Blog do Leão

Mudanças no querido estadual

961 5

 

Caros tricolores, a Federação Cearence de Futebol divulgou o novo formato do nosso campeonato estadual. Aquele certame que chamam “manjadinho” mas que nunca fica um ano sem carreata do time campeão, que o torcedor esnoba até o dia em que seu time conquista o título e ele fica em estado de graça e que o clube briga na justiça por um penta  e o outro borda uma estrelinha a mais sobre o escudo ao conquistar o tetra. Ninguem gosta, né? tá bom…
Pois o tão deficitário e lucrativo, amado e odiado, ultrapassado e agora moderno estadual está de roupa nova. Para se adaptar ao retorno do Nordestão ao nosso calendário, as mudanças no nosso manjadinho foram necessárias. Vamos tentar explicá-las e entendê-las, ou entendê-las e explicá-las, que é mais lógico.
O campeonato, mesmo sem poder usar todas as datas que antes era disponíveis, obviamente não poderia ter seu número de participantes reduzido, pois os 11 clubes têm este direito adquirido. Então a solução foi usar as datas em que Fortaleza e Ceará estarão ocupados com o Nordestão para que os 9 clubes restantes joguem entre si e daí saiam 6 classificados para formarem um octogonal com os dois do Nordestão ( o detalhe é que o primeiro desta fase leva 2 pontos de bonificação e o segundo leva um para o octogonal). Os três eliminados caem para a segundinha. E aí deste octogonal saem 4 para semifinais e finais. Pronto? Não! peraí!
Agora vem a grande sacada da Federação. O vencedor da 1a fase tem uma das três vagas do estado garantida na Copa do Brasil 2014. As outras duas vagas são para o campeão estadual e para o campeão da Fares Lopes. E o que tem isso de sacada? Ora, dando uma vaga para um dos que disputam a 1a fase, Ceará ou Fortaleza, no mínimo um dos dois não conseguirá a vaga pelo estadual. Mas vejam que nos últimos anos um deles sempre consegue uma vaga entre os 64 clubes da Copa do Brasil pelo ranking. Imagine agora que a competição terá 86 clubes. Ou seja, a Federação garantiu 4 clubes do estado na Copa do Brasil 2014( Ou 5, se o campeão for diferente de Fortaleza ou Ceará, pouco provável, mas…).
Quanto a reclamações de outros clubes sobre o fato de que Fortaleza e Ceará estejam “imunes” ao rebaixamento, é fácil analisar e chegar a conclusão que este benefício não é para os dois clubes, e sim para quaisquer clubes que sejam campeão ou vice estadual. É um privilégio que só vale por um ano e precisa ser renovado por mérito, basta chegar a final do estadual e abiscoitar uma das vagas do Nordestão que são dos finalistas. Fácil assim. 

Complicado? Bom… deixa pra 2013

5 Comentários

  • Pimentel disse:

    Desculpem a indiginacao, e a mudanca de foco.
    Somos blogueiros, tricolores e pessoas de bem, frequentamos estadio regularmente, e tudo isso que esta acontecendo nao pode passar imune, em vao.
    A onda de violencia esta um absurdo, fora de controle, preocupo-me em um dia, que pode ser breve infelizmente, deixar de ir a estadio.
    Ja nao vou a For x Cea desde de 2005.
    Nao quero deixar de ir aos outros jogos do leao.
    Desculpe Elenilson a fuga total e absoluta do tema.
    Li uma noticia agora no jornal o povo

  • Tom Tricolor disse:

    Em resumo, conseguindo o acesso à série B, teremos um belo calendário em 2013, com ótimas perspectivas e jogos emocionantes.
    Para quem se interessa em conhecer mais sobre a nova Copa do Brasil, segue um link bacana: http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_do_Brasil_de_Futebol_de_2013.

  • João Ximenes disse:

    EU acho o seguinte:

    1) o chamado “MANJADIM” tem de existir, pois nos garante futebol e rivalidade(muitas vezes exageradas e sem necessidade), ano a ano. Mas é disso que o futebol sobrevive: DA RIVALIDADE;
    7) CARREATAS da vitória? alguém em sã conciência, imagina uma carreata que não seja dos dois maiores? Se… como seria?
    3) Campeonato com roupa nova! INADIMISSÍVEL!
    4) acabaram de uma vez por todas, com as chances de outra equipe que não sejam os dois maiores de conquistar um campeonato, uma vez que os dois entram na segunda fase;
    5) renovar a condição do previlégio de entrar no decorrer da competição a cada ano, ficou ainda mais fácil para os dois;
    6) uma cota de R$ 150.000(cento e cinquenta mil contos) para dividir entre as outras equipes, vai ser a maior arrecadação já conseguida por elas em um campeonato;
    7) o que vai dar de LENGA-LENGA dessas equipes ao final da competição… que a Justiça desportiva e comum se organize.
    8) REBAIXAMENTO… os dois maiores já são IMUNES naturalmente;
    9) a única coisa diferenciada que enxergo aí, é o fato da “possibilidade” de um dos maiores ficar de fora de uma Copa do Brasil, já que só vai entrar o campeão direto do campeonato. Isso sim, dá mais um motivo para uma CARREATA extra.
    10) a aceitação dessa formula apresentada por parte das equipes chamadas “menores”, é de estranhar.

    Acumular mais ainda a COTA de campeonatos conquistados, vai ser uma BARBADA nunca vista.
    Ver o maior rival de fora de uma competição Nacional, melhor ainda.
    Que não seja nós a vitima dessa nova moda de campeonato onde os VERDADEIROS candidatos que tem a real condição de “ABOCANHAR” entram no meio, quando começando desde lá, já “PAPAVAM” todos.
    Essa é mais uma das muitas coisas que ainda faltava acontecer dentro do nosso futebol tupiniquim.
    Em matéria de titulos? pra mim tá ÓTIMO!

    Elenilson Dantas
    O detalhe é que se o Nordestão tivesse recomeçado já agora em 2012, Ceará e Guarani-J jogariam o Nordestão e já estariam na segunda fase ( imunes ao rebaixamento)do estadual, enquanto o Fortaleza começaria o manjadim já em janeiro junto com os pequenos. Notem que nem sempre Ceará e Fortaleza fazem a final do campeonato. Nos últimos 10 campeonatos, somente em 5 deles os dois maiores foram campeao e vice.

  • João Ximenes disse:

    E é esse o único ponto, que faz a diferença nessa nova formula do campeonato ELENILSON.
    Nem sempre Fortaleza e Ceará fazem a final.
    Mas sempre é um deles que ABOCANHA a competição.
    E entrando no meio, vai ser mais fácil ainda.
    É uma questão de opinião.
    Pra mim tá bom demais.
    É só mais chances para ampliar o número de titulos conquistados.
    PROS DOIS… DIGA-SE.
    Acreditar em outro campeão?
    É dificil até se imaginar tal POSSIBILIDADE.
    Mas nada é impossível né!

    Elenilson Dantas
    Só acredito na possibilidade de um campeão diferente de Fortaleza e Ceará quando aparecer outro Clovis Dias na Barra

  • Yuri disse:

    Quando o Fortaleza ganha um campeonato estadual o outro time obscuro e sem cores quer por fina força ganhar também um campeonato ou 5 de uma vez para não ficar atrás do Leão de aço. O pior que consegue na enrrolada.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *