Ancoradouro

Caso Padre Robson: “não houve desvios, nem laranjas”, declara Arcebispo de Goiânia

317 4

Após a deflagração da operação Vendilhões pelo  Ministério Público de Goiás (MP-GO), por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) que investiga possíveis crimes da AFIPE – Associação Pai Eterno e Perpétuo Socorro, ligada à Basílica do Divino Pai Eterno, de Trindade (GO), o Arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, se manifestou sobre o ocorrido  através de nota à imprensa e cartas aos Bispos e aos fiéis leigos devotos do Divino Pai Eterno.

Padre Robson comanda uma rede de devoção em todo Brasil ao Divino Pai Eterno.

No texto enviado à imprensa, o Arcebispo situa a operação do MP e faz uma alerta: “Trata-se, na verdade, de meias conclusões apressadas, ainda que de direito do MP, em torno de doações com finalidades específicas e que, dentro da normalidade legal, tiveram aplicações diversas para conservar seu poder aquisitivo, em função de investimentos futuros que estavam, há muito sendo cuidadosamente planejados, e que, no ano passado, redundaram na aquisição da TV Pai Eterno, braço maior da tarefa evangelizadora da AFIPE”.

Segundo Dom Washington, “Os valores das doações recebidos jamais tiveram destinação alheia aos objetivos da AFIPE. Houve investimentos diversos, dentre os quais propriedades rurais com todos os seus ativos, imóveis urbanos e emissoras de rádio”. O pastor dos católicos de Goiânia ainda afirma que “da finalização das negociações para aquisição da TV Pai Eterno, foram todos eles integralmente transferidos para quem de direito, no bojo nas negociações e implantação da TV. Não houve desvios. Não houve laranjas“.

“A Arquidiocese de Goiânia e a Congregação do Santíssimo Redentor estão tranquilas diante desses fatos, colocando-se à disposição do Ministério Público para esclarecimentos e para o encaminhamento de todo e qualquer documento solicitado, colaborando em tudo para se esclareçam as dúvidas ainda existentes”, declara o Arcebispo, e mais: “A Arquidiocese de Goiânia e a Congregação Redentorista estão atentas à movimentação do Ministério Público, envidando todos os esforços para que se esclareçam, o mais rapidamente possível, todas as questões envolvendo a AFIPE, no sentido de que se preserve a credibilidade da Igreja local, a boa-fé dos milhões de devotos e doadores da Associação”.

Carta aos Bispos

Aos Bispos, Dom Washington esclareceu que “a Associação caminha para contratar empresa de auditoria externa, de renome, no sentido de ser realizada uma ampla e profunda apuração de documentos e dados relativos à AFIPE”. O Arcebispo  informou sobre o afastamento temporário de Padre Robson para bom andamento das investigações e que “a Arquidiocese está atenta à toda a movimentação, atendendo a imprensa local e nacional, e envidando todos os esforços para que se esclareçam, o mais rapidamente possível, todas as questões envolvendo a AFIPE”. Dom Washington ainda comunicou que a Nunciatura Apostólica está ao par da situação por meio de atualizações feitas mediante desdobramentos da operação.

Carta aos devotos do Divino Pai Eterno 

Milhões de devotos do Divino Pai Eterno foram pegos de surpresa com as notícias sobre a operação e afastamento de Padre Robson. A eles, o Arcebispo também lhe dirigiu uma palavra: “A Arquidiocese de Goiás e a Província dos Missionários Redentorista de Goiás, estão abertas para apurar, com transparência, quaisquer denúncias em desfavor de seus membros”.

Baixe os documentos oficias na íntegra clicando:

 

Nota à  imprensa

Carta aos Bispos

Carta aos devotos do Divino Pai Eterno 

Recomendado para você

4 Comentários

  • Maria Amélia Braga disse:

    Sua bênção Sr Bispo!
    Sua bênção Padre Robson.
    Aguentem firme!
    Se Deus é por nós quem será contra nós! Nossa Senhora está com vcs. E nós tbm. Em Oração e apoio.
    Que o Espírito Santo traga luz e esclareça toda a verdade.

  • ALOISIO DE ARAUJO PRINCE disse:

    É preciso que se esclareça duas questões fundamentais: (1) residência luxuosa atribuída ao Pe. Robson; (2) causa e importância vultosa que teria sido paga pelo Pe. Robson por conta da chantagem que ele teria sofrido.

  • Farley xavier disse:

    Esse padre claramente é corrupto e não tem nada de religioso nele. Bandido.

  • Gilson José Vieira disse:

    É vergonhoso para nós católicos a posição do Bispo Dom Washington ao afirmar que não houve desvios nem laranjas. Ao defender os graves crimes de desvios vultuosos de recursos, ele admite que foi omisso e conivente com toda a situação, pois o brilho sedutor dos milhões de reais prevaleceu. Ninguém fez doações para compra de mais de cem áreas rurais, inúmeras residencias, rádios, Tv, casa de praia, postos de combustíveis, mineradora, hotel, apartamentos, bois, drogarias, clube, etc… As doações foram pedidas e efetuadas para a construção da nova basílica. Ninguém fez doações para serem transferidas para pessoas e entidades que não tem nenhum vínculo com a evangelização. Aconselho a Dom Washington a se esforçar e olhar esta situação com o OLHAR DE JESUS CRISTO. Jesus Cristo aprovaria todas estas negociatas? Estas ações são incompatíveis com a igreja edificada por Jesus Cristo.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *