Ancoradouro

Marcha pela Vida Contra o Aborto acontece em Fortaleza neste domingo

188 4

O Movimento em Favor da Vida (Movida) promoverá em Fortaleza, no dia 11 de novembro, a Marcha pela Vida Contra o Aborto. A concentração será a partir das 16 horas no Aterro da Praia de Iracema, próximo ao Ideal Club. O evento vai contar com o apoio voluntário da cantora Elba Ramalho, que no próximo dia 9 estará em Fortaleza para mobilizar o público para o evento. Os organizadores convidam a população de Fortaleza e esperam contar com a presença de todas as pessoas que defendem a vida desde a concepção.

Marcha pela vida

A Marcha pela Vida Contra o Aborto tem o objetivo de buscar o apoio da população para sensibilizar o Congresso Nacional contra a legalização do aborto, proposta embutida dentro da reforma do Novo Código Penal Brasileiro, que, com urgência, está sendo analisado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, presidida pelo senador cearense Eunício Oliveira.

 
Uma consulta popular recente, constatou mais uma vez, que a legalização do aborto não tem o apoio da sociedade brasileira. A pesquisa realizada pelo DataSenado foi divulgada no último dia 24 de outubro, e revelou que 82% da população do país manifestou-se contra a descriminalização da prática quando realizada por livre escolha, sem que a gestação seja fruto de estupro ou implique em risco de vida para a mãe. “Acreditamos que asolução não está no Aborto e sim na criação de políticas de saúde de prevenção à gravidez indesejada”, revelou Fernando Lobo, presidente do Comitê Cearense do Movimento Brasil Sem Aborto.
Durante a Marcha pela Vida Contra o Aborto, serão colhidas assinaturas para o Estatuto do Nascituro, Projeto de Lei brasileiro de 2005, que garante a proteção integral do feto. O Movida é um movimento supra partidário e supra religioso que conta com o apoio de instituições e entidadescatólicas, espíritas, evangélicas, entre outras.
 
Sobre a Reforma do Código Penal Brasileiro:
O Projeto de Lei PLS 236/2012, que tramita no Senado Federal  desde 09 de julho deste ano, deverá ser votado até o final deste ano. Trata-se de uma ampla reforma do atual Código Penal Brasileiro em vigor, que, se aprovado, vai despenalizar e incentivar práticas de crimes como Aborto, Eutanásia e Infanticídio.
Um dos capítulos mais preocupantes e que merece atenção especial da sociedade civil é o que trata sobre os CRIMES CONTRA A VIDA. Anova proposta pretende descriminalizar o aborto, se este for realizado até a 12ª semana de gestação e vai diminuir as punições em relação a este crime. Quanto a Eutanásia, o novo Código apresenta uma flexibilização muito perigosa para o direito à vida dos doentes terminais, bem como adescriminalização do Infanticídio.
A tramitação do Projeto de Lei do Novo Código Penal pode ser acompanhada pelo link:http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=106404
 
Serviço: Marcha pela Vida Contra o Aborto
Data: 11.11.2012 (Domingo)
Horário da concentração: 16h
Local da concentração: Aterro da Praia de Iracema, próximo ao Ideal Club

Recomendado para você

4 Comentários

  • Fernando Luiz Duarte disse:

    Deus nos deu a vida e Maria é um exemplo de Mãe quem somos nós para impedirmos a continuidade da vida no lugar supostamente mais seguro do mundo o Utero materno , evitar gravidez é perfeitamnte valido, porém matar um inocente e indefeso ser é inaceitavel !

  • raimundo disse:

    Sou a favor do aborto. A decisão final deve ser da mulher! Hoje o aborto é considerado crime contra a vida e, no entanto, milhares de mulheres, principalmente jovens, abortam e vão continuar abortando. Como o fato é crime, elas vão à clínicas clandestinas ou tentam sozinhas abortar. Em seguida, algumas morrem, outras chegam quase mortas aos hospitais. Essa realidade não vai mudar. Tem que legalizar para que essas mulheres possam comparecer à clínicas especializadas e hospitais preparados para garantir e satisfazer com segurança a sua vontade de abortar.

  • Luis disse:

    Sou a favor da vida e portanto contra o aborto em quaisquer circunstâncias. Nem mulher, nem homem, nem ninguem pode decidir assassinar um inocente! O fato de haver pessoas que cometem o crime não é de maneira alguma motivo para legaliza-lo. Estas mulheres precisam de apoio psicológico, de amparo, precisam conhecer o absurdo que estão comentendo inclusive contra a propria saude física e psicológica… Sem falar é claro, do crime horrendo que cometem. devemos apoiar as mulheres sempre, para que ela estejam sempre dispostas a lutar pela vida de seus filhos. Que haja clínicas para dar apoio para que a mulher seja capaz de levar sua gravidez a frente e ter seu filho com saúde. A maioria absoluta das mulheres que recebem apoio psicológico, quando estão em situação de desespero, pensando em praticar o crime do aborto, acabam por mudar de ideia.

    Vida sim! Aborto nunca!

    PS. Eu estive na marcha pela vida. Eu colhi assinaturas para que se aprove o Estatuto do Nascituro. A maioria absoluta das pessoas que foram convidadas a assinar aceitaram de muito bom gosto!

    Nossa Senhora interceda junto a Cristo para que este crime jamais seja legalizado em nosso país.

  • Junior disse:

    Raimundo, já parou para pensar que se você pode ser a favor do aborto é porque você teve a chance de nascer? A mesma chance que você quer negar a outros seres humanos?

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =