Homem etc

Entre Rapazes por Thiago Silva

Por que um beijo incomoda tanto?

1

Seja um ato de carinho, afeto ou uma simples expressão de amor, o fato é que o beijo quase sempre é visto de forma doce e gentil, exceto quando isso ocorre entre pessoas do mesmo sexo, afinal não é novidade para ninguém que dois homens se beijando é o suficiente para incomodar muita gente.

Vejamos o caso do seriado “The Walking Dead” que no último dia 22 de fevereiro, exibiu nos Estados Unidos, um episódio onde o personagem Aaron, que é assumidamente gay, beija seu companheiro. Levando em conta os zumbis, tiros e miolos espalhados pelo chão, cenas de extrema violência com direito a pernas, braços e cabeças decepadas, o que esperar de uma afetuosa cena de beijo gay?!

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=s5d3eHQltVM[/youtube]

Não demorou muito para que internautas manifestassem seu horror a cena, e não me refiro a violência extrema que já é marca da série, mas aos dois rapazes trocando um beijo. “Coisas que fãs de Walking Dead acham ok: mortes sangrentas, canibalismo e assassinato de crianças. Coisas que eles não acham bom: pessoas gays”, postou um usuário do twitter.

Entre críticas de alguns fãs e elogios de outros, surge o questionamento sobre “porque um beijo gay incomoda tanto?”. Não precisamos de uma pesquisa e nem de dados estatísticos para perceber que violência, sexo barato (heterossexual, é claro) e outras dezenas de mazelas são cuspidas na TV aberta todos os dias, e acreditem, não há grandes manifestações no twitter contra isso, ao contrário do beijo gay em “The Walking Dead”. Entre zumbis e beijos, ficou claro que mortos-vivos não assustam mais ninguém, já um beijo entre iguais, é capaz de deixar muita gente assustada e furiosa.

****

Próxima novela da Globo vai ter casal de lésbicas e romance gay

2

Próximo dia 16, estreia a novela da Rede Globo, “Babilônia”, como era de se esperar teremos uma gama de personagens gays. Entre eles, as talentosíssimas Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, que viverão um casal de lésbicas da terceira idade, além do fofo Chay Suede que interpreta o neto criado pela avó e sua companheira, as quais ele trata como mãe. O personagem sofrerá com o preconceito dos colegas de cursinho ao saberem que ele é criado por duas mulheres. Ponto positivo para a emissora por abordar o tema, mas vamos torcer para que não haja percalços no caminho.

Além disso Marcos Pasquim e Marcello Melo Jr. serão o segundo casal homo da trama. Pasquin interpreta um pai que se apaixona pelo instrutor do filho, vivido por Marcello. Sem trejeitos ou afetações Pasquim deixou claro que se depender dele o personagem deve se aprofundar nas relações amorosas e não nas afetações ou no humor caricato. Os dois atores revelaram que torcem por um beijo entre os personagens.

****

O primeiro beijo gay da TV brasileira

3

Ainda falando sobre o assunto: se engana quem acredita que o primeiro beijo gay da TV brasileira foi aquele selinho entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) no final de “Amor à Vida”. Na verdade nem sempre fomos tão caretas como agora.

Ainda em 1963 a extinta TV Tupi exibiu um beijo entre Alda Alves e Geórgia Gomide na novela “A Calúnia”. Na época nem chegou a ser tão comentado, mas é considerado o primeiro beijo nas telas tupiniquins, infelizmente nenhum registro da cena está disponível na web. O segundo beijo que se tem notícia, foi exibido em 1990 em “Mãe de Santo” da TV Manchete, os atores Raí Bastos e Daniel Barcelos protagonizaram a cena que por sinal ficou linda e delicada.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=XZg0IG7V1gw[/youtube]

Entre os paradigmas de toda a violência e sexo exibidos na TV, ou o dilema que persiste no Brasil por mais de 52 anos, é fato que beijo gay ainda precisa ser discutido, apresentado e melhor discutido dentro da TV, seja gringa ou nacional. Mais uma novela chega, mais um núcleo com personagens gays e a esperança de mais uma vez ver a igualdade e uma forma “diferente” de amor ser explorada com dignidade nas telas.

****

Nossa coluna “Entre Rapazes” de hoje encerra por aqui; e não poderíamos deixar de mandar um beijo para nossos leitores. Lembrando que sugestões, críticas, elogios, ou quem sabe um bate papo descontraído (risos), basta mandar e-mail para mim: thiagojornalismo@outlook.com

Recomendado para você