Educação

Institutos federais têm déficit de 8 mil professores, revela TCU

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) na rede de institutos federais de educação técnica mostra que faltam quase oito mil professores, o equivalente a 20% dos profissionais necessários. O déficit atinge toda a rede de 442 campus em funcionamento no País.

Os institutos com maior carência de docentes são os do Acre (com 40,1% de vagas ociosas), Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Amapá.

No documento, o tribunal ressalta a baixa atratividade da carreira.

O professor Celso do Prado Ferraz de Carvalho, da Universidade Nove de Julho e especialista em educação profissional, explica que há dificuldades em tirar os profissionais técnicos do mercado de trabalho.

“Tem sido difícil retirar professores da área de ciências e tecnologia e convencê-los a trabalhar nesses institutos, pela falta de atratividade da carreira”, afirma.

Fonte: O Estado de S. Paulo