Blog do Leão

Uniclinic 0x1 Fortaleza – Valeu pelos três pontos

1392 21

Tinga marcou o gol da vitória tricolor

 

Caros tricolores, a partida jogada no Domingão nesta noite de quinta só não serviu de sonífero porque começou cedo demais. Se fosse um jogo das 21h45min dificilmente todos os telespectadores teriam visto a bola na trave que o Uniclinic acertou no último lance. Provavelmente já estaríamos sentados no sofá com o pescoço segurando a cabeça caída pro lado, entre roncos e baba escorrendo no canto da boca.

A peleja começou às 19h, um horário complicadíssimo para o torcedor sair do trabalho e chegar a tempo em Horizonte. E o estádio vazio parece que contaminou de preguiça os atletas. Com o gramado pesado e a iluminação precária atrapalhou mais ainda o trato da bola.

Rogério continuou com o esquema de três zagueiros. Com isso, Bruno Melo ficou praticamente como atacante e sempre chegava com Edinho e Gustavo, e às vezes com Tinga, na área adversária. Porém as chances de gol não apareceram como se esperava.

Somente no segundo tempo, numa falha da zaga do Uniclinic que deixou que, na falta cobrada por Bruno Melo, a bola passasse por todos até chegar na cabeça do Tinga lá no segundo pau foi que o Leão conseguiu chegar ao gol.

Vimos também um Alan Mineiro pouco inspirado e desta vez nem as substituições surtiram o efeito desejado. Leonan, Osvaldo e João Henrique pouco acrescentaram em volume de jogo. E ainda pelamos o porco de não ver o castigo concretizado com a bola que beijou a trave aos 49 do segundo tempo. Ufa.

Foi só mais um jogo. Foi só mais uma vitória e nada mais.

Professor, tem que ver o preparo da galera, heim? tem caba de gravata vermelha no início do segundo tempo.

Viva os 3 pontos!

Arrocha, Leão