Blog do Leão

Fortaleza 2×1 Botafogo-PB – Belo e complicado

1375 19
Correa foi o melhor em campo, mais uma vez. Foto: O Povo Online

Correa foi o melhor em campo, mais uma vez. Foto: O Povo Online

 

Caros tricolores, o Leão conseguiu um belo resultado no complicado jogo desta terça no PV. O adversário, o Belo, tem um esquema bem arrumado pelo treinador Marcelo Villar e a expulsão do zagueiro Carlinhos Rech foi decisiva para o tricolor furar a bem postada zaga paraibana. O árbitro, o complicado, tentou controlar o jogo, mas conseguiu somente enervar mais ainda os atletas que já estavam pilhados com o jogo que era duramente disputado. Marcando faltas que não existiam e deixando de marcar outras indiscutíveis, o juizão conseguiu irritar as duas torcidas.

Quanto à formação do time, só houve uma surpresa no time titular. Nedo lançou o estreante Cassiano que, apesar de ser um atacante grande, deu mobilidade ao ataque. A falta de ritmo de jogo dele é notória, mas a tendência é melhorar. Correa pra variar, o melhor em campo. Pio, além de acertar uma das quatro bolas que bateram na trave botafoguense, fez o gol salvador, mostrando mais uma vez que chuta melhor do que cruza. Portanto, não é lateral.

Mas enfim, belo mesmo foram os três importantíssimos pontos na difícil competição regional. Ufa…

 

Fortaleza 2×1 Botafogo-PB

Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 10/2/2015
Árbitro: Antônio Santos Nunes (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira e Francisco Nurisman (PI)
Cartões amarelos: Vinicius Hess (F), Cassiano (F), Wanderson (F), Pio (F), Auremir (F), Guto (B), Hércules (B),
Cartão vermelho: Romarinho (F), Max Oliveira (F), Carlinhos Rech (B), Zaquel (B)
Renda: R$ 99.260,00
Público: 7.018 pagantes (408 não pagantes)
Gols: Corrêa, aos 21min, Chapinha, aos 38min do 1º tempo; Pio, aos 35min do 2º tempo

Fortaleza:
Deola; Pio, Genilson, Adalberto e Wanderson;  Vinicius Hess (Romarinho), Auremir, Corrêa e Samuel (Daniel Sobralense); Lúcio Maranhão e Cassiano (Uillian). Técnico: Nedo Xavier
Botafogo/PB:
Genivaldo; Toty, Carlinhos Rech, Roberto Dias e Alex Cazumba; Zaquel, Hércules, Guto (Juninho) e Chapinha; Rafael Oliveira (Potita) e Doda. Técnico: Marcelo Vilar