Plínio Bortolotti

Jards Macalé risca o carro de Tadeu Schmidt, que estacionou na calçada

1207 8

Por indicação do médico Armênio Santos, um dos comentadores eventuais deste blog, cheguei à seguinte preciosidade, reproduzida do Blue Bus, originalmente da coluna “Gente Boa”, do jornal O Globo:

«Conta hoje Joaquim Ferreira dos Santos em sua coluna Gente Boa no Globo [14/9/2010]: “Jards Macalé ia pela calçada da Rua Maria Angélica, Jardim Botânico, quando foi interrompido por um carro estacionado com as quatro rodas [em cima da

calçada].

Não teve dúvida. Arranhou-o de um lado ao outro – e só nao continuou pelo outro lado porque de dentro do carro, escondido pelo insulfilm, saiu o motorista, de 2m de altura. Começou o bate-boca e a multidao juntou, tomando partido em discursos”.

A cena ficou mais ‘fantástica’ quando surgiu o dono do carro, o repórter Tadeu Schmidt, da Globo. A PM veio em seguida, depois, a Guarda Municipal. A cena se desfez duas horas depois, quando Macalé se dispôs a pagar os danos à lataria do carro (já orçados em R$ 1,000), desde que houvesse multa pelo estacionamento na calçada. O caso está na 15ª DP.”»

Só fiquei curioso para saber se Tadeu Schmidt deu uma de Bozó, o famoso personagem de Chico Anísio: “Eu sou da Grobo”.

[Para quem implicar com a possível dubiedade do título informo que era o veículo, e não o seu proprietário que estava estacionado na calçada, : )]

Recomendado para você