Blog do Vozão

Ceará 1×1 Paraná – Não era o dia

808 33
Lulinha e Potiguar: Não era o dia do Vozão (Foto: Kid Junior)

Lulinha e Potiguar: Não era o dia do Vozão (Foto: Kid Júnior)

Sabe aquele time que ultimamente tem sempre complicado quando nos enfrenta? Pois é, esse time é o Paraná. Mesmo a gente fazendo uma partida digna de sair de campo com a vitória, o time acabou esbarrando na ótima atuação do goleiro adversário, que pegou até as bolas que iam para fora, e acabamos desperdiçando dois pontinhos importantíssimos para nossas pretensões.

Fizemos uma de nossas melhores atuações dentro de casa, fomos superiores ao adversário em todos os quesitos, menos na hora de colocar a bola na rede. Definitivamente não era o nosso dia. Mas, assim como não devemos exagerar na euforia nos momentos de vitórias, também não devemos esmorecer por conta de termos perdido a oportunidade de entrar no G4.

Portanto, não vejo motivo para desespero ou desanimo, pois a diferença para a zona de acesso continua sendo de apenas dois pontos, e o que precisamos é seguir focados no objetivo e tendo a consciência que todo jogo daqui pra frente será uma decisão, seja ele disputado em casa ou fora.

Restam-nos agora nove batalhas, todas dificílimas, já que os adversários a ser enfrentados ou estão brigando para não cair, ou estão brigando para subir. Teremos uma semana que poderá definir nosso destino na competição, na terça-feira (15/10) enfrentaremos a Chapecoense, em Santa Catarina, e três dias depois teremos o América-MG pela frente, na Arena Castelão.

A cada rodada a coisa se afunila, está chegando a hora da onça beber água. Quem for bom se estabelecerá, e pelo futebol que o Vozão vem jogando, pela determinação que nossos guerreiros têm demonstrando, não vejo o porquê de não acreditar na conquista do objetivo!

A luta continua. Pra cima deles VOZÃO!!!

Confira os gols da partida:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7clHvzbiElk[/youtube]

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1 X 1 PARANÁ

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 12 de outubro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro
Assistentes: Marcos W. Rocha de Amorim e Adaílton José Jesus da Silva
Cartões amarelos: Mota, Lulinha, Gustavo, Helder Santos (Ceará); Edson Sitta, Roniery, Ricardo Conceição (Paraná)

Gols: Magno Alves (Ceará) e JJ Morales (Paraná)

Renda: R$ 695.513

Público: 31.792 (pagantes); 1.068 (não pagantes) – Total: 32.860

CEARÁ: Fernando Henrique; Marcos, Gustavo, Potiguar e Hélder Santos; João Marcos, Ricardinho, Rogerinho (Dinélson) (Léo Gamalho) e Lulinha (Richely); Magno Alves e Mota – Técnico: Sérgio Soares

PARANÁ: Luis Carlos; Roniery, Alex Alves, Edimar e Paulinho; Edson Sitta (Cambará) (Wellington), Ricardo Conceição, Moacir e Kayke; JJ Morales e Reinaldo (Luisinho) – Técnico: Dado Cavalcanti

Saudações Alvinegras!

33 Comentários

  • Preto e Branco disse:

    Boa partida do Vozão. Realmente o goleiro do Paraná pegou tudo, mas não podemos deixar de comentar a incompetência do Mota ao pegar aquela bola de frente pro goleiro e conseguir chutar em cima do cara q foi só pra aparecer na foto e conseguiu aquele milagre. Atacante da experiência do Mota não pode perder um gol daqueles. Vc não acha Weiber?
    Quase entrei em campo pra dar uns cascudos nele.

    Abs

    Verdade, não se pode perder um gol daquele.
    SA!

  • Pedro Peres disse:

    Puxa vida, foi muita displicência do Mota naquela jogada só ele e a trave, batendo fraquinho e dando tempo o goleiro defender…

    Tenho nojo deste time cai-cai do paranada, mas fico com mais raiva ainda quando lembro que falta este tipo de malícia ao nosso time quando joga fora e tem um resultado favorável.

    Mas apesar de não ter nada perdido (nem ganhado), fico feliz da nossa torcida ter feito a parte dela.

    Dá pra buscar um resultado contra a Chapecoense sim. É só jogar como se jogou aqui e a nossa zaga se ajustar.

  • Daniel Viana disse:

    Weiber, Jogamos muito bem o jogo, amassamos o adversário, e o goleiro dele foi muito feliz. Agora, temos que mostrar nossa força terça feira contra a chapecoense, os pontos que poderíamos perder terça, perdemos ontem.

  • Getúlio Arruda disse:

    Endoço o seu texto totalmente Weiber Castro! Se ganharmos na terça, inverteremos as coisas, pois colocava uma vitória contra o Paraná e um empate contra a Chapecoense. Jogaremos com o time completo, se o Icasa ganhou, porque o Ceará não pode ganhar lá também? Temos defeitos, mas todos tem, temos que focar uma coisa, ficar na briga, o importante é entrarmos uma vez só no G4, e que seja na 38a rodada, pois entrar antes e depois sair não adianta. Sorriam Alvinegros, que hoje tem choradeira de quem não pode sequer empatar!! rsrsrsrs. S.A!

  • Becão Coelho disse:

    Tô abatido demais . Tô de ressaca , com cansaço muscular, quero dizer, cansaço mental.O título de seu post, Weiber de Castro, diz tudo. Não era mesmo o dia de uma vitória.

    Restou como consolo, uma atuação soberba do Ceará de encher os olhos da torcida de orgulho e certeza de uma cara de 1a. Divisão. As perspectivas são boas para entrarmos no G4 d’outra vez. Vamos entrar, apesar do adversário espiritual, o bruxo imponderável de almeida, não é assim que se diz?

  • Freire disse:

    Sei que não existe só um responsável pelo fato de não termos vencido, sei que o ataque todo perdeu gols, aliás o goleiro foi muito bem também, agora quero só destacar um fato que já é recorrente mas parece que treinador e comissão técnica não querem reconhecer. O fato é que o jogador Richelly é muito ruim, pode e deve ser até uma boa pessoa, mas como jogador de futebol….não acertou absolutamente nada neste jogo, aliás, em jogo algum. Weiber, se vc acompanha os treinamentos, me diz aí se esse rapaz arrebenta nos treinos, que só pode ser isso.

    Rapaz, pra mim, esse Rychelly é um caso perdido.
    SA!

  • emidio neto disse:

    Weiber, nós não merecíamos sair de campo com esse empate,
    mas, o imponderável do futebol nos castigou.
    Grande partida do vozão nada a reclamar.
    Infelizmente perdemos nosso articulador, Rogerinho, no começo da partida. Lulinha não esteve bem porque foi muito bem marcado, Mota foi infeliz nas finalizações, mas isso acontece. De ruim mesmo só o nosso lado esquerdo, não sai uma jogada de ataque com o Hélder Santos, isso prejudica demais o nosso lateral Marcos. Os adversários já sabem que nosso lado esquerdo é nulo e fecham nosso lado direito, mesmo assim Marcos fez uma bom jogo.
    Que venha o bom time da Chapecoense, temos que manter nosso padrão de jogo e tentar uma vitória. Nada de temer nosso adversário, temos time para jogar contra eles em qualquer lugar do mundo.
    Pensamento positivo minha gente, nossos jogadores atuaram com muita vontade mas infelizmente não deu.
    ” Pode ganhar pode perder sou vozão até morrer”

  • Angelo disse:

    Partida nota nove e so’ foi dez porque o gol nao saiu. Mota desaprendeu a chutar forte, pois tentando colocar, o goleiro deles pegou todas, ate’ eu com aqueles petelecos.
    A oportunidade de estarmos hoje no G 4 passou. Vamos torcer para vencermos o Chapecoense e America mineiro.

  • Mainha disse:

    Time jogou muito, no limite. Paraná fazendo catimba. Juiz fraco segurando o jogo. Potiguar falha novamente. Se jogar a bola na frente ele na acompanha. Time tem que correr atrás. Sérgio Soares coloca o Rithelly, ganha 70.000 mês , e não joga nada. Errou, deveria ter colocado outro. E cade o Rafinha? Time ficou c 4 atacantes , mas não tinha meio de campo. Potiguar cruza bola e Magno empata na rebatida do goleiro. Potiguar se recupera da falha. Parabéns .Evandro Leitão , anota o nome deste goleiro, Luiz Carlos…Time fez demais. Obrigado Ceará. Levamos azar por perder o Rogerinho e a má pontaria do Mota. Parabéns torcida alvinegra ,com 32.860 pagantes, para calar a boca do Bosco blablablá, que disse que o Ceará só tinha 8.000 pagantes em seus jogos. Valeu Ceará e valeu torcida alvinegra. SA.

  • “Tem dado certo, más é uma tática perigosa, e no dia que o ataque não for tão eficiente como é que faz com uma defesa dessa?”

    Foi o comentário que fiz dois posts atrás e quase me bateram; pois não é que parece com o título desse post “Não era o dia”…rsrsrs

    Pois nem todo dia as coisas funcionam como deveriam, infelizmente. E dessa vez não foi a defesa que ficou devendo, más nosso ponto forte, o ataque; que foi eficiente na criação de oportunidades, más não foi eficaz na sua conclusão.

    Não vejo motivos para desânimo uma vez que o nosso time já esteve bem pior e agora tem jogado muito. Ainda dá prá chegar sim, más nessa reta final não dá prá vacilar, tem que matar mesmo. Foi muito frustrante ver um craque como o Mota perder gols fáceis. Imagine para ele.

    Acho que o SS vai prá cima da Chapecoense, ganhar ou perder, e tem que ser assim mesmo.

    Bota o pé na forma, negrada.

  • Célio Miranda Albuquerque disse:

    HORA DE RECLAMAR DO ATAQUE.. Não reclamaram tanto da defesa no meio da semana, alguns apressadinhos portadores da doença da crítica e até os sadios foram na onda. É , há pessoas assim, que somente fica em paz consigo mesmo quando critica alguém, a uma instituição, a um governo. O negativismo sempre presente, incapaz de enxergar pontos positivos. No futebol , a crítica geralmente surge no momento em que a emoção fala mais forte , muito mais no afã de ajudar e não destruir o clube. No caso de alguns blogueiros desse espaço, em questão, bem sei das intenções desses participantes , todos com carimbo de alvinegros de quatro costados. Opinião de cabeça quente nunca sai legal.

    O ataque de ontem, justiça seja feita, produziu bastante mas não teve sorte no convertimento. Em alguns casos, faltou frieza e gana de fazer, mormente(com a licença do Tom Barros, o fidalgo da crônica ), naquela bola em que o Mota teve na pequena área. Ôh, Mota, cadê sua inteligência emocional neste lance? Sua experiência? Como todo jogo é um aprendizado, na próxima, a torcida não vai mais suportar e você vai ter que acertar, pois estamos sem margens de erros nesta reta final e jogamos muita esperança nos mais experientes do elenco, embora que tenha bastante crédito(indiscutível) pelo que tem feito pelo alvinegro famoso de Porangabussu. A hora dos experientes chegou.

  • Carlao, um vozao na Bahia disse:

    Jogao de bola, pena que nosso ataque nao conseguiu finalizar bem. Futebol ‘e assim mesmo. Veja o Cruzeiro, perdeu dentro de casa pro combalido Sao Paulo. Pra mim faltou pernas pro mota. O magnata ja sente o peso dos 37 anos e nao joga bem no segundo tempo. Weiber, porque o Vicente nao jogou? Nosso lado esquerdo nao existe. Com a volta do Vicente, e se ele nao se contundir de novo, teremos mais uma opcao de ataque. Ainda estamos vivos e somos serio candidato a serie A. Vamos pra cima desse Chapecoense e do Ame-MG. Acredito que chegaremos la. Saudacoes Alvinegras e Sampaio Correienses !!!!!!

    Como o Hélder Santos levou o 3º amarelo, Vicente deverá reaparecer contra a Chapecoense.
    SA!

  • Bosco disse:

    Não era o dia.
    Nada mais do que isso.
    Até na hora do nosso gol o goleiro deles fez milagres.
    Saudações mais queridas.

  • alberto t disse:

    Nossa zaga melhorou um pouco, mais ainda dar cada bobeira, viram como ficaram a ver navios novamentes os 02 zagueiros? mas com certeza, o Potiguar com o Gustavo melhorou e ñ falharam tanto como vezes anteriores comPotiguar e D.Ivo, Gustavo dar mais segurança ao Potiguar, isto é notório, então, acho q Gustavo deverá ser titular sim; agora, Mota, ñ justifica ter perdidos uns 04 gols daqueles, rapaz, um peteleco daqueles todo goleiro aparece, numa hora daquela tem q encher o pé meu, porra, Mota mesmo sendo ídolo, mas ñ justifica perder gols como perdeu, ponto fraco de um modo geral prá mim.

  • Henrique Morais disse:

    Jogamos bem, principalmente no 2 tempo, onde mostramos muito volume de jogo. Grande atuação do Ricardinho e do Magnata.
    O goleiro adversário estava inspirado, mas o Mota perdeu gol demais, sinceramente achei ele o culpado do tropeço, mas tem crédito e vai dar a volta por cima.
    O sonho ainda não acabou, a diferença ainda é mesma.
    Eu acredito!
    SA

  • PIO JUNIOR - BIRITEIROS ALVINEGROS disse:

    Meu caro Weiber
    Estou sem entender até agora como se perde tantos gols daquela forma que perdemos. Sobrou garra, vontade e vibração. Dominamos a partida inteira, mas faltou caprichar nas finalizações. Achei muito preciosismo por parte dos jogadores.
    Outra coisa, todos os adversários já sabem que temos um bom ataque, mas uma defesa que falha demais, comprometendo os resultados. Sergio Soares precisa resolver esse problema de qualquer maneira, pois poderemos sair da briga por uma vaga no G4 por causa das bobeiras dos nossos zagueiros.
    Bola pra frente. Estamos vivos na luta e mais uma vez parabens a fantástica gandaia alvinegra que fez uma festa de arrepiar.
    Saudações Alvinegras!
    http://www.biriteirosalvinegros.com.br

  • Moreira Gomes disse:

    O futebol tem esses mistérios inexplicáveis. Quando a bola não quer, não tem jeito. O time foi raçudo, buscou, lutou, mas infelizmente não deu. Vamos pra frente!!! A lamentar duas coisas: o ódio que já tomou conta de alguns torcedores. ” O gol foi culpa da zaga, o goleiro deveria ter sáido, o Mota já está velho e cansado” e a pior de todas. Na hora do gol do Ceará, um torcedor próximo elogiou a participação do Potiguar e um “doente” discordou e quase briga. Pelo amor de Deus, minha gente. Estou desconhecendo alguns torcedores do Ceará. Isso é comportamento colorido. Falam que não torcem para diretoria, nem jogador e sim pro time. OK tudo bem. No entanto ficam com raiva quando determinado jogador acerta. Ficam torcendo contra!!! Eu hein!! A segunda é contra o tratamento dado aos torcedores na saída do estádio. O estacionamento descoberto é um funil. Só passa um. Foram 50 minutos esperando pra sair. Que engenharia é aquela, meu Deus!!! Quando dá 15 mil, é sufoco pra sair. Alguem precisa tomar uma providência!! Agora, neste horário em que escrevo, o meu segundo time do coração, meu querido Sampao Correia, passou para a segunda fase na série de baixo. Amanhã os bancos voltarão à greve. É muito cheque sem fundos na praça. O Baquit foi visto na rodoviária pegando o ultimo expresso pro Quixadá. Descanse em paz!!!! Abraço alvinegro a todos. E NINGUEM CALA ESSE NOSSO AMOR!!!!

  • Enio Azevedo - sócio torcedor disse:

    Estive no estádio e pude ver um bom jogo com times muito aplicados. Surpreendeu-me a aplicação do Paraná, toda vez que um atacante do Ceará pegava na bola vinham três na marcação, aí tocávamos a bola e apareciam mais três. Tenho certeza que eles não jogaram desse jeito contra o América-RN, até porque eles saíram atrás no placar. Só no final do jogo foi que eles começaram a cansar.

    Apesar do resultado ruim, pois perdemos a chance de estar no G4 e vamos jogar a próxima, fora, contra o vice-líder, e Chapecoense, Sport, Paraná e Icasa jogam dentro, saí triste com o resultado, mas alegre com o jogo, com a maneira superior que o Ceará jogou, fazendo com que os jogadores do Paraná comemorassem efusivamente o empate.

    Concordo quando dizem que o sistema muito ofensivo do Ceará prejudica na parte defensiva, mas isso não significa que não possamos observar a defesa. Que zaga ruim! Praticamente todo jogo ela entrega o ouro. No primeiro gol, o Potiguar falhou feio! Podem observar no vídeo postado aqui. Contra fatos não há argumentos. Não é questão de torcer contra, mas a verdade sempre deve ser dita. É como o caso da mulher que, ao completar um ano de casamento, faz uma macarronada no capricho, o marido detesta macarronada, mas diz que gostou. No 2º, 3º, …10º ano, tome macarronada. Claro que o marido tem que ter todo um jeito para dizer a verdade, elogiando o esforço e tudo o mais. Quando a torcida não gosta de um jogador, deve expressar isso para que se contrate outro melhor para seu lugar (ano que vem), quando gosta, também, para que se lute pela sua permanência. Sou contra vaiar durante o jogo. Não vou brigar jamais com quem discorda de mim no estádio, ou fora, pois prezo demais a divergência de opiniões, que para mim, é uma das maiores riquezas da humanidade, que muito nos faz crescer.

    Voltando à zaga, em outro lance o Gustavo deixa a bola quicar por cima dele e quase entrega o ouro novamente. Bom, mas esta foi a primeira falha grave dele, diferente do Potiguar.

    Quanto ao público pagante, eu esperava mais de 35 mil, mas já temos os dois maiores públicos desta série B, e quando entrarmos no G4, penso que vamos ter os 5 maiores.

    No jogo aqui, vimos que a Chapecoense não é um bicho de sete cabeças. Acredito numa vitória fora e sabemos que o SS não vai jogar pelo empate. isto é muito bom. SA!

  • Bosco disse:

    A partir do Paraná em diante tudo é clássico.
    E em clássicos todos os resultados são normais.
    Até as goleadas.

    Lembram que aplicamos 3×1 na Chapecoense?
    Apesar do frustrante empate, resultado norma em clássico, com gosto de derrota por causa da enxurrada de gols que perdemos acredito numa vitória amanhã.
    Saudações mais queridas.

  • Ronaldo Lemos disse:

    Amanhã, o vozão trará mais 3 pontos. Se Deus quiser.
    Acredito que no jogo contra o Paraná o Ceará jogou muito, mas os Deuses do futebol não quiseram que o mais querido ganhasse. Faz parte. Pelo menos ví um time aguerrido, brigador, encurralando o adversário e isso é muito bom p/ o restante da competição.
    Tbm temos que ressaltar o PÉSSIMO TRIO DE ARBITRAGEM. Ainda reclamam do Wladyerisson de Oliveira. Putz..
    Mas é assim mesmo. Acredito na vitória de terça (Chapecoense) e sexta (América-MG no castelão as 21:50hs);
    S.A

  • Sávio Feitoza Vozão disse:

    Caro Weiber e ALVINEGROS. Discordo um pouquinho de vcs. Faltou a bola entrar, mas acho que não jogamos tão bem assim. No primeiro tempo acho que jogamos nervosos e sem inspiração. No segundo melhorou muito e realmente só faltou o gol. Mas estamos muito vivos ao contrário dos coloridos que estão mortos e enterrados. SAMPAIOOOOOOOOOOOOOOOOOO !!!!!!!!
    MARACANÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃ !!!!!!
    Já dizia o gaguinho…… OOOO, VOVOVO, OVO TEM, TEM,TEM TEM, MAIS SUS, SUS,SUS TÂN, TÂN, TÂNCIA QUE MAN,MAN,MAN,MAN MANGA !!!!

  • Ricardo Sena disse:

    Se o Paraná está se tornando pedra no nosso sapato, aquele goleiro Luis Carlos é nosso maior “inimigo”. Ano passado, pela Copa do Brasil, ele também pegou quase tudo, tanto aqui no PV como lá em Curitiba. Parece que ele, contra o Ceará, se transforma numa muralha do tamanho do gol. Contra o América-RN a bola entrou no gol do Paraná de todo jeito e esse Luis Carlos nem pulava. Mas contra a gente o homem ia em todas.

    A aplicação tática do time do Paraná nesse jogo também foi algo surpreendente, pois nos últimos jogos eles não atuaram com tanta vontade como nessa partida. No 1º tempo, cada bola que um jogador nosso pegava já recebia a marcação de pelo menos dois do time deles. No 2º tempo, eles cansaram e nós nos “cansamos” de perder gols. Uma pena!

    Acordei nesse domingo com uma ressaca danada, só curada mais tarde, quando aquele time do Maranhão, vindo do lado Oeste do nosso estado, causou um estrago medonho no Castraleão.

  • EMANUEL ACCIOLY, um alvinegro em São Luís disse:

    Bom dia, felizes irmãos alvinegros!
    Vamos com fé pra cima da Chapecoense.
    Temos sim time para buscar um “algo mais” no sul do país.
    Jogar com atenção na defesa e objetividade no ataque.
    As mudanças forçadas no elenco (contusões e cartões amarelos) podem trazem bons vento ao Mais Querido… EU ACREDITO!

    Em tempo: Aqui em São Luís o clima é de festa pelo Sampaio Correa… e aqui em casa também! KKKKKKKKK…

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Jogamos bem, mas a sorte estava do outro lado, e isso no futebol conta e conta muito.
    Mas pena mesmo deu ver o Mota perder gols feitos daquele jeito, logo ele, espero que em Chapecó ele pague essa conta.
    Pra variar levamos mais um gol daqueles em que o atacante aparece sozinho na frente do goleiro e o Potiguar correndo atrás, quando é que nossa defesa vai aprender e se posicionar melhor?
    Em termos de tabela a situação não mudou, o que diminui um pouco a frustração pelo empate.
    Agora é vencer ou vencer, e o time mostrou que tem futebol para isso, ainda estamos no páreo.

    Saudações alvinegras!

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Caro Weiber, é verdade que o Rogerinho e o Lulinha não jogam contra a Chapecoense? Acabei de ler isso no site do jornal.

    Saudações alvinegras!

    É sim.
    SA!

  • Bosco disse:

    Uma péssima notícia essas contusões dos dois.
    Quem serão os substitutos?
    Penso que seja o Dinelson e o Léo Gamalho.

    A boa notícia é a volta do Vicente.
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  • Francisco disse:

    Mota joga de meia no lugar de lulinha e dinelson no lugar de rogerinho. se dinelson nao render substitui pelo D.O.
    vicente na lateral. tai o time para amanha!
    A luta continua!
    S.A.

  • Francisco disse:

    Ah, leo gamalho no luga de mota.

  • OLIVAR disse:

    POIS É. TEM DIAS QUE A BICHINHA NÃO QUER ENTRAR MESMO. MAS É INADMIISSÍVEL UM JOGADOR DA EXPERIÊNCIA, TALENTO E ENVERGADURA DO MOTA PERDER UM GOL DAQUELES. COMO É QUE PODE, RAPAZ? DEBAIXO DAS TRAVES. EU ACHO QUE A DIRETORIA E COMISSÃO TÉCNICA DEVERIAM PASSAR UM TEIPE DOS JOGOS PARA TODOS VEREM JUNTOS E AVALIAREM OS PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS. POR EXEMPLO O JOGADOR TEM QUE TER A CONSCIÊNCIA QUE UM PASSE MAL DADO OU UM GOL PERDIDO PODE SIGNIFICAR UM EMPATE OU UMA DERROTA, QUE PODEM ACARRETAR UMA SUBIDA, UMA DESCIDA NA TABELA OU A PERDA DE UM CAMPEONATO. FOMOS GARFADOS MAIS UMA VEZ. FOI PENÂLTE NO MAGNO ALVES NO FIM DO JOGO, O CARA FOI NO CORPO DELE. O MAGNO É UM CARA SÉRIO, NÃO SIMULA.

  • Enio Azevedo - sócio torcedor disse:

    O árbitro também foi totalmente sulista, qualquer toque, marcava falta para o Paraná, mas para o Ceará, tinha que ser matando. No primeiro tempo o Magno Alves arrancou, o zagueiro segurou com a mão em cima do ombro do Magnata e ele nada marcou. O Mota caiu dentro da área num lance e, no chão, tentou chutar a bola, ou seja, não pediu pênalti, mas o árbitro lascou-lhe um amarelo por “simulação”. E muitos outros lances. Péssima arbitragem.

    Bom, eu nunca gostei de empate, mas de domingo para cá mudei de ideia completamente. Hehehehe

    Saudações alvinegras e sampaienses!!!

  • FAOLY disse:

    1×1, na verdade não era o dia. Por falar em números sabe como se encontra 56? 12+12+12 = 56. é só colocar os números 12 embaixo um do outro e somar.
    2
    12
    12
    12
    56
    Dois mais dois mais dois igual a seis, vai dois. Dois mias um três mais um quatro mais um cinco, total 56. ~Eta povo embusteiro em alterar borderô. Meu Deus!

  • George Wilson Gondim de Abreu Neto disse:

    O Ceará Sporting Clube possui neste momento da história, uma das melhores diretorias, Evandro Leitão, seguramente, um dos maiores dirigentes que nosso vozão já possuiu, aliás o momento em que vivemos não pode viver de paixões desordenadas, sob pena de afundar definitivamente, as finanças são outras, os jogadores também, empresários envolvidos, emfim, se não souber administrar, o fim é queda por cima de queda. Vejam só o rival Fortaleza, falta de competência gera isso, mas falemos de nosso vozão. Prezado Evandro, siga uma coisa de cada vez, abrace uma paixão de cada vez, assim agindo serás um homem realizado, cuidado com o Narcizismo, abrace a causa que lhe faz feliz, o dinheiro é só um detalhe, a paixão é melhor que o dinheiro, o dinheiro se acaba, a paixão não. Seja paixonado pelo nosso vozão, e abrace só esta causa e verás o quanto serás feliz. A política não é a sua praia, já está comprovado. Felicidades a toda nação alvinegra.

  • cavalcante disse:

    Weiber acho estranho toda vida que os torcedores do fec quebra algum estadio vem esse papo de que se quebrou cadeira no jogo do Ceará, como se os jogadores sairam aplaudidos de PÉ pela a torcida do Ceará, sai do estadio triste pelo o resultado mais otimista pela a entrega dos ATLETAS no 2º TEMPO…COMENTO POUCO AQUI NO BLOG MAIS LEIO TODOS OS DIAS, o Potiguar está na seleção da rodada vai morrer algum torcedor do Ceará de ódio pessoal…morram…

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *