Artesanato da Mente

Minha oração diante da pandemia do coronavírus

1 2

“E as pessoas ficaram em casa. E leram livros, ouviram, descansaram, se exercitaram, fizeram arte, jogaram jogos, aprenderam novas maneiras de existirem e ficaram paradas.

E então ouviram mais profundamente. Alguns meditavam, outros rezavam, já outros dançavam. Alguns encontraram as suas próprias sombras. E o povo começou a pensar de maneira diferente.

O povo foi curado. E, na ausência de pessoas vivendo na ignorância, perigosas, com a mente e o coração fechados, a Terra começou a se curar.

E, quando o perigo passou, as pessoas se uniram novamente, sofreram com as suas perdas, fizeram novas escolhas, sonharam novas imagens e criaram novas maneiras de se viver e curar a terra completamente, como haviam sido curadas.”

Kitty O Meara

***********

Li essa mensagem no facebook e me senti completamente tocado por ela. Essas palavras são uma verdadeira oração, incentivando ao autoconhecimento e à movimentação para os processos de cura coletiva.

O mundo inteiro está adoecido, e não é por causa do coronavírus em si. Penso que esse adoecimento vem de longa data e tem origem na ignorância do ser humano em achar que suas ações não geram consequências. A destruição dos recursos naturais, poluição, fome, guerras, concentração de renda etc. são apenas algumas das ações humanas que promovem transtornos, doenças e mortes.

A pandemia do coronavírus pode ser analisada de n formas diferentes. Quero, a partir desse lindo texto compartilhado, levantar as reflexões que venho fazendo nesse período de agravo e calamidade pública no Brasil.

Penso que não é fechando nossos corações e mentes que estaremos contribuindo para a melhora coletiva. Claro que a quarentena sugerida é fundamental para que esse vírus não se alastre ainda com mais força. Não tenho a menor objeção a isso, muito pelo contrário, é uma medida necessária nesse momento.

Porém, o que estou dizendo é que nesse período, o ideal é que, além de tomar os cuidados higiênicos necessários, é bom que busquemos a serenidade, respirar com profundidade, ler bons livros, ouvir pessoas sábias que têm muito a nos ensinar, alimentar nossa mente com boas reflexões, ouvir músicas bonitas, cantar, dançar, se exercitar. Podemos fazer tudo isso dentro de casa sabia?

Buscando essas pequenas atitudes saudáveis, estaremos promovendo nossa própria cura, para que depois que esse vendaval passar nós estejamos mais íntegros, mais experientes, mais amorosos e retomemos à normalidade com um grau de consciência maior.

Não estou dizendo que a terra vai se transformar num mar de rosas. Não tenho essa ilusão! Mas eu garanto que não sairemos desse transtorno do mesmo jeito. Muitas nações têm dado verdadeiras lições de solidariedade e espírito de coletividade.

Se soubermos olhar por esse ponto de vista e aguçarmos nossa percepção, conseguiremos ver que há muita coisa boa e bonita acontecendo, apesar de haver tantas pessoas doentes e algumas estejam até morrendo por conta do coronavírus.

Concluo esse breve texto deixando a sugestão de você ler essa pequena oração em diversos momentos. São palavras sábias e que têm um poder de elevar nossa vibração, nossos sentimentos e nos encher de esperança para juntos cooperarmos no processo de transformação desse período de caos em um novo período com mais consciência e amor…

Recomendado para você