Futebol do Povo

Com estratégia clara e golaço, Fortaleza venceu o Flamengo no Castelão

1092 84

O Fortaleza e sua torcida venceram o Flamengo no Castelão, jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil O placar de 2 a 1 foi construído com muita participação dos torcedores, que incentivaram o tempo todo o Tricolor na busca do resultado. Um empate no dia 18 de maio, no Rio de Janeiro, ou uma derrota por um gol desde que marque pelo menos duas vezes, dará ao Tricolor a vaga para a terceira fase da competição/

O Fortaleza entrou com um meio-campo reforçado. Marquinhos Santos optou por tirar Juninho do ataque e concentrou cinco jogadores no setor: Dudu Cearense, Pio, Juliano, Jean Mota e Everton. O objetivo era deixar a equipe segura, com poder de marcação e aproveitar os contra-ataques. A proposta deu certo no primeiro tempo. Bem postado, o sistema defensivo sofreu pouco. Ricardo Berna fez apenas uma defesa importante em chute de Mancuello e viu duas finalizações erradas de Fernandinho.

Ofensivamente o Fortaleza chegou bem algumas vezes na troca de passes curtos. O gol surgiu aos 19 minutos. Éverton fez ótima jogada e achou Anselmo na área. O atacante deu um toque sutil e rasteiro para colocar 1 a 0 no placar. Foi o 15º gol do jogador na temporada, vice-artilheiro do Brasil.

Com pouca articulação e confuso na construção de jogadas, o Flamengo passou a tentar o empate, mas concedendo espaços defensivos demais , que foram mal aproveitados pelo Fortaleza. Com mais velocidade, a equipe teria ampliado o placar.

No segundo tempo o panorama tático seguiu o mesmo. O Fortaleza entregando a bola para o Flamengo e aguardando a chance do contra-ataque. Em determinado momento da partida, a equipe do Rio de Janeiro teve 70% de posse e conseguiu pressionar até empatar, em belo gol de Guerrero depois de passe de Aarão, de cabeça.

A igualdade acendeu o Fortaleza, que já tinha Juninho no lugar de Jean Mota e não demorou para o Tricolor ficar na frente do placar novamente, até porque Felipe (esse eu elogio demais desde o começo da temporada) resolveu fazer um golaço, driblando três jogadores adversários e finalizando com perfeição, aos 30 minutos.

Com a vantagem, os 20 minutos finais do Fortaleza serviram unicamente para segurar o importante resultado e Ricardo Berna foi importante neste cenário, com duas ótimas defesas. Além disso, Ederson, aos 47 minutos, perdeu uma chance absurda de deixar tudo igual. Um lance inacreditável.

Recomendado para você