Ancoradouro

Comportamento de risco é causa de violência no universo gay

441 12

“Em 2011 morreu 1 homossexual a cada 26h”, foi o que notificou o relatório do Grupo Gay da Bahia, organismo que traz como bandeira o combate à Homofobia. Os dados não partiram de uma pesquisa científica, apenas da coleta de material que circulou na imprensa.

Segundo o jornal Estadão os números ainda “inclui suicídios, casos em que as vítimas foram confundidas com homossexuais e mortes de brasileiros no exterior”. Tudo é registrado como homofobia, palavra que a rigor significa ódio aos homossexuais, muitas vezes levando à violência física.

O que os veículos de comunicação não frisaram, por descuido ou intenção, é  que a maioria dos crimes acontecidos a gays, lésbicas, travestis e transsexuais são de origem passional ou decorrentes da exposição destas pessoas a situações de risco. No Ceará, por exemplo, dos seis crimes contra homossexuais três deles aconteceram em um quarto de motel.

O Blog apurou

Sabe aquele conselho “não fale com estranhos”? Pois é, parece que os homossexuais não o seguem e o resultado pode ser fatal.

A produção do blog ligou para um número de bate-papo voltado para o público gay. Sob o pseudônimo de Pedro, o produtor contactou 10 gays aleatoriamente e todos toparam um encontro íntimo com o desconhecido cujo contato foi feito apenas em um telefonema no bate-papo. Sete aceitaram o encontro em suas próprias casas e três em outro ambiente, como motel ou na casa de “Pedro”.

A culpa dos assassinatos segundo o Grupo Gay da Bahia é debitado na conta dos heterossexuais que ainda recebem a pecha de protagonistas de uma sociedade homofóbica quando na realidade a violência contra os gays nasce entre eles mesmos.

Ao invés de rotular a sociedade de homofóbica e chamar os crimes de “homocauto”os ativistas gays  deveriam promover o combate ao comportamento de risco entre eles mesmos.

 

 

Recomendado para você

12 Comentários

  • Thiago disse:

    “a violência contra os gays nasce entre eles mesmos”

    assim como a causa dos estupros claramente está no comportamento feminino! É isso?

  • Lauro disse:

    Então, de acordo com sua “lógica”, a culpa é da vítima, e não do agressor…

  • Bruno disse:

    Pois é, Thiago… Nunca li algo tão irracional e absurdo.

  • Luis disse:

    Os fatos são claros. A maioria dos casos de violência contra os gays acontece entre eles mesmos.

    Vanderlúcio não está justificando a violência contra os gays ou concordando que assim deva ser. De fato é muito lamentável e inaceitável que continue a acontecer. Deve-se buscar solução pra violência, de maneira geral, que é um problema sério na sociedade. No entanto, os gays militantes atribuem os casos de violência contra os gays aos “homofóbicos” e isso, pela análise dos fatos, é um grande erro. Foi apenas isso que o ‘blogueiro’ mostrou.

    A comparação feita por Thiago e com a qual Bruno parece concordar é que é irracional. Pois não há nada no artigo a respeito de violência contra as mulheres, a não ser no caso das que são incluídas entre os homossexuais, que é assunto do artigo. Os comentaristas também não trazem nenhuma informação a respeito do grau de envolvimento entre as mulheres vítimas de estupro e os estupradores… Como então se pode fazer tal comparação? Faltou razão, sobrou emoção…

  • Bruno disse:

    Luis, vc é digno de pena, apenas.

  • Bruno disse:

    Meter covardemente uma lâmpada no rosto de alguém com o instinto cruel de causar a dor física, sem NUNCA ter visto essa pessoa na vida, é culpa do “comportamento de risco” do cidadão? Qual o comportamento? Andar na rua com liberdade assim como todos os nossos semelhantes? O que isso rapaz? Agora a gente vai passar a culpar a vítima? Isso é desprezível. Violência não se justifica…

    Lembro de um caso no interior de Alagoas, durante uma festa junina, dois irmãos GÊMEOS foram agredidos por um grupo de heterossexuais pq estavam ABRAÇADOS… Um deles foi tão espancado que morreu. Detalhe: eles eram héteros tb, estavam apenas demonstrando afeto um pelo outro…

    Em São Paulo, há pouco mais de um ano, pai e filho foi barbaramente agredidos pelo mesmo motivo, estavam abraçados… Nem preciso dizer q eles tb n eram homossexuais… Mas e se fossem? Mereciam apanhar? NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA VIOLÊNCIA NUMA SOCIEDADE COM CIVILIZADA.

    Infelizmente n posso fazer nada se vc não conseguiu entender a comparação que o Thiago fez. A ignorância é uma coisa tão triste.

    É preciso ser realmente muito medíocre pra tentar achar uma justificativa para condutas irracionais. Sou heterossexual, mas acima de tudo sou um ser humano, muito humano, minha orientação sexual é apenas umas das minhas muitas características. Não admito nenhum tipo de violência…

  • Bruno disse:

    Luiz, qual foi a parte do “Comportamento de risco é causa de violência no universo gay” que vc n entendeu? Está claro sim! O blogueiro tentar irresponsavelmente justificar a violência contra homossexuais em função de sua “conduta” de risco.

  • Luis disse:

    Bom dia Bruno,

    antes de mais nada é necessario que se diga que não concordo com a violência contra gays, heteros, mulheres, crianças, adultos… caso você não tenha entendido. Se a violência é causada simplesmente pelo fato dea pessoa ser gay, ou negra, ou branca…. o caso é ainda mais sério e merece ainda mais nossa repulsa e indignação. Concordo com vc quando se opõe à violência contra os homossexuais, portanto.

    No que se refere ao texto do blog, Vanderlúcio faz uma análise sobre os noticiários a respeito do assassinato de homossexuais e conclui que a maioria dos casos não tem motivação “homofóbica”. Já os casos que vc apresenta agora (e parece ter concordado com Thiago pensando neles, daí tanta emoção…) parecem se encaixar nessa categoria (embora ninguem tenha explicado até hoje o que de fato é homofobia). Perceba que Vanderlúcio não nega que haja crimes cometidos contra pessoas simplesmente pelo fato de serem homossexuais. Ele apenas constata que a maioria dos casos de assassinatos de homossexuais não se encaixa nessa categoria, como a imprensa e o movimento gay quer nos fazer crer. E mostra mais ainda: grande parte das vítimas têm como agressores os parceiros, ou seja, homossexuais também. Daí se conclui que a maioria das agressões acontecem por otivo passional ou pelo comportamento de risco.

    A análise foi feita em cima dos dados. Thiago quis sugerir que as agressões sofridas pelos homossexuais que se arriscam na prostituição é semelhante à violência sexual sofrida pelas mulheres, de maneira geral. Ele teria de mostrar dados sobre a relação entre o estuprador e a mulher vítima de agressão sexual, mas onde estão dos dados? Na cabeça dele como os que vc citou agora estavam na sua?

    Se há análise irracional aqui é a dele e a sua quando concordou com ele. Mesmo vc apresentando esses três casos não traz novidade pois no seu post Vanderlúcio não exclui esses casos.

    Concordo que não haja justificativa para violência numa sociedade civilizada, portanto não se explica a forma violenta como esses ativistas gays reagiram à manifestação pacífica desses jovens católicos em Curitiba (no link abaixo)

    http://padrepauloricardo.org/blog/ativistas-gays-agridem-jovens-catolicos-durante-manifestacao-pro-familia-em-curitiba-pr

    Que se faça no mundo a Paz de Cristo.

  • Bruno disse:

    O que fica claro, Luis, é a tentativa desesperada de fazer parecer com que os crimes motivados pelo ódio aos homossexuais sejam classificados como crimes cotidianos, os quais qualquer pessoa (hétero ou não) estaria passível de sofrer.

    Qto à análise comparativa de Thiago, vou desenhar para vc poder entender: Há quem defenda (inclusive setores da igreja católica) que os estupros sofridos pelas mulheres são motivados pela forma como elas se vestem. Culpa delas, por provocarem desejos no homem. Entendem que é o comportamento feminino que faz com que o homem perca a cabeça e cometa o crime.

    Mais uma vez eu volto ao irreponsável título do post: “Comportamento de risco é causa de violência no universo gay”

    Qual comportamento de risco? Me explique. Pq se for mediocremente descrito pelo blog ao afirmar que “A produção do blog ligou para um número de bate-papo voltado para o público gay. Sob o pseudônimo de Pedro, o produtor contactou 10 gays aleatoriamente e todos toparam um encontro íntimo com o desconhecido cujo contato foi feito apenas em um telefonema no bate-papo. Sete aceitaram o encontro em suas próprias casas e três em outro ambiente, como motel ou na casa de “Pedro”.”, devo dizer que o blog abusa de desonestidade intelectual ao relacionar a homossexualidade à condutas promiscuas.

    Ao contrário do que o blog tenta sofrivelmente dizer, o número de casos de homofobia é muito além do que o divulgado. Por preconceito, inúmeras delegacias se recusam a classifcar os casos.

    Antes de falar do que não sabe, acesse o blog “Quem a Homofobia Matou Hoje?” http://homofobiamata.wordpress.com/ e confira vc mesmo, diariamente, os casos “de origem passional ou decorrentes da exposição destas pessoas a situações de risco.” Veja tb se “na realidade a violência contra os gays nasce entre eles mesmos.”

    Volta aqui e comenta.

    P.S. Qto ao video, procura no youtube outros videos da manifestação… Procura o início… Observa bem quem de fato ataca… Mais uma vez, aprecie os fatos corretamente…

    Sinto tanta pena da igreja católica, essa instituição tão pacífica… Nunca torturou ninguém! Nunca condenou ninguém…

    P.S.2 Procura tb saber quem é Rebecca Kadaga, parlamentar de Uganda que recebeu a benção pelo Papa Bento XVI em 14/12/2012… Pq ela merecia ser abençoada justamente pelo “santo padre”? Vc diz que é pro vida e contra violência né? O que me diz disso?

  • Bruno disse:

    Quando o Movimento Negro, os Índios ou as Feministas divulgam suas estatísticas, não se questiona se o motivo de todas as mortes foi racismo ou machismo… Pq exigir só do movimento LGBT atestado de homofobia nestes crimes hediondos?

  • paulo disse:

    O PROBLEMA É QUE OS GAYS GOSTAM DE SE ROTULAR COM NOMES HORRIVEIS!!!E QUEREM ROTULAR ORESTO DO MUNDO COM SEUS NOMES CIENTIFICOS…QUANDO A DISCRIMINAÇÃO É ISSO,SE AGISSEM NORMALMENTE SABERIAM QUE ESTA LUTA NÃO EXISTE CONTRA ELES,AO INVES DE SER COMBATIDO A VIOLANCIA E A DISCRIMINAÇÃO COM OS PROTESTOS ESTA SENDO GERADA UMA GUERRA FRIA! E A LIDER DO MOVIMENTO DIZ QUE A FACA ESTA SENDO AMOLADA!!PRA MATAR QUEM??ISSO NÃO É VIOLENCIA??PESSOAS ESTÃO USANDO VOCES PRA FALAREM SEUS DESEJOS DE VINGANÇA QUE NADA TEM A VER COM OS PROBLEMAS ENFRENTADOS POR VOCES,PRONTO DESABAFEI.

  • marcio disse:

    Eu fui vitima de um homem que conheci dentro do banheiro do terminal de ônibus da Lapa em S.P., ao sair do banheiro ele me paquerou e veio conversar comigo, me elogiou e me disse que eu era atraente, bonito e era um namorado desses que ele procurava, queria namorar comigo. Ele me disse que era policial, aparentava ter uns 28 anos, mulato, sarado, tipo machao, e uma rola de dar inveja,[…] tinha visto antes no mictório, o tipo que todo gay adora,….RESUMINDO ………A maioria dos gays são carentes,estava carente tb, e na minha santa ingenuidade, meus 22 anos, me deixei levar na conversa desse criminoso, e aquele olhar penetrante me conduzia e me levava ao perigo sem noção, a maioria cae de 4, e eu caí de 4 literalmente. O viado cae de 4 mesmo, e foi o que aconteceu comigo, ele me convidou para ir na Júlio Prestes, no centro de S.P. bem próximo da estação de trêm, paralelo a Santa Efigênia, existem “hotéis” na realidade chiqueiros, que vc paga 10 reais por uma hora, e não precisa se indenticar e não pegam seus documentos na recepção…. Ele me espancou, roubou todo meu dinheiro, meu celular, meu cartão de credito, me obrigou a passar a senha, me humilhou, me fez várias ameaças, me deixou pelado, debaixo do chuveiro e foi embora, por sorte e por Deus não me matou…..Estou aqui relatando este triste episodio em minha vida, que sirva de lição de moral para outros jovens gays, vou espalhar este informativo em todos os sites de comentários, espero que outras vitimas não caiam neste golpe,… Fiquem ligados, espertos, existem vários criminosos agindo nos grandes centros urbanos, principalmente em SP e RJ, dando golpes em gays, não caia neste golpe, principalmente em banheiros públicos, não aceitem convites de estranhos se fazendo de amorosos, e nunca entrem nestes hotéis pugueiros que não pedem documentos na entrada, eu fui muito tolo, nunca imaginei que um dia isso poderia ter acontecido, mas poderia ter sido pior, ele poderia ter me matado, sei-la aplicado alguma injeção letal,,,,,,,POR FAVOR, ESPALHEM, COPIEM MEU RELATO E ESPALHEM PELA REDE,,,,,,, OBRIGADO E QUE DEUS OS PROTEJAM SEMPRE, PQ EU SEI QUE FOI DEUS QUE PROTEJEU DO PIOR…..

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *