministérios da Ciência e Tecnologia, das Comunicações e do Planejamento, que coordenam o programa.

A avaliação considerou o grau de apoio das proponentes aos telecentros, a experiência prévia e capacidade de continuidade, além da localização das unidades de maneira coincidente a políticas federais prioritárias e a abrangência populacional.

O programa vai oferecer equipamentos de informática novos, mobiliário, conexão à Internet em banda larga, além de bolsas e formação para monitores.

Fonte: Karlos Emanuel Soares (assessor de comunicação)

Recomendado para você