Ancoradouro

Catedral de Fortaleza obrigada a fechar as portas

355 49

Catedral de Fortaleza

Com informações atualizadas nesta manhã de segunda-feira,07, às 10h37.

Durante a missa das 18h deste domingo (06) foi anunciado pelo pároco da Catedral Metropolitana de Fortaleza, Clairton Alexandrino que a Igreja da Sé fechará as portas por tempo indeterminado. O motivo é a ocupação da calçada e o entorno do templo pelos feirantes. “Para a missa que acontece pela  manhã é impossível os  fieis estacionarem e até mesmo entrar no templo para a oração”, disse o sacerdote que só celebrará no próximo domingo se alguma medida for tomada .

Por telefone, Pe. Clairton Conversou com o blog ANCORADOURO. “Fique claro que meu pedido é que haja uma solução para os feirantes que precisam trabalhar. Contudo,não pode ser na porta da Catedral. Os fieis me exigem uma solução, mas eu não posso dá-la, cabem às autoridades competentes, pois não tenho jurisdição sobre a calçada. Por isso fui obrigado, com a anuência do senhor bispo, a tomar esta medida drástica de fechar o templo”, desabafou.

Outra reclamação é  a sujeira. Até dejetos humanos são deixados no lugar causando constrangimento para os funcionários que precisam deixar o espaço limpo. “Isto causa um prejuízo enorme. Se coloco um cadeado no portão eles quebram para poder colocar os carros, cedo, no estacionamento. Ultimamente quebraram um portão de ferro.  Quem vai ressarcir este prejuízo à Catedral?”, questiona o pároco.

Fieis reclamam das peças íntimas expostas na grade do estacionamento. “É um absurdo. Deveriam procurar outro lugar para comercializar os produtos”, afirmou  Francisca Lúcia que participa da missa do domingo no período da noite junto com a família.

Na missa da manhã deste domingo (06), Pe. Brendan McDonalds levou quinze minutos para entrar na Igreja por conta da obstrução do portão. “Isto é um absurdo”, declara Pe. Clairton. O responsável pela Igreja ainda afirma que o problema se arrasta há muitos anos. Antes, os feirantes utilizavam a Praça. “Na época ao receber o Núncio Apostólico (representante do papa no país) eu não pude fazer o ritual que prescreve o recebimento da autoridade eclesiástica pela porta da frente da Catedral. Tive que recebê-lo pela porta dos fundos”, relembrou.

Ainda segundoPe. Clairton  a última atividade do templo será, hoje,  a oração do terço da Misericórdia que estava programado. Depois, a Igreja fechará as portas e só abrirá quando uma solução for dada pelo órgãos competentes.

O Blog ANCORADOURO entrou em contato com a Secretaria Executiva Regional do Centro de Fortaleza (Sercefor), responsável pela área. No momento os responsáveis não puderam atender por estarem em reunião na Secretaria de Segurança Pública do Estado. Comprometeram-se em entrar em contato assim que a reunião terminasse.

O blog acompanhará o caso e manterá os leitores informados sobre o assunto.

49 Comentários

  • marcelo disse:

    Colocando um ponto de vista: Porque o Pe. vai fechar a igreja? Porque ele não junta os fiéis e vai evangelizar os feirantes? O mesmo já se demonstrou sensível com a causa dos feirantes e agora dispensa uma oportunidade por conta de uma dificuldade? Não é de hoje que a igreja enfrenta esse tipo de dificuldade. Absurdo acho é fechar uma Igreja por conta da realidade que mesmo sendo difícil tem condições de ser revertida através do dialogo.

  • rogerio disse:

    no minimo nebuloso essa do pade querer fechar a catedral sera que nao e pq ele esta com alguma ilegalidade por ai e por isso precisa se ausentar da igreja,afinal vemos tantos casos de pedofilia,homossexualismo e outras coisitas pq e muita dramatica essa atitude falei e pronto…..

  • Miguel Arcanjo disse:

    Isso me faz lembrar a passagem onde Jesus expulsa os vendedores do templo.
    Parece a reviravolta nos tempos, acontecendo a mesma coisa.
    O Que devemos fazer?? No passado tiraram esses mesmo vendedor da praça em frente, e o poder judiciário resolveu esse problema.
    Poder Publico e da Ordem Publica por favor nos ajude a resolver esse problema, pois em nome do dinheiro, que não retorna ao governo, querem acabar com todos os patrimônios de nossa cidade.

  • Fernando Carvalho disse:

    É por essa e outras medidas que a igreja católica vem perdendo espaço, pois atitudes assim mostra o quanto elitista ainda é a igreja católica. A cúpula da igreja penaliza os fiéis porque não tem competência para conviver harmonicamente com a comunidade, e através de uma atitude arbitrária quer forçar a solução de um problema sem contudo mobilizar a comunidade para uma solução pacífica e adequada. Imagino como está sendo a condução da evangelização dos fiéis, já que a igreja mostra que não tem paciência e perseverança…
    ACORDA!!!!!!!!!

  • Dr. Mundico disse:

    O que o pároco está tentando com seu ato é justamente provocar o diálogo e a tomada de posição pelas autoridades municipais que primam pela omissão e desídia. Como qualquer templo, a catedral merece respeito e um mínimo de civilidade e dignidade nos seus atos religiosos. Não podemos mais compactuar com o descaso e negligência que norteia a prefeitura desta cidade. Não há mais regras, normas, princípios, coisa nenhuma. Só falta aparecer algum humanista bem remunerado (calma, estou sendo irônico) propondo a construção de mais um camelódromo com o dinheiro do contribuinte. Parabéns ao pároco por sua coerência e ousadia.

  • David Coelho disse:

    Falta por parte da Prefeitura Municipal de Fortaleza solução para o caso. A incompetencia da administração municipal e visivel em todos setores.

  • manoel soares de lima disse:

    as autoridades não fazem nem a parte prioritária por lei que é o direito da cidadão de transitar livre pelas as calçadas, veja o exemplo da rua solom pinheiro em frente o parque das crianças, ali vai ficar igual a praça da sé, quanto mais pela nossa catedral o que devia, finalmente ali tambem é um ponto turistico da cidade,que Deus toque o coração deles indepentente de tempos de eleições.

  • Kleber disse:

    Falta “PULSO” “COMPETÊNCIA” alguém que coloque ordem na casa, lembro que em Sobral quando Cid era prefeito, tirou todos os ambulantes do centro. Se está errado tem que consertar!!! A igreja impôs respeito.

  • Cidadão disse:

    A cidade está sendo saqueada por invasões de toda ordem: – são barracos, ambulantes e até mesmo comerciantes e hoteis de luxo. Assim, pouco a pouco as áreas públicas são tomadas e o lazer, a beleza, urbanidade e civilização se perdem definitivamente aos olhos do povo sob o descaso das autoridades que preferem tapar olhos e ouvidos pois acreditam que tomar de volta o que é público tem um custo político alto demais (as eleiçoes vem aí). Sempre tem alguém que defende as ilegalidades sob argumentos de emprego e falta de moradia e assim em pleno séc XXI Fortaleza lembra uma vila medieval, suja, feia e perigosa. A lei deve ser cumprida por todos. Os feirantes devem ser retirados!

  • Antonio Andrade disse:

    Sr. Rogério digamos que fosse em frente a sua casa, ou em seu comércio, qual seria a sua atitude? Você iria se preocupar primeiro com a pedofilia, homossexualismo, marginalização, ou iria retira-los de frente.

  • Paulo Ricardo disse:

    O Poder Público não pode permitir que particulares ocupem calçadas, ruas e praças públicas. Vivemos em um estado democrático de direito, mas deve haver um mínimo de ordenamento, sob pena de caminharmos para o caos social.

  • José de Alencar (além túmulo) disse:

    Acredito que o padre tomou sim a atitude correta. Penso que as autoridades devem retirar esses “feirantes”. Aos críticos do padre peço que façam um pequeno exercício mental e imaginem esse tipo de situação em frente de suas casas. Vejam bem: Portões arrombados, excrementos, bloqueio do acesso. Será que você crítico sairia para “evangelizar” os invasores? Além de tudo a catedral é um ponto turistico e patrimônio material da cidade que portanto deve ser protegido. Essas pessoas devem (como todos) pagar impostos e ter sua atividade regulada.

  • Renato disse:

    Gostaria que estas pessoas que estão contra a atitude deste Padre, levasem todos este vendedores barulhento para as portas de suas casas. A sim, verás se ele tem razão ou não.

  • Hélder Hamilton disse:

    Os gestores públicos municipais pecam, atualmente, por falta de autoridade. Os espaços públicos (calçadas, ruas e praças) não podem ficar a mercê de interesses particulares. Ainda, não atinjimos (sociedade) um grau de maturidade suficiente para apostarmos apenas no espírito de coletividade e de bom senso dos cidadãos. Fiscais e polícia foram criados para fazer valer o bem comum.

  • Fernando disse:

    A cidade de Fortaleza esta vivendo a 7 anos e alguns meses uma verdadeira ANARQUIA, são vendedores ambulantes por todo lado, sao flanelinhas estorquindo os cidadãos, são os limpadores de para brisa nos semaforos, sao os catadores de lixo atrapalhando o transito, sao os fotossensores multando ate tartarugas. Agora mais essa…. até a casa de DEUS estão invadindo e ninguem faz nada, o padre esta certissimo. Os fieis catolicos é que devem expulsar a prefeita, seus postes e seguidores. Quanto a “concorrencia” da igreja catolica, que ao inves de estarem falando um monte de besteiras neste blog, deviam apoiar a causa e serem solidarios com seus irmãos filhos de DEUS. Falei.

  • silva disse:

    tem que respeitar a casa de Deus,a calçada da minha casa pertence a minha casa.quém faz barulho lá fora na calçada eu não gosto. minha cidade e no litoral e toda ano o carnaval era na praça, acontecia tudo,vendia bebida,tinha brigas, e este carnal não era certo lá e a prefeitura fez outra praça e tudo foi resolvido e o palco fica na praça proxímo a praia. que tudo se resolva. paz e tudo de bom para todos nesta terrinha passsssssageira.

  • Diogo disse:

    A atitude do padre nada tem de elitista…muito pelo contrário!!! Quem leva a discussão do fato para este lado nunca foi ao centro da cidade nos dias em que ocorre esta feira. Ali é o que se pode chamar “terra sem lei”. Não há qualquer respeito ao espaço público; qualquer ordenamento; qualquer regra. Os feirantes pensam que, sob o argumento que precisam sustentar a família, tudo pode e isto está ERRADO. Passou da hora da Prefeitura tomar uma posiçào sobre aquilo. A atividade dos feirantes visa lucro, sendo eminentemente privada. Como tal, deve se submeter as restrições impostas pelo Poder Publico e nao o inverso. Antes de mais nada, nenhum interesse tenho pelo negócio dos feirantes, respeitando-os por demais. Mas só gostaria de trazer a discussão para o enfoque que deve ser dado a matéria…e foi isso que Padre Clairton quis fazer!!

  • José Carlos disse:

    Poxa,Rogerio, como tu é alienado, cara ? Agora porque o padre tomou uma atitude é por que ele é pedofilo ? tenha paciência meu amigo e pense antes de falar, pra você não levar um processo nas costas !

  • Nodilon disse:

    Evangelizar os feirantes?! Faz-me rir!!!!

  • Samuel disse:

    Parabéns, padre! Não conheço, sequer sou católico, mas sua atitude é louvável, porque corajosa. Impressionante a falta de respeito dos nossos concidadãos de Fortaleza para com o nosso próprio patrimônio. Não há uma única referência histórica do Centro de Fortaleza que já não tenha sido alvo do próprio povo: a praça dos leões, o passeio público, a pça José de Alencar, a praça da Sé, agora até a Catedral…

    Espero que a Prefeitura dê uma solução… Pq esses camelôs são insistentes.. já foram expulsos da praça, agora afrontam a igreja.

  • JOÃO CLAUDIO disse:

    ESTÁ MAIS DO QUE CERTO ! ESTÃO QUERENDO FAZER A CATEDRAL UM MERCADO, DAQUI A POUCO ESTÃO DENTRO DA IGREJA. A PREFEITINHA NÃO ESTÁ VENDO ISSO?

  • Flávio Henrique disse:

    Mais do certo a atitude deste padre, Não devemos deixar um templo do senhor se tornar um templo do mercado. O que vocês querem é nossa catetral torne-se um templo da seita Canaã onde toda quarta e domingo mais parece um praça de alimentação de shopping. A força da Igreja não está na quantidade de fieis mais sim na fé dos que resistem. Não duvido nada que grande parte destes feirantes frequentam uma dessas seitas onde não há um minimo de respeito a fé dos outros apenas a visão do lucro, pois nestas seitas self-service o que inporta é o numero de seguidores pois quantidade é igual a lucro. Self-service porque há uma denominação para cada gosto, se você é um feirante tem a igreja do feirante , se você advogado tem a do advogado e se você é ladrão é que não falta. pois lá todos seus pecados serão perdoados em troca de uma humilde contribuição.

  • ZENEIDA FONTENELE disse:

    Lamentável … mesmo de longe, sempre me atualizo lendo o Jornal online.
    Falta de competência das autoridades .
    Isso jamais aconteceria aqui em Curitiba.

  • Vedison disse:

    Com certeza esse Rogério se acha o cara mais espiritual e inteligente da regiäo norte e nordeste, talvez até do Brasil. Ignorante ao extremo, vocë Rogério, deveria medir suas palavras antes de emitir asneiras em uma discussäo que merece a atençäo de todos que vivem e amam Fortaleza. Principalmente se säo fiéis a Jesus Cristo. Quando isso aconteceu em Jerusalem, Jesus expulsou todos do templo, näo tentou evangelizar ninguém, mas ele era o filho de Deus. Imagina o que os evangélicos, defensores dos direitos humanos e as autoridades iam dizer caso o padre fizesse o mesmo? Fernando Carvalho falou que a igreja näo consegue viver em harmonia com a comunidade. Isso só pode ser piada meu amigo. Vocë näo dever ser uma pessoa séria assim como o Rogério. Nunca vi nenhuma igreja evangélica ou de outra denominaçäo abrir portas para mendigos e pessoas carentes. Ao contrário, só abrem para os cultos, com fiéis membros de carteirinha ou alguns visitantes. Entäo qual será a igreja elitista? Nunca me cobraram dizimo na Igreja Católica, é a sua consciencia que manda. Näo tem perseverança! Verdade? A igreja que existe a mais de 2000 mil anos e que nasceu com Jesus Cristo näo tem perseverança? Vocës tem que estudar um pouco de história, aumentar a fé e a solidariedade, principalmente com os problemas que afetam a vida de todos ao seu redor, ao invés de lançar mentiras e julgamentos sem o menor fundamento. Julgar e mentir também é pecado, se vocës näo sabem disso.

  • LUCAS disse:

    Se fossem evangelicos,espiritas,umbanda,candomble,budista e etc que tomasse a mesma decisao do padre,sera que todos que comentaram em favor do padre seria a favor comnetaria em favor dessas outras religioes? ou teria comentarios contrario para nao dizer preconceituoso?

  • Rose disse:

    É lamentável ! a catedral da cidade , que é um cartão postal de nossa cidade, e além a casa de todos fiéis independente de classe social, conta bancária não poder entrar em sua casa de oração. Cadê a democracia o direito de todos…. fazendo da catedral : local para fazer necessidades fisiológicas entre outras coisas, acreditamos que o direito de um vai até onde começa o de outra pessoa, mas ai não está valendo…
    Seria bom que as autoridades pensasse um pouco a respeito desta situação, pois o local é visitado por fiéis e turistas…. VAMOS RESPEITAR!!! usar o bom senso e resolver
    Rose

  • Augustus disse:

    Os coitadinhos dos ambulantes merecem espaço para vender seus produtos, afinal eles chegam cedo nas suas “hilux” e infestam a cidade de Fortaleza de quinquilharias e tomam o espaço público, transformando-o em privados.
    UM GRANDE MERCADO ´PERSA’ QUE SE MULTIPLICA AOS QUATRO VENTOS DA CIDADE QUE É OMISSA DE AUTORIDADE MUNICIPAL.
    Absurdo!

  • sergio disse:

    Acho que a prefeita vai achar é bom ela demonstra não gostar dos cristãos sejam de qualquer igreja .

  • PAULO disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk votem nessa prefeita e no pt kkkkkkkkkkkkkk ainda vai padre dar apoio a essa corja.Essa secretaria regional do centro está doida para se eleger vereadora…VOTÉM NELA KKKKKKKKKKKKK

  • Jonas disse:

    Não vai fazer falta aluma. Um estacionamento seria bem mais útil.

  • socorro lima disse:

    o pe. quero deixar o meu apoio e dizer, que infelizmente as pessoas perderão o respeito (algumas), e as autoridades, o controle da situação, temos as praças, o centro tomados por ambulantes, ficamos sem condições de andar no centro de Fortaleza(CORREMOS O RISCO DE SERMOS ATROPELADOS, PQ TEMOS QUE ANDAR NO MEIO DA RUA) e agora sem condições de entrar até CATEDRAL, se não saírem numa boa, vamos fazer como JESUS fez, expulsá-los à CHICOTADAS. Mas vou pedir que o SENHOR, os conduza da melhor forma., e que os comentários maldosos sejam destruídos. amém…

  • Essa decisão do pároco deveria ter sido tomada ha mais tempo; é um grande desrespeito dos feirantes à catedral e à própria cidade, que, por sua vez, está entregue às baratas, aliás a uma baratona que nada faz, a não ser passear e vetar empreendimentos importantes para o Ceará, como estaleiro. É o cúmulo do abandono da capital. Mas, esperar o que do PT? Continuem votando nele. Em relação aos que criticam o padre, deduz-se fácil a quem eles são ligados. Parabéns, Pe. Clairton. Só recorrendo ao Cid, ou ao Papa.

  • Essa decisão do pároco deveria ter sido tomada ha mais tempo; é um grande desrespeito dos feirantes à catedral e à própria cidade, que, por sua vez, está entregue às baratas, aliás a uma baratona que nada faz, a não ser passear e vetar empreendimentos importantes para o Ceará, como estaleiro. É o cúmulo do abandono da capital. Mas, esperar o que do PT? Continuem votando nele. Em relação aos que criticam o padre, deduz-se fácil a quem eles são ligados. Parabéns, Pe. Clairton. Só recorrendo ao Cid, ou ao Papa. (Brasilia-DF)

  • ANTONIO disse:

    Lamenta´vel a situação em que se encontra Fortaleza! A continuar como está, em pouco tempo, será impossível andar pelas ruas desta cidade, cuja Administração se compraz em fazer discurso, monstrando-se incapaz de resolver os problemas graves que assolam a comunidade.

  • César Leite disse:

    Primeiro gostaria de parabenizar o Jornal … por oferecer um espaço tão democrático quanto este, proporcionando, tanto a pessoas coerentes, quanto a perfeitos idiotas, tecerem suas opiniões. A organização e utilização do espaço público para a organização de feiras e eventos é de inteira responsabilidade da senhora prefeita de Fortaleza. É ela quem tem a obrigação de negociar e, se for o caso, retirar os ambulantes das cercanias da Catedral que não só é um local de culto e oração mas também é ponto de atração turística do município. Padre Clairton tem todo o apoio de seus fiéis. Quanto aos senhores como Rogério e Jonas, perguntem a seus pastores se o ódio religioso os levarão ao céu.

  • Maria disse:

    Concordo com o Sr. Fernando, a gente paga todo tipo de imposto e não tem direito de pára o nosso carro na via pública em lugar nenhum desta cidade, pois marginais travestido de trabalhador(flanelinha) a exirgir pagamento por se estar parrando o carro na via pública. Onde está o IPVA, seguro obrigatório , IPTU etc. Que se paga todo ano ?

  • Pereirinha Linhares disse:

    cidade sem prefeito é ..
    o que falta mesmo é Autoridade, é aquilo que o vulgo chama “Moral”

  • LUCIO BRIGIDO NETO disse:

    Moro em Teresina(PI) e aqui tivemos a sorte de ter um prefeito com a coragem suficiente para retirar todos os camelôs do centro de nossa cidade. Foi construído, pela prefeitura, um prédio onde abriga a todos de forma justa, bem localizado e de fácil acesso.
    Pode ser que aí o que falte mesmo é gestão municipal com coragem e competência para resolver o porblema.

  • EDUARDO disse:

    A PREFEITA DEIXA OS COITADOS DOS FEIRANTES CHEGANDO EM SUAS HILUX, COROLAS, L200 E CARROS NACIONAIS DO ANO PARA DEIXAR AS SUAS MERCADORIAS NA PORTA DA SEFAZ QUE SE FAZ DE CEGA E A CULPA É DO PADRE.

  • Celio disse:

    Realmente o pároco tem toda a razão. Estão defecando ao redor da igreja e o mau cheio é terrível. Calçada é local de cuirculação de pessoas, não de venda de produtos. Cidade com prefeitura incompetente é assim mesmo. Nunca soliciona problema algum, mormete desse tipo que envolve ambulantes.

  • Valbor disse:

    Quem da população, de bom senso, cumpridor de sua cidadania, vai ser á favor de uma aberração dessas?. Quem conhece aquele povo, como eu conheço, e, se propuser a ser honesto, vai declarar, que ali não tem desempregado nenhum, os que faturam pouco, levam 2 mil reais de mercadoria e voltam para casa no mesmo dia sem uma peça sequer. Tem deles que vendem 8 mil reais por dia. Querem uma prova?. Vá lá comprar 1m2 de chão para ver quanto irão te pedir: é de 10 à 30 mil reais. Só é evangelizado quem quer. Não interessa se o padre é isso ou aquilo, o que se discute agora é esse absurdo. Eles nem dão o dízimo, nem pagam impostos ao estado e à prefeitura, ou seja, nem dão a César o que é de César, nem a Deus o que é de Deus. Enquanto isso os comerciantes legalmente estabelecidos são fiscalizados, são processados, pagam aluguel e ganham menos que essa elite travestida de gente humilde..

  • Costa disse:

    Vemos aqui um petista atacando o padre em vez de defender a cidade… Prefeitura, Sefaz, camelôs, tá tudo dominado. Imagine se sair no jornal nacional que a catedral de Fortaleza suspende as missas por causa da sujeira e da desorganização que reina na cidade da loura incompetente, ajudada pela Perdigão, outra incompetente.

  • Valbor disse:

    Senhores, sempre participo destes debates, mas nunca vi minhas mensagens publicadas. Será por alguma falha minha?. Acabei de postar uma mensagem, espero vê-la publicada. Vou repeti-la à seguir. Obrigado

  • Felipe disse:

    Eu acho engraçado todos estes que criticam a atitute do Padre, enquato que na verdade a culpa é do governo, só porque a atitude foi de um cristão católico, até casos de pedofilia ja foi citado nos comentários, Os seres deveriam analisar mais o lado um do outro, pois a prefeitura promete a anos atitudes que só pioram a situação, e por conta disso quem paga é a população.
    Feirante muitas vezes tem condições de pagar uma lojinha para exposição das mercadorias e não o fazem porque acham que ganham muito mais dinheiro vendendo na rua.
    Entenda uma coisa, somos católicos e não jumentos de cargas onde temos que aceitar toda e qualquer tipo de repressão, a vocês que julgam procurem analisar como um todo.
    A igreja católica nunca perdeu fiéis e sim inféis.

  • Sales Jr. disse:

    Enquanto isso a prefeita passeia na Itália.

  • CARLOS MAIA disse:

    O grande problema daqui é que a sra. prefeita não tem autoridade nenhuma com essa gente. Outro problema é que, os dez milhões de empregos prometido pelo então sr. presidente Lula foram transformados em dez milhões de camelôs. O Centro da cidade está impossível de se locomover com tantos camelôs espalhados por lá.

  • MARIA disse:

    CONCORDO TOTALMENTE COM A ATITUDE DO PADRE CLAIRTON. ELE ESTÁ CERTO. FUI PARA A MISSA ONTEM E NÃO CONSEGUI ENTRAR NO ESTACIONAMENTO, ESTAVA UMA CONFUSÃO DE FEIRANTES QUE TOMARAM CONTA DE TODA A REDONDEZA. QUEM NÃO VIU NÃO PODE CRITICAR. É UM ABSURDO AQUELES FEIRANTES FAZEREM DA IGREJA UM COMÉRCIO E O ESTACIONAMENTO DA IGREJA SENDO UTILIZADO PELOS FEIRANTES E PESSOAS QUE VÃO FAZER COMPRAS. O ESTACIONAMENTO É PARA QUEM VAI À MISSA. PADRE CLAIRTON, MEUS PARABÉNS PELA ATITUDE E CORAGEM

  • AS VEZES É PRECISO RADICALIZAR ,FOI O QUE O PE.CLAIRTON FEZ,QUEM SABE AGORA A PREFEITURA TENHA UMA AÇÃO MAIS ENÉRGICA E DE UM BASTA DE VEZ NESSA FALTA DE RESPEITO.

  • marcia disse:

    O povo de fortaleza é quem PAGA O POLICIAL DA CASA DO BISPO, E SOMOS UM ESTADO LAICO..
    PORTANTO QUE A CATEDRAL SEJA BOAZINHA, E DEVOLVA ESTE FAVORZINHO.. DEIXANDO OS FEIRANTES ..
    rendendo dinheiro e assim, eles ganham para poder pagar seus impostos e o governo.. poder continuar pagando O guarda estadual DO BISPO
    só a igreja que quer ter regalias..

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 9 =