Blog do Vozão

Recordar é viver…

335 15

Em pé: Alexandre, Rafael, Lula, Djalma, Caçapava e Bezerra; Agachados: Katinha, Lira, Anselmo, Assis Paraíba e Josué

Amigos Alvinegros, dando uma olhadinha no baú, eis que me deparei com o vídeo da final do 2º turno do campeonato cearense de 1984, quando vencemos o Guarany de Sobral, no Castelão, por 2×0, com gols de Katinha e Anselmo, conquistando o turno e, consequentemente, o campeonato estadual de forma arrastão.

O time daquele ano foi um dos melhores que já vi atuando desde os tempos que me entendo como gente, dava gosto ver em campo Assis Paraíba, Djalma, Caçapava, Lira, Katinha e Anselmo, era certeza de um bom futebol. O time base era formado por Rafael; Alexandre, Djalma, Argeu e Bezerra; Caçapava, Lira e Assis Paraíba; Katinha, Anselmo e Josué e tinha no elenco o goleiro Samuel, o lateral direito Everaldo, o zagueiro Lula Pereira, que acabou disputando a partida final no lugar de Argeu, e o atacante Volney, só não me recordo que era o treinador naquele ano.

No vídeo abaixo será mostrado os melhores momentos da partida em que o Ceará conquistou o turno e o titulo. Para quem viveu aquele momento, mate a saudade, quem não viveu, aproveite para ver em ação jogadores que marcaram época no Vozão. O áudio do vídeo é baixo, sugiro aos amigos que usem o volume no máximo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tJtRwIgmYuE[/youtube]

Saudações Alvinegras!

15 Comentários

  • Domingos-Massapê-CE disse:

    Weiber, só reforçando, o TREINADOR ERA O ZANATA. Que saudades do bom futebol. Na época eu tinha 13 anos e estava no primeiro jogo em sobral em que vencemos também por 2 a 0, gols de katinha e josué. SA

    Caro Domingos, muito bem lembrado, Zanata era o treinador. Nesse jogo lá em Sobral, se não me enageno, foi que aconteceu aquela episodio em que o Luiz Torquato quis atirar no Argeu, não foi?
    SA!

  • Bosco disse:

    Katinha e Anselmo foram dois grandes jogdores que passaram no mais querido e fizeram história. Argeu também.

    Sobre o REINA;
    O Vozão não tem interesse na saida do REINA, o meia colombiano treinou nesta manhã em Porangabuçu. A negociação do jogador com o Seongnam, da Coréia do Sul, deve ser retomada apenas na quinta-feira (14).

    Caso não cheguem a um acordo com o clube coreano para pagar a multa recisória completa, Reina segue como atleta alvinegro e pode viajar para a partida contra o Joinville, no sábado, às 16h20min, em Santa Catarina.

  • PIO JUNIOR - BIRITEIROS ALVINEGROS disse:

    Meu caro Weiber, recordar é viver e os momentos que nos deixa muito felizes se tornam inesquecíveis.
    Esse domingo de 1984 foi de festa. Na época eu fazia parte da diretoria dos Gaviões Alvinegros e o Evandro Leitão fazia parte da diretoria do Carrocel Alvinegro. Tudo era muita festa com inúmeras bandeiras, fogos de aritifícios e nenhhuma violência. Assis Paraíba, Zé Eduardo e Rubens Feijão foram para mim os maiores e melhores camisa 10 da história brilhante do Vozão. Parabens pelo post e para te lembrar o treinador era Carlos Alberto Zanata que havia encerrado a carreira de jogador e tava começando como treinador. Saudações Alvinegras!!!
    http://www.biriteirosalvinegros.com.br

  • clodoaldo disse:

    Também estava no castelão bons tempos, que timaço, tempos que não voltam mais, pena agente só reconhecer isso hoje. Abraços Weiber obrigado pela recordação muito legal.

  • Sávio Feitoza Vozão disse:

    Caro Weiber, recordar é viver e VIBRAR muito também. Timaço do Vozão. Valeu a lembrança. Pra cima deles VOZÃO. Saudações alvinegras.

  • Bosco disse:

    É muito bom mostrar essas vitórias importantes WEIBER;
    Mas caríssimos torcedores alvinegros eu não entendi essa de “tempos que não voltam mais”!?
    O Ceará acabou então seus chorões?

    Vou mostrar dois fatos bem mais recentes:
    Aquela vitória de 2×1 sobre o Flamengo ano passado pela copa do Brasil em pleno Engenhão não foi tão bonita quanto essa vitória contra o Guarany de Sobral?
    E a vitória contra o Internacional e contra o Grêmio ambas em Porto Alegre ano passado pelo brasileirão serie A não foi tão emocionante e importante quanto essa linda vitória que o WEIBER nos honrou com o video?
    Saudações mais queridas a todos.

  • zé alvinegro - opinião! disse:

    Caro Weiber, dizer qual o melhor Ceará de todos os tempos é muito difícil, pois ás vezes o Ceará tinha uma grande defesa e um péssimo ataque e às vezes era o contrário. Só pra ilustrar vou colocar os melhores “compartimentos” que já vi no Ceará. O melhor goleiro foi o Hélio. A melhor defesa foi: Paulo Sales, Valdson, Ronaldo Angelim e Reginaldo. O melhor meio campo foi: Edmar, Samuel e Zé Eduardo. E o melhor ataque foi: Iarley, Sérgio Alves e Mota. Infelizmente não nos foi possível juntar todos esses compartimentos num mesmo ano. Agora, se for pra escolher o melhor time do Ceará, talvez o de 1972/73, que tinha Hélio, Paulo Tavares, Mauro Calixto, Artur e Carlindo. Edmar, Samuel e Zé Eduardo. Jorge Costa, Erandi e Da Costa. Um abraço a todos!!!

    Caro Zé, só reforçando sobre o texto do post, não disse que esse era o melhor time, disse que foi um DOS melhores que já vi atuando.
    SA!

  • caro weiber ;tempos boms temos que as familhas frequentavam os estadios,coisa que hoje não aconteçe mais infelizmente.saudaçoes alvinegras.

  • sempre temos um jogo inesqueçivel para lembramos.o meu foi quando eu fui a o castelão pela primeira vez. no bi capeonato 89/90 e vi a gandaia alvinegra fazendo a festa sotinha 12 anos dai ate hoje aprendi a amar nosso glorioso vozão.abraço a todos.

  • Neto disse:

    Weiber.
    O Djalma, “baixo” para zagueiro, porém, era um craque, muito técnico. Saia jogando, com muita classe. Era um bom time…. S.A.

  • Bosco disse:

    Eu vejo famílias no PV.

    Acho que há um certo exagero em certas observações.
    Durante o estadual e agora na série B vi muitos torcedores acompanhados de suas esposas, filhas e de filhos.
    Vejo muitos grupos de rapazes devidamente acompanhado de suas respectivas namoradas e amigas.
    É claro que lá no olho do furacão, no centro da cearamor, a gente observa mais homens desacompanhados do que homens acompanhados de familiares. Mas há os que levam namoradas e filhos para lá também.

  • Odilon disse:

    Só lembrando mais alguns craques da minha época não lembrados pelos colegas acima:

    DEFESA: Lulinha, Sérgio Gomes, Pedro Basílio, Vitor Hugo, João Carlos.

    MEIO CAMPO: Amilton Melo, Rubens Feijão, Victor, Serginho Amizade, Jorge Luis Cocota e Carlos Alberto Borges.

    ATAQUE: Claudio Adão, Petróleo, Ivanir, Marciano, Hélio Lambada.

  • caro amigo bosco, assistindo pela TV a guerra promovida pelas gangues durante os classicos reis deste ano voçe ainda continuaria com a mesma opinião? eu particular não tenho coragem de levar meu filho a um jogo desse.saudaçoes alvinegras.

  • Junior Mota disse:

    Eu também tenho na lembrança os seguintes jogos: Ceará x Tiradentes (Não tenho certeza do placar, mas acho que foi 4×2 para o mais querido), em 1988 com Carlos Alberto Borges desfilando em campo. Outro jogão foi Ceará 3 x 2 Capital do Ceará, com um golaço do lateral direito Ivanildo e uma excelente partida do atacante Marcio. Essas partidas estão marcadas em minha memória por ter sido a primeira partida que assisti do mais querido e o primeiro classico (respectivamente).

  • João Álcimo disse:

    O técnico era o Carlos Alberto Zanata.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *