Política

Maia Júnior vai para SDE, Mauro assume Planejamento e Fernanda Pacobahyba na Sefaz

11314 5

Tucano Maia Júnior comandará SDE “aditivada” (Foto: Mateus Dantas / O Povo)

O governador Camilo Santana (PT) confirmou agora há pouco indicação de três integrantes de seu novo secretariado, que conduzirão política econômica do segundo mandato. Em informação exclusiva do Palácio da Abolição, foram confirmadas indicações de Maia Júnior (Desenvolvimento Econômico), Mauro Filho (Planejamento) e Fernanda Pacobahyba (Fazenda).

As indicações de Maia Júnior e Fernanda já haviam sido antecipadas pela coluna do jornalista Alan Neto, do O POVO. Atual secretário do Planejamento, Maia Júnior assumirá SDE ampliada, que passará a incorporar atribuições de Agricultura e Pesca. Filiado ao PSDB, ele comanda hoje comitê gestor da economia do Estado e coordenou trabalhos de reforma administrativa do novo governo.

Grande novidade do secretariado, Fernanda Pacobahyba é doutora em direito tributário, especialista em direito comercial e auditora fiscal de carreira da própria Secretaria da Fazenda. Ela será a primeira mulher a comandar cargo mais importante da economia do Estado.

Mauro abre espaço para Aníbal Gomes

Atual secretário da Fazenda, Mauro Filho irá para o Planejamento em momento decisivo da área, com expectativa de votação de mudanças previdenciárias para servidores do Estado.

Como o secretário foi eleito deputado federal neste ano, a indicação abrirá espaço para posse do 1º suplente da coligação do PDT, o deputado federal Aníbal Gomes (DEM). Investigado na Lava Jato, ele não conseguiu reeleição neste ano.

Equipe confirmada

Além dos três secretários, outros sete integrantes do novo primeiro escalão já foram confirmados por Camilo Santana. São eles Élcio Batista (Casa Civil), André Costa (Segurança Pública), Luís Mauro Albuquerque (Sistema Penitenciário), Arialdo Pinho (Turismo) e Socorro França (Proteção Social).

O jornalista Chagas Vieira, atual chefe da área de imprensa do governo, ganhara status de secretário de Comunicação. Já o ex-deputado Nelson Martins assumirá a articulação política, órgão vinculado à Casa-Civil.

Apesar de não ter sido anunciado oficialmente, o médico Carlos Alberto Roberto Martins, o Cabeto, já disse ter recebido e aceitado convite de Camilo para assumir a Saúde. A indicação foi antecipada pelo jornalista Eliomar de Lima, do O POVO. Nomes dados como certos incluem ainda Francisco Teixeira (Recursos Hídricos), De Assis Diniz (Desenvolvimento Agrário) e Fabiano Piúba (Cultura).

Recomendado para você