Ancoradouro

Marcha das Vadias queima boneca de Rachel Scherezade

273 3
Marcha das Vadias luta por respeito a mulher mas queima boneca de uma mulher.

Marcha das Vadias luta por respeito a mulher mas queima boneca de uma mulher.

A Marcha das Vadias aconteceu pelo segundo ano  na capital Paraibana e teve como atividade principal a queima de uma boneca  que trazia estampada  no rosto a foto da jornalista do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) Rachel Scherazade. A âncora do principal jornal da emissora é conhecida pelas opiniões contundentes rotuladas por feministas como conservadoras.

Evellyn Lima foi uma das coordenadoras da Marcha que tinha como objetivo, segundo ela mesmo, “a luta  pelo fim da violência contra a mulher”. Evellyn não explicou sobre a violência moral promovida pela Marcha a uma mulher, simplesmente porque esta tem uma opinião diferente da defendida pelo grupo.

A organização Marcha das Vadias perde credibilidade a cada manifestação por conta da agenda pautada na disseminação do ódio e vilipêndio de pessoas e instituições discordantes dos objetivos da séquito. Vale lembrar que durante a Jornada Mundial da Juventude um grupo da Marcha das Vadias quebrou imagens sacras, vestiu camisinha na escultura de Nossa Senhora Aparecida e se masturbou com um crucifixo em espaço público. 

Confira alguns comentário de Rachel Scherazade:

Rachel Sheherazade comenta sobre jovem que irá leiloar a virgindade

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9dzDHwpAYLU[/youtube]

Jornalista  fala no ar toda a verdade sobre o carnaval

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=VN6Kr5jFogY[/youtube]

Raquel Sheherazade fala sobre a perseguição a Marco Feliciano

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=T8aP4egrQ2M[/youtube]

Rachel Sheherazade comenta Depoimento de Xuxa

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NBzziWigGko[/youtube]

 

Recomendado para você

3 Comentários

  • A sociedade moderna está mergulhada no conceito de igualdade. Cada vez mais luta-se para equiparar o homem à mulher e vice-versa. Se a igualdade pretendida fosse em relação aos direitos civis, cuja necessidade é inegável, não seria, de fato, um problema. Porém, o que acontece é que esta sociedade moderna, eivada do relativismo cultural, quer é transformar a mulher no novo homem e o homem na nova mulher, invertendo e pervertendo os valores mais elementares.

    Deus criou o homem e a mulher em igual dignidade, mas quis que houvesse uma diferença entre os dois sexos. Esta diferença em “ser homem” e “ser mulher” faz com que exista uma complementariedade entre eles. Foram criados por Deus para formarem um conjunto, não um se sobrepondo ao outro, mas em perfeita sintonia um com outro. Lutar contra esse projeto, fazendo com que a mulher tente, por todos os meios, ocupar o lugar do homem é lutar diretamente contra o projeto de Deus, contra a natureza humana.

    A liberação sexual promovida pelos métodos anticoncepcionais, longe de trazer a sensação de igualdade entre o homem e mulher, transformou a mulher numa máquina de prazer, pois agora ela sabe que pode ter uma vida sexual ativa sem a consequente gravidez. Não precisa ter compromisso com o parceiro, não precisa sentir-se segura ou amada. Ledo engano. O que se vê são cada vez mais mulheres frustradas, depressivas, olhando para trás e percebendo que estão vazias, correndo contra o tempo para manterem-se jovens, pois nada mais têm a oferecer que não o invólucro.

    A liberdade da mulher, na verdade, transformou-se numa prisão. Hoje, elas se vêem presas a estereótipos ditados pela agenda feminista, cujo maior objetivo é destruir a essência da mulher, igualando-a ao homem. Transformando seus úteros em lugares estéreis e varrendo para debaixo do tapete o instinto natural da espécie: a maternidade.

    Portanto, urge que cada mulher, criada à semelhança de Deus, recupere o seu lugar na Criação. Que a mulher seja mulher em toda sua plenitude!!

  • charles disse:

    Olá Cida Walkasther belas palavras e com fundamentos também, não vou defender pontos de vista cristãos, mas ja que vc ja esclareceu por esse ponto de vista, vou lembrar um outro, vale ressaltar que desde os primórdios da criação da sociedade enquanto o homem ainda era um ser primitivo, a mulher já tinha seu papel , portanto Deus ou seleção natural ( não estou optando por nenhum ponto aqui ) de certo modo evoluiu esses seres de forma que ambos tivessem seu papel firmemente proposto, o fato do homem ter um condicionamento físico diferente da mulher não é apenas para diferenciar o gênero, mas sim há implicações nesses traços, como a mulher é dotada de outros fatores que o homem não possui, sendo assim tentar atribuir grandeza a um em relação ao outro é uma atitude idiota, como dar igualdade também é uma atitude menos inteligente ainda, quando ambos, animais possuem características complementares.
    Muito bom o post. estão de parabéns.

  • Ariane disse:

    Infelizmente essas “feministas” modernas não me parecem tão feministas. Exibir o corpo não demonstra força feminina, apenas atrai os olhares masculinos cheios de desejo sexual. Na verdade os homens não reparam nas reivindicações, apenas nos corpos.
    ..

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + dois =