Blog do Jocélio Leal

ONG aponta alternativas ao embarque de bois vivos

São Paulo – A Proteção Animal Mundial repudia a decisão da Justiça brasileira de permitir a viagem dos mais de 25 mil bois do Porto de Santos para a Turquia. A ONG entende que o transporte de longa distância (fluvial) é estressante e causa prejuízos ao bem-estar dos animais.

O POVO tratou do caso em Editorial nesta terça-feira.

Para a ONG, há alternativas eticamente viáveis a este tipo de transporte. No caso de reprodutores, é possível exportar sêmen, óvulos, embriões. Já para o abate, ensina:  o caminho seria comercializar a carne ou outros produtos.

A ONG reforça ainda que no momento em que estes bovinos entram no navio não estão sob jurisdição brasileira e, portanto, as leis brasileiras de proteção aos animais não são mais aplicáveis.

Recomendado para você