Ancoradouro

Kit gay é inadmissível

407 26

 Você acha que uma criança de dez anos está apta a escolher sua profissão, a responder por todos os seus atos? No campo da sexualidade, você acredita que uma criança tem a maturidade de assumir a opção homossexual? Pois se você e a torcida do flamengo acredita que não, o MEC acha que sim. Isso mesmo, o Ministérios da Educação e Cultura deste país, desde o ano passado tenta distribuir para mais de 6 mil escolas um kid “”educacional”” que ficou conhecido como kit gay, nome mais do que apropriado.

Em nome de uma campanha contra a homofobia o ministério pretendeu disseminar material contendo absurdos como o vídeo de Bianca, simplesmente a narrativa de um jovem de 15 anos que fez a opção de se tornar um travesti. Deste modo não se está combatendo a homofobia mas fazendo apologia à cultura gay. O respeito que se deve ao homossexual é o mesmo que se deve ao branco, preto, gordo, estrangeiro, etc.

Veja esta foto e , COM TODA SINCERIDADE, você acha que ela combate a homofobia ou promove a cultura gay?

Não à cultura gay

Ficou chocado com a foto? Imagine se você assitisse ao vídeo financiado com o nosso dinheiro. Aproveite visite a página do MEC na internet e digite a palavra homossexual no campo de busca. Você encontrará pérolas como o apoio da instituição a nada menos que quinze projetos voltados para a educação da diversidade sexual. E isto em 2006.

Convido você a assitir ao vídeo dos criadores do material  “”””””educativo”””””” explicando a função deles. Observe o comentário debochado do senhor André Lázaro (Secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade — SECAD/MEC) ao falar  sobre o filmete “Encontrando Bianca”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=shnb_YC5Dlw&feature=player_embedded#at=36[/youtube]

 

Aprender sobre sexualidade na escola ou na rua não tem muita diferença se levar em consideração políticas como essa que supervalorizam a opção que visível e sensivelmente pode ser associado à prática sexual. Basta observar o comportamento de homossexuais jovens  e se perceberá logo nas conversas que eles – em sua maioria – possuem vida sexual ativa e não poucas vezes promíscua.

Cuidado, seu filho pode está sendo deseducado na escola. Fico pensando no que resultará a educação de um adolescente que conta em sua escola com máquina de distribuição de camisinha, vídeos ensinando a assumir a homossexualidade e tutoriais que ensinam na prática – com objetos –  como se utilizar camisinha.

O tal kit só não foi distribuído porque a bancada evangélica manifestou-se contra. Mas o assunto pode a qualquer momento voltar para a pauta. Não nos esqueçamos que a minoria gay está ávida por implantar uma nova mentalidade na qual a formação para a homossexualidade começa na infância.

Se você é uma pessoa que ainda guarda o bom senso assine a petição contra esta vergonha nacional.

26 Comentários

  • ALEX ZENAIDE disse:

    MEU QUERIDO ACHO QUE VOCÊ ESTÁ UM POUCO MAL INFORMADO, ESSE PROGRAMA É PARA COMBATER A HOMOFOBIA E PARA QUE AS CRIANÇAS SE DESENVOLVAM RESPEITANDO AS DIFERENÇAS QUE EXISTEM NO MUNDO OK! EU COMO PSICÓLOGO DOU TOTAL APOIO AO PROJETO. ACHEI RIDÍCULA SUA MATÉRIA. ME POUPE E PUPE A POPULAÇÃO DE TANTA BESTEIRA.

  • ALEX ZENAIDE disse:

    vOCÊ SE PREOCUPA TANTO COM OS GAYS! SAIA DO ARMÁRIO OU SE ASSUMA HOMOFÓBICO. CUIDADO QUE PESSOAS ASSIM SEMPRE TEM FILHOS GAYS PARA TOMAR UMA LIÇÃO DA VIDA…

  • Luciana Fiori disse:

    isso é triste!!!

  • thiago disse:

    “Aprender sobre sexualidade na escola ou na rua não tem muita diferença se levar em consideração políticas como essa que supervalorizam a opção que visível e sensivelmente pode ser associado à prática sexual. Basta observar o comportamento de homossexuais jovens e se perceberá logo nas conversas que eles – em sua maioria – possuem vida sexual ativa e não poucas vezes promíscua.”

    Velho, cuidado que isso daí vai dar cadeia, e eu vou ser o primeiro a denunciar, viu.

  • Roberto disse:

    As crianças ainda estão em fase de formação. Colocar algo anti-natural como isso iria confundir a mente delas. SEPAREM BEM AS COISAS. Existem pessoas homofóbicas, mas a maioria são aquelas que sabem que homossexualismo é errado por ‘n’ motivos mas não se pronunciam em preconceito. Tenho 3 amigos gays com quem convivi e convivo muito bem, mas derramaria sangue para que o mundo não sofresse o ABSURDO de algo assim se tornar normal. O limiar entre prevenir a homofobia e incentivar a homossexualidade dessa forma que está sendo mostrada é extremamente perigosa. E em hipótese alguma deve ser feita!!!! CHEGA DE “DOIDEIRAS” NESSE MUNDO! CHEGA!

  • Francisco disse:

    É vejo a que ponto nos chegamos, e caminhamos para mais! O respeito a pessoas de uma orientação sexual diferente deve sim ser feito, mais de modo menos agressivo e estimulador de uma atitude que uma criança em um estado de formação ainda não é capaz de absorver, acredito eu que isso deformaria o processo de formação de nossas crianças, e outra com tantas coisas mais urgentes a se fazer pela educação de nosso país, se fixa a atenção de maneira demasiada numa questão que não é FUNDAMENTAL, no caso da homofobia… “Quanto mais o homem se distância do Criador, mais ele não se reconhece”.

  • Lindsay Loura disse:

    O que é natural? Você é natural? O ser humano não é natural? Ele foi feito de quê? Creio que todos os seres nasceram da mesma forma. Ou alguém aqui quer dizer que em determinada idade a criança tem o dever de escolher sua opção, assim como após terminar o segundo grau devemos escolher o curso ou a faculdade onde pretendemos estudar?
    RESPEITO! O mundo precisa de respeito e sinceramente não é isso que esse blog se propôe. Uma luta uma batalha de héteros, NATURAIS, contra gays, impuros? É isso que vocês querem? É por falta de respeito que muitas crianças chegam em casa chorando e não querem voltar ao colégio pq o amigo HÉTERO o chama de viadinho. Passar por isso e tratar de forma NATURAL é o adequado? Ser desrespeitado é NATURAL?
    Sugiro que o mantenedor desse blog ocupe-se mais em fazer algo menos APOLÓGICO e mais ESCLARECEDOR, já que trata-se de um estudante de JORNALISMO. Será que na sua faculdade já falaram sobre LAICIDADE? Você sabe o que é isso? E o sistema O POVO, que possui veículos que prestam tantos serviços à sociedade, onde estão que não veem o que está sendo feito nesse espaço?

  • Amigos,

    Conceteza o fim dos tempos está mais próximo do que eu esperava.

    Com esse tipo de coisa vou ora muito pra Jesus voltar o mais rápido possível.

    Não tenho nada contra, cada um faz o que quer da sua vida, mais esse tipo de coisa eu não concordo.

  • Roberto disse:

    Cara Lindsay,

    Não é natural o homossexualismo. Você quer comentar sobre Laicidade… Quer obrigar que todos pensem deixando a religião de lado? Ou quer o que realmente a constituição fala? Que o povo seja livre? Hoje, 70% deste país é cristão. Temos nossas opiniões formadas com base na Palavra e na nossa fé. Não confunda as coisas. Como disse antes, HOMOSSEXUALISMO NÃO É NATURAL; NÃO É ESCOLHA DE VIDA. Se fosse, todo ser humano teria nascido com os dois órgãos sexuais. Mas não, Deus criou o homem completamente homem e a mulher completamente mulher. Isso é o natural! Realmente nada justifica o preconceito, mas já comentei no meu post anterior. Tenho 3 amigos gays que preso muito, e eles sabem da minha opinião. Mas nunca os tratei de forma diferente, muito menos com desrespeito. Preste bem atenção nas suas palavras e veja no futuro. Se a grande maioria da população mundial fosse gay quais seriam as conseqüências? Um VERDADEIRO CRISTÃO não trata com desrespeito. Este é um hipócrita, e as mais duras palavras do Evangelho que Jesus fala são contra os hipócritas. Se uma criança, na escola, trata outra mal nesse sentido… O problema é a educação familiar. Crianças não têm a capacidade de discernimento que um adulto tem, ou seja, coloquem projetos nas escolas para os pais dos alunos. Até porque, os crimes mais violentos contra os gays vêm de pessoas mais velhas. Deus abençoe!

  • Erick disse:

    Nosso país vem se tornando, dia após dia, em vergonha para as nações. A nossa democracia está ruindo, com o socialismo excludente e o marxismo que aliena. Precisamos, mais do que nunca, urgentemente, de Cristo.

  • carlos andré disse:

    Com todo respeito, mas fico horrorizado ae ver a reação de Alex acima (o psicólogo). Amigos, se não querem ler a bíblia, pelo menos leem algo a respeito da psicologia de crianças (como PIAGET) e como isso as afeta, já que este é o intuito. Uma foto dessas, meus amigos, incita a própria pedofilia!! Há outros modos muito melhores e condizentes com os intuitos final que é contra o homofobismo. Devemos amar a todos e a todas! Preconceito não.

  • Daniele disse:

    parabens pela iniciativa,precisamosde pessoas que tenham coragem de falar dessas barbarie

  • Rogerio disse:

    Procurei ser o mais objetico e apesar do tanho vale apena ler.

    O caso da “Bianca” é uma total perda de identidade, ocasionada por conceitos e experiências erradas e este vídeo ao meu ver vai gerar uma grande confusão na cabeça das crianças. Não cabe a nós sermos qualquer coisa, somos o que somos aquilo que fomos feitos para ser. Não podemos passar por cima da nossa natureza, simplesmente porque temos vontade, devemos ser guiados pela nossa inteligência a luz de Deus, e não pelas nossas emoções e desejos que pode nos levar a viverem grandes sofrimentos com os quais esse garoto certamente viveu e vive. Penso que todo criador ou inventou quando cria alguém ou alguma coisa certamente é para algo especifico. O criador do espremedor de limão não o fez para ser qualquer coisa, para espremer laranja, alho, ele fez pensando no limão, todas as suas curvas, resistência, materiais foram feitos para harmonizar com o limão, com o seu formato, com sua acidez e resistência. Contudo somos livres para usar o espremedor da forma certa com limão ou da forma errada com laranja ou alho e pagar o preço dos transtornos. Assim somos nos criados por Deus para ser aquilo que somos. Será que ele nos criaria para sermos qualquer coisa? Ou ele nos criou para sermos algo especifico? Acredito que existe um plano de felicidade para cada um de nós, um caminho que nos completa e nos realiza e o primeiro passo é aceitar o que somos e como nascemos, mesmo não tendo o cabelo que eu queria, a cor dos olhos que eu queria, o peso que eu queria mas compreendendo que aquele que me criou tem um plano de felicidade para mim como eu sou do jeito que ele me fez, feio ou bonito que são conceitos genéricos, afinal será que Deus que me fez me acha feio? Ou são os padrões da moda que me dizem que sou feio?. Claro que Deus nos fez belo aos olhos dele. Dai muitas vezes ao invés de buscarmos a Deus para ele nos revelar a nossa beleza e sermos aquele que ele pensou e assim encontrar um caminho feliz que ele pensou individualmente para cada um de nos, preferimos buscar essas respostas em outras pessoas e em outros locais, afinal quem me conhece mais que Deus que ele mesmo me fez ? Ninguém. Mas eu, mesmo assim insisto em perguntar aos outros quem eu sou, pergunto a moda quem eu sou?, Pergunto a TV quem eu sou? Pergunto aos meus amigos quem eu sou? Pergunto as minhas emoções quem eu sou? Pergunto as minhas dores e traumas quem eu sou?E esqueço-me de perguntar a quem me criou quem eu sou? Deus pode nos revelar pela oração quem somos e para que propósito ele nos criou, e qual os planos que ele tem para mim. A felicidade e a identidade de cada um de nos só pode ser revelada pelo nosso criador, e eu pergunto: Até quando continuaremos a buscar respostas erradas nos cantos errados? Esse garoto buscou resposta nas suas experiências traumáticas, buscou na voz dos que o abusaram, dos que só queriam usar e abusar dele para poder saciar seus desejos e pobre dele que acreditou e aos poucos foi esquecendo-se de si e adotando uma nova personalidade ditada pelo seu próprio carrasco, pela moda, e por pessoas que feridas assim como ele foram compartilhando dores e se identificando e por desconhecer a Deus como aquele que me criou, desconsidero o que ele possa me ter para falar e me entregando decido ser as minhas dores em vez de ser aquilo para qual eu fui criado. A misericórdia de Deus é grande e tenho certeza que ele não desistiu deste garoto, e Deus certamente vai continuar falando e guiando ele para o seu plano quer seja na dor ou no amor. Ouvir a voz de Deus as vezes é difícil para os que não conhecem, como reconhecer a voz de quem eu nada sei? Afinal são tantas vozes que ouvimos, TV, moda, amigos, inimigos, nosso carrasco, demônio, nos mesmos. Deus é uma pessoa e se cada um de nos desejar conhecer essa pessoa buscando a ele no local correto, e eu o encontrei na Igreja Católica, seremos felizes, pois independente do tamanho de nossas feridas ele pode e deseja nos curar só precisamos permitir. Deus abençoe a todos.

  • Aramis disse:

    Estes doentes estão querendo empurrar a ferro e fogo, a NORMALIDADE dos atos obcenos. Insanos. Incautos. Iníquos. Só porque fizeram a opção por ser isano, querem mais direitos que os outros. Engraçado que se um cristão for agredido, o agressor é penalizado por agressão. Mas se um gay é agredido, eles não querem só a pena por agressão como todo mundo. Eles querem uma super-proteção do estado.

    [editado]

    Estamos realmente no fim dos tempos. As pessoas realmente estão decidindo o lado que irão ficar. Este é o arrebatamento. Esta é a separação do joio e do trigo. Não é Deus quem escolhe, mas o próprio homem.

    Este governo comunista, mentiroso, em favor de satanás, quer liberar o aborto, incentivar o homosexualismo, perseguir cristãos…

    A Verdade tem que ser proclamada. Doa em quem doer. Custe o que custar. Incentivar o homosexualismo é como encher a casa de vasilhas pra criar mosquito transmissor da dengue. Isso é que deveria ser crime.

    UM ABSURDO!

  • Aramis disse:

    ô Alex Zenaide. Você é psicólogo é? Poderia me dizer sua opinião do porquê tantas pessoas procuram um psicólogo hoje em dia? A ponto das universidades despejarem todo semestre, centenas de profissionais desta área em todo ocidente.
    Porque profissionais como a Super Nani estão em alta em todo ocidente?
    O que aconteceu com a educação ocidental?

    O que aconteceu meu caro, é que o LIBERALISMO destruiu a célula da sociedade. Você gosta de história? Então deve saber como isso tudo vai terminar. Dá uma olhana na sociedade romana dos primeiros séculos depois de Cristo. Nero, Calígula, Espartacus.

    Você sabia que o homosexualismo no Imério Romano era tão “disceminado” que as mulheres passaram a ter modos de homem para poderem atrair os homens e procriar? Sabia disso Dr. Alex?

    Você sabia que quando os bárbaros invadiram Roma a sociedade estava dilacerada? Sem nenhuma estrutura familiar?

    Estamos caminhando pra isso, pelo que vejo com seu apoio né Dr. Alex?!

  • Alice disse:

    Como canta Zeca Baleiro “se você não sai do armário, entre no armário comigo também…”. Antes de mais nada, porque toda essa preocupação com o tal “kit gay”? O que tem no seu inconsciente que te afligi tanto? O que te pega nisso?
    Pois é, vá pro analista – rápido. Assim como nós tivemos por muito tempo preconceito com negros (e ainda existe), preconceito e opressão contra as mulheres (quem fez a história do pensamento e política ocidental foram em maior parte: homens, e quem é vítima de violência doméstica e pouca ascenção na vida profissional, política e pública: mulheres), dentre outras injustiças baseadas no sexo, na cor, agora tentamos criar através das diferenças de orientação sexual, desigualdade entre semelhantes.
    Afinal de contas, o que pode haver de tão diferente assim entre nós? Cuidado, olhe bem pra você primeiro antes de olhar para fora… você poderá estar cometendo uma grande injustiça, assim como alguns de nossos ditadores no passado cometeram. Não queira ser lembrado assim, com tanto desprezo. Lembre-se do amor, acima de todas as coisas. Não crie pelas diferenças, desigualdades… esse é o único e maior crime. Como diria fernando pessoa: “o mal, o único mal verdadeiro são as fições sociais…”

  • Will disse:

    É engraçado quando as pessoas dizem “imagine se todo mundo fosse gay… a raça humana acabaria” e acham que isso é argumento…

    Veja: imagine se todos os homens fossem padres e todas as mulheres fossem freiras… Supondo que todos vivessem a castidade, a raça humana também seria extinta! E agora, será que também acham que ser padre ou freira é errado???

    Pior que isso é quando as pessoas acham que os gays escolhem ser gays… Só quero que essas pessoas me digam em que momento de suas vidas elas “escolheram” ser heterossexuais.

  • Ricardo disse:

    Will, desde que nasci eu escolhi ser heterossexual. Quando cresci e passei a ter capacidade plena de pensar, de agir, falar etc, confirmei essa escolha, pois entendi que a opção sexual de um homem é por uma mulher e vice-versa. Da mesma forma que aprendi e entendi que devemos ser solidários ao invés de egoísta, de falar a verdade ao invés da mentira, ser autêntico ao invés de falso. De que adiantaria eu querer ser mulher se nasci homem? Estaria sendo mentiroso e falso não com os outros, mas comigo mesmo, com o meu próprio ser. Tenho que ser aquilo que realmente sou. Fui gerado homem e assim vou exercer minha masculinidade por toda minha vida. Não vou endoidar achando que nasci homem e terei que exercer a feminilidade, pois não a tenho dentro de mim. Isso eu deixo para quem foi gerado como mulher. Seguindo essa linha de raciocínio, também não vou endoidar achando que sendo o meu nome Ricardo eu posso assinar como Luís Inácio Lula da Silva, que morando na Fortaleza “bela cheia de buracos” eu teria a mesma qualidade dos transportes públicos de Londres, que nesse momento em que estou digitando no computador eu poderia substituir o enter pela alavanca da máquia de datilografia … Tenho respeito pelos homossexuais, mas não concordo com a opção sexual deles. E com esse mesmo respeito, acho que eles deveriam procurar seguir o espiritismo, pois assim teriam a chance de, em outra encarnação, mudar de sexo (se é que a doutrina espírita permite isso).

  • Roberto disse:

    Engana-se, Will. É necessário que seja antes buscado a fundo sobre o assunto antes de comentar sobre ele. O Sacerdócio é uma vocação DADA POR DEUS a seletos dentro da igreja católica. Não é o homem quem deve dizer, “eu quero ser padre”. Isso estaria totalmente errado! É um chamado de Deus. E não há o que discutir porque isto é questão de fé. Então sua comparação foi equivocada. Mas eu entendi o seu ponto de vista. Quando comentei, “Se a grande maioria da população mundial fosse gay quais seriam as consequências ?”, não me referi apenas à procriação. Há fatos tão graves quanto, entre casais gays. E vou repetir uma palavra que li certo dia… Qual o motivo de ser tão mais batalhado essa história de homofobia ou de direito dos gays? Porque é um mercado que dá dinheiro para empresas públicas e privadas! Enquanto, por exemplo, ao direito dos cadeirantes? Ou dos idosos?

  • Roberto disse:

    Agora… Eu muito raramente faço apreensões. Nem mesmo gosto! Vocês, que são gays e simpatizantes, estão se fazendo de mártires. Quando alguem fala qualquer coisa a respeito, tratam logo de preconceito e se fazem de vítimas. Isto é fato! Porque todos os outros sofredores de preconceitos não fazem o mesmo? Afrodescendentes, cadeirantes, deficientes físicos… Porque apenas vocês, meus queridíssimos irmãos, se autoflagelam dessa forma? Nós amamos vocês, e amamos muito, pelas pessoas que são! Certamente! Mas nós não amamos seu pecado. “OH! ELE DISSE QUE É PECADO!” É!!!! É pecado sim a partir do momento em que tornam ato a sua tendência. E não queremos que este pecado tome conta das nossas famílias! Entendam isso de uma vez por todas, que muitas vezes não é preconceito! Vocês agem de forma de seja! Também não os julgo por fazerem isso, já que são tão maltratados; mas maneirem e não se afastem daqueles que podem realmente ser seus amigos e irmãos! Me perdoem no fundo do coração se disse algo que magoei! Deus abençoe!

  • Will disse:

    **Ricardo, eu sou homem, gay e com certeza muito mais “macho” do que muito cara por aí. Você está influenciado pelos estereótipos que a mídia promove do gay, associando-o a trejeitos femininos. Eu não sou assim e sou gay. Não tenho jeito de mulher, não queria ter nascido mulher e não nasci. Sou homem com muito orgulho. Não tenho vontade de nascer mulher em outra vida, mesmo porque não acredito em reencarnação. Não se ofenda, estou apenas lhe informando sobre isso. A mídia deturpa a imagem do gay então você não tem tanta culpa por pensar assim.

    Interessante você ter dito que escolheu ser heterossexual. Mas pense bem… você escolheu mesmo? Ou será que desde que nasceu os seus instintos sexuais jã não eram voltados às mulheres? Porque se for assim, não foi escolha. E você disse que escolheu desde que nasceu… interessante. Eu mesmo, até uns 5 anos pelo menos, nem escolhia minhas roupas… quem dirá minha orientação sexual. Aliás, nem imaginava que isso existia… Nem pensava em me relacionar sexualmente com alguém… nem sabia o que era sexo… muito menos pensaria em com quem quero fazer sexo(!!!). Mas se você diz que escolheu…

    Em algum momento você refletiu algo do tipo “será que é melhor ser homo ou hétero?”. Ou você em algum momento ficou em dúvida se sentia atração por homens ou mulheres? Porque se você nunca passou por isso, então você não escolheu, você apenas seguiu seus instintos.

    Eu escolhi minha profissão. Queriam que eu fosse engenheiro. Eu quis ser professor. Ganharia mais como engenheiro, mas pesei os prós e contras e entendi que seria mais feliz como professor. Isso eu escolhi. Agora, ser gay, isso eu não escolhi. Passei muitos anos frequentando grupos de oração e missas de libertação, rezava o terço todo dia, li a bíblia inteira, e alguns clássicos católicos como os livros de São João da Cruz, Santa Teresa D’Ávila, Santa Teresinha, Santa Faustina, Cidade de Deus, Imitação de Cristo e até a Suma Teológica… Além de buscar a fundo conhecer a Igreja, li encíclicas papais (o que me levaram a me afastar da RCC)… Enfim, um verdadeiro católico, ao contrário do “católico brasileiro”.

    Eu tentei de todas as formas deixar de ser gay, “me curar”, “me libertar”… Hoje entendo que Deus não me curou disso porque não há nada de errado em ser gay. Claro, essa é minha opinião e vocês, católicos, não têm obrigação nenhuma de concordar com ela. Já não sou mais católico e não tenho religião nenhuma.

    Sabem, eu não vejo vantagem alguma em ser gay. Mas se é o que eu sou, eu me aceito! E sou feliz agora que me aceito!

    **Roberto, a mídia com certeza usa os gays como meio de ganhar dinheiro. Mas isso não faz com que as reivindicações gays justas (como a união civil) se tornem erradas. A mídia, quando convém, também promove o Padre Marcelo e o Padre Fábio de Melo. Será que a mensagem que eles transmitem passa a ser ruim só porque foi promovida pela mídia? O que você acha? A mídia só pensa no dinheiro e na audiência que esses padres lhe trarão, não pensa na evangelização. Você considera a mensagem deles contaminada por isso? Será que a causa cristã que eles divulgam passa a ser ruim só porque algum emissora está ganhando dinheiro por trás disso?

    Não estou dizendo que todas as causas gays são corretas ao meu ver. E sim, há muita gente usando os gays pra se promover. Há muito disso na política e por isso é necessário que especialmente os gays fiquem atentos a isso.

    E não generalize. Eu defendo a liberdade de expressão. Sim, você tem o direito de dizer que a prática homossexual é pecado. Não me ofendo. Se quiser, pode dizer como meu pai, que todos os gays irão para o inferno. Você tem esse direito. Eu defendo o seu direito de dizer isso. Certamente você não apóia a agressão a homossexuais, então está tudo bem. Eu defendo a sua liberdade religiosa. Você pode dizer que “fora da Igreja não há salvação” se você quiser, você tem esse direito.

    Há muitas pessoas, geralmente ligadas às esquerdas políticas, que possuem interesse em restringir a liberdade de expressão. Não é isso que defendo. Mas vale o outro lado também… Eu tenho direito de criticar as posturas religiosas que eu achar incoerentes. Eu uso esse direito. Democracia.
    ______________________________________________________
    ***Agora um conselho principalmente aos que forem pais: vocês tomem muito cuidado quando forem falar mal dos gays nas casas de vocês porque pode ser que vocês tenham filhos gays e nem desconfiem! Meus pais ainda não sabem que sou gay e sofro bastante com os terríveis comentários que escuto deles sobre outros gays. Recentemente, deixei de ficar calado e sempre que eles falam mal de gays eu os defendo. Eles já devem desconfiar de alguma coisa, mas com certeza não querem aceitar. Ainda mais pelo meu passado enfurnado na igreja. Quem imaginaria que aquele adolescente tão fervoroso fosse gay…

    Então você, que é pai, tome cuidado com suas palavras. Não estou dizendo que você deva concordar com seu filho ser gay. Mas pelo amor de Deus, sempre deixe claro que você o ama incondicionalmente, porque dói pra um filho imaginar que as convicções religiosas de seu pai são maiores que o amor que ele tem ao filho.

    Eu melhorei bastante quando eu falei pras minhas irmãs que sou gay. Elas não mudaram em nada a forma de me tratar e deixaram bem claro que não se importam com isso, não têm vergonha de mim. Eu me senti amado por elas. Sei que meus pais me amam, mas sei que eles não me tratariam da mesma forma se soubessem… meu pai muito provavelmente me expulsaria de casa. Ainda mais porque ele é evangélico e não poderia habitar na mesma casa que alguém “que caminha direto para o inferno”, numa de suas usuais expressões…

  • Wildson disse:

    É nessas coisas que estão investindo o nosso suado dinheiro??? Pelo amor de Deus? Aonde vamos parar. Bendita iniciativa Vanderlúcio, bendita coragem, bendita ousadia.

  • Eu disse:

    Eu sou gay, e sou desde pequeno, lembro de quando no primário me sentia um “ET” entre as outras crianças, parecia que eu era de outro mundo e que ninguém poderia saber disso, caso contrario seria martirizado….não pude ser uma criança normal, pq não encontrei apoio para ser, os professores notavam que eu era diferente mas ao invés de se preocuparem com o aluno introspectivo da sala, apenas se aliviavam de ter pelo menos um que não dava trabalho.
    Em fim, não precisei ter cartinhas para ser gay, nem tão pouco penso que algo do gênero me tenha influenciado. Apenas sou assim, como se tem pele clara ou escura, cabelos crespos ou lisos, sem previa escolha.
    Não tenha medo que seu filho se transforme em um gay, apenas tenha medo de tirar-lhe o prazer de viver, caso ele seja. Não acredito que o vídeo ou qualquer material possa mudar a sexualidade de uma criança/pessoa (é absurda a quantia de amigos que tenho que tentaram ser heteros, recorrendo a todo tipo de terapias e métodos para isso, e sem êxito).
    Precisamos abrir os olhos e enxergarmos que gays não são apenas as pessoas que necessitam ter aparência física do sexo oposto, não são todos criaturas “caricatas” como a mídia cômica apresenta. Eu sou homo de verdade (nunca me relacionei sexo e sensualmente com mulheres) e nem por isso deixo de ser homem, e também não tenho nada contra quem deseja se vestir de mulher, qual o crime nisso??
    É muito cômodo para os cristãos usarem a Bíblia em defesa de seus preconceituosos ponto de vista, mas porque não a seguem por completo, já que se importam tanto. Porque ninguém é assassinado/excluído da sociedade por ser mentiroso, glutão, avarento, idolatra, etc. porque ser gay é o grande pecado?? Eu sou evangélico, por incrível que pareça, e sei que Cristo nunca disse nada a respeito, tudo que ele ensinou foi amor e amor, não pense que repudiando alguém você esteja praticando a justiça, alias esta escrito que Deus tem apenas uma medida, e Cristo veio tanto para os judeus quantos aos gregos.
    Eu (como gay que sou) não sinto necessidade de tratamento privilegiado, apenas gostaria de ter minha vida como qualquer cidadão tem direito, de por exemplo, entrar num supermercado de mãos dadas com meu parceiro e ficarmos a vontade, sem ter um monte de espectador nos olhando de cara feia, de dizer que meu conjugue é Ele e assim por diante.
    Resumindo, não vai ser 5 min de vídeo que fará uma criança gay, mas com certeza esse trabalho pode facilitar e muito a vida dos que são.

  • ALEX ZENAIDE disse:

    Aramis querido a super Nani não é psicóloga e sim pedagoga ok! Conheço sim e sei muita história e sei que ela pode ser mudada.
    Você quer dizer que um homem mesmo que sinta atração por outro homem, ele vai ter que ficar com uma mulher afim de procriarem que bobagem é essa! Você me parece que é uma pessoa esclarecida então estude, estude o comportamento humano ok! o STF JÁ DISSE TUDO. Sejam felizes casais gays!!!!!!

  • Fábio disse:

    É isso meu amigo combater essa pouca vergonha e nessesario , continu fasendo isso pois isso é vergonhoso todos temso uma origem,
    somos criados pro Deus , para Gloria dele e não para vegonha, isso tem aver com religão sim pois sem Deus não existe o ser Humano, o qual ele fez Homem e mulher, e mandou enxer a terra de seus filhos , por isso o sexos maculino e feminino, para pocriar encher a terra, essas pessos que escolherão essa opção sexual , deverião saber que els são frutos de uma mulher, e devia louvar e aruma uma pois , eles podem ser a té transexual , perecer muito mas nunca vai conseguir ser mesmo uma nunca vai poder ter um filho do seu proprio corpo nunca só se eles inventasse uma lei obrigando a Deus faser isso, é ruim em, sou contra bater eles afinal eles se não se arrepender vão pagar diante de Deus caro , Deus não é mau , mas ele e justo e tem compromisso com sua palavra e quem não aceita ela esta livre pra faser o que quiser, porem vai ter que paga eternamente por sua escolha diabolica.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *