Blog do Vozão

Ceará 1×0 Guarani – Foi difícil

2098 36
Wescley teve atuação discreta em sua estreia (Foto: Christian Alekson/Cearasc.com)

Wescley teve atuação discreta em sua estreia (Foto: Christian Alekson/Cearasc.com)

Foi difícil a conquista dos três pontos, nem tanto pelo adversário, que até jogou bem dentro do que se propôs a fazer, mas sim pela falta de competência do Vozão, que em seu terceiro jogo na competição não conseguiu mostrar uma evolução e já começa a deixar o torcedor desconfiado.

Apesar de o adversário ter entrado em campo com a proposta de dificultar o máximo possível às coisas para o Vozão e esperar uma bola boba para tentar conseguir seu intento, o Vozão, por mais que tivesse o domínio do jogo, não conseguia furar o bloqueio do adversário e graças a um lance polêmico, conquistou a vitória.

O resultado foi até bom, pois são mais três pontos a serem somados, mas a atuação do time novamente deixou a desejar, e isso já começa a preocupar, haja vista que esperado é que com o andar dos jogos às coisas evoluam, mas, ao que parece, não é bem isso que tem acontecido, pelo menos até aqui.

Com relação à atuação individual, sigo com o mesmo pensamento de que, só após uma boa sequência de jogos seja mais justo se fazer uma avaliação.

Foi difícil, mas poderia ter sido pior. Em inicio de temporada vencendo é o que mais importa, e não jogar bem é compreensível.

Pra cima deles Vozão!

Confira o gol da partida:

[youtube]http://youtu.be/OZ6kWc7y8v4[/youtube] 

Ficha técnica

Ceará 1×0 Guarani

Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 22 de janeiro de 2015
Árbitro: Gleysto Gonçalves
Assistentes: Armando Lopes e Roberto Pereira
Renda: R$ 162.029,00
Público: 6.643 pagantes; 799 (não pagantes) – Total: 7.442
Cartões amarelos: Marinho, Uillian Correa e Luís Carlos (Ceará); Roberto Jacaré e Zé Augusto (Guarani)
Gols: Magno Alves

Ceará: Luís Carlos; Cametá, Sandro, Charles e Eusébio; João Marcos (Assisinho), Uillian Correia (Sandro Manoel), Ricardinho e Wescley; Marinho (Robinho) e Magno Alves – Técnico: Dado Cavalcanti

Guarani: Fábio; Valclício, Afonso Paulo Ricardo e Nael; Tourun, Gleidson (Regineudo), Serginho (Herlo) e Zé Augusto; Moré (Bruno) e Roberto Jacaré – Técnico: Washington Luiz

Saudações Alvinegras

36 Comentários

  • Ramon disse:

    Necessitar de um pênalti irregular para vencer um time como o Guarani de Juazeiro dentro de casa é realmente algo preocupante, meu caro Weiber. Não acredito em time que joga com Eusébio como titular na lateral e põe o garoto Robinho como salvação do ataque. É simplesmente inútil esta saída. Prefiro também ficar com o Weiber no que se refere à quantidade de jogos para realizar uma avaliação mais coerente, mas temos indícios que a coisa não andou (agora no início) do jeito que os senhores da lei do alvinegro planejaram. Em tese, pelo elenco que tem, o CSC era para quedar voando neste campeonato cujo nível deve ser pior do que o do Rio Grande do Norte. Cabe indagar: este time não fez pré-temporada? Estes jogadores se conheceram no vestiário? Sei que daqui a pouco vão emergir aqui os “otimistas” e os representantes da diretoria para dizer um monte de baboseira, tais como: temos um fisiologista para avaliar quem pode jogar (como se todo time mediano não tivesse tal profissional); é apenas o terceiro jogo; nem todos os reforços estão em plena forma, pois é início de temporada (como se não fosse também para os outros); e, a mais ridícula e digna de um retardo mental, a inferência despropositada segundo a qual quem critica o Ceará só pode torcer para o FEC. De resto, importa a produção do time dentro que hodiernamete não convence nem ao torcedor mais ingênuo. Temos sim motivos para nos preocupar.

  • josé disse:

    falou e disse, ramon! concordo com tudo que vc escreveu.

  • josé disse:

    concordo com vc, ramon! vc falou e disse! tudo certo! concordo plenamente.

  • Felipe disse:

    Eu acho que tem muita gente se deixando levar pelas críticas de parte de imprensa, fizemos apenas nosso terceiro jogo e nem temos time titular definido, nem todos os jogadores em suas condições físicas ideais, nem muito menos todos os jogadores contratados à disposição, então antes de ficarem queimando o time, melhor ter paciência, nossa pré-temporada está sendo feita durante o campeonato, diferentemente de outros times que tiveram mais tempo pra se preparar e ganhar mais entrosamento. Eu tenho certeza que desse grupo vai sair um ótimo time. Todo começo de campeonato é assim mesmo, então tenhamos paciência, que ainda tem muita coisa pra ser feita e melhorada.

  • Ronaldo Lemos disse:

    Galera, confesso que assisti apenas apartir dos 18min do segundo tempo. Estava estudando. Antes, apenas ouvi alguns trechos pelo rádio (Celular) onde comentaristas afirmavam que o time do Ceará estava impaciente pois o gol não saía.

    Quando assisti, vi o Guaraju todo fechado sem dar espaços p/ o adversário. Um Magnata muito marcado. mas ví um ceará limitado (mais uma vez).
    Isso não é motivo para criticar o time. Acredito ainda que temos peças que estão sendo utilizadas de forma incorreta. Falta visão cirurgico, ou ainda falta conhecer melhor o grupo pra encaixar o time certo.

    Na minha visão podemos alterar algumas peças, porém é até difícil citar porque ainda faltam alguns jogadores para estrear. Então melhor ter um pouco mais de paciencia e aguardar o clássico REI. Acho que neste jogo, teremos todos os jogadores a disposição para quem sabe ver quem deve ser o time titular.

    Alguém por favor, sabe informar qual a real posição do M. Aurélio. Meia ou Atacante?
    E mais, quem é Heré? Tá no site: http://cearasc.com/elenco/Profissional/perfil/atacante/gilmar-wallacy-de-lima-teixeira/

    Saudações mais Queridas!

  • Vovozão10 disse:

    O mais importante no início de temporada são os 3 pontos, se o time jogou bem ou ruim, não vem ao mérito, pois estamos em início de temporada e não se pode fazer um prognóstico sobre o atuar da equipe. Quanto ao lance do penalti foi sim e sem dúvidas, a regra é clara, bola na mão sem intenção não é falta, como no lance fica claro a não intenção de Assizinho em colocar a mão na bola, lance normal, continua o jogo e infração clara em cima do nosso atacante Marinho. Importante também a conquista dos 3 pontos pela necessidade de somar o maior número possível de pontos para que se possa jogar com a vantagem de dois resultados iguais na semi e na final do cearense 2015. Faltam mais duas partidas para completar 5 e os comentários possam ser feitos com facilidade e precisão. Magno Alves deve ter saído ontem de campo com a certeza de que ele realmente não sabe cobrar penalti e que deverá ser substituído por outro jogador, chances a ele foi dada e muito, entra ano e sai ano e o mesmo continua sem saber efetuar o tiro máximo da marca da cal. Projeto maior é o do clube e não o do jogador. Posso falar isso por que não existe a desculpa de que é começo de temporada, o referido jogador já vem errando cobranças de penalidade desde o ano passado. No ataque ele continua como figura importante e se quiser pode nos dar muitas alegrias nesse ano. Então senhores diretores e comissão técnica, vocês estão avisados quanto a necessidade de mudança em relação ao cobrador oficial de penalidades do alvinegro. Quem concorda com essa mudança? E quem deve ser o novo cobrador de penaltis do Ceará?

  • Vovozão10 disse:

    Acredito no meu Vozão sim!!!

  • Fabio Vozao disse:

    Discordo completamente de você caro Ramon!!!
    Não sejamos imediatistas!!!!
    É apenas o terceiro jogo da temporada!!!
    E a maioria dos times do campeonato estão em pré temporada a dois meses….
    A temporada é longa e o trabalho apenas começou!!!
    Deixemos um pouco da paixão de lado!!!
    Não se deve julgar um trabalho em tres l, quatro ou cinco jogos!!!
    Pode ser que o futuro revele que você estava certo mas pode ser que não!!!!!
    No futebol as coisas não acontecem como passe de mágica!!!!
    Para quem acompanha o futebol sabe que a montagem de um time demora!!!!
    Não peguemos pilha da imprensa!!!
    Ainda não é hora de criticar e sim de apoiar!!!
    SA!

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Tudo normal, início de campeonato, time desentrosado, jogadores se conhecendo, rodízio, fisiologista, acompanhador de desempenho, etc. etc.
    Espero estar equivocado, espero mesmo, mas não estou sentindo firmeza nesse treinador, o cara não tem alternativa, não mexe no time, no jeito de jogar e ainda parece surpreso com a retranca dos times que enfrentamos, alguém precisa avisar a ele que todos, eu disse todos os jogos serão assim, nenhum time vai querer jogar de igual pra igual, talvez a exceção seja o fec, então amigo, treina como furar retranca, utiliza os jogadores mais indicados para isso, se não vai ficar nessa situação inútil da posse de bola, sem objetividade.
    Ontem se não fosse aquele penal maroto teríamos empatado e se não fosse o LC teríamos perdido, fica ligado Dado!

    Saudações alvinegras!

  • Fabio Vozao disse:

    Discordo do Ramon quanto ao seu ponto de vista!!!!
    Um time de futebol não se constrói em um mês de trabalho e três jogos oficiais!!!!
    Quem acompanha diariamente o futebol sabe disso!!! Não existe mágica!!!
    Estamos fazendo tudo que é possível para as coisas darem certo, agora se dará certo só o tempo para responder!!!
    Não sejamos precipitados nas avaliações!!!
    Ainda não é hora de críticas, é hora de apoiar o nosso time!!!
    Não sejamos imediatistas!!!!
    Não vamos entrar na pilha da imprensa que vive da desgraça dos nosso time!!! Para eles quanto pior melhor!!!
    Vamos com calma!!
    AINDA não é hora de críticas…é hora de apoiar!!!
    Ramon talvez o futuro revele que você está certo e talvez não!!!!
    SA!

  • Ramon disse:

    Espero também que seja só o começo e que o time retome sua trajetória de boas apresentações logo, mas o que vi tenho de externar. Não acredito mais neste Eusébio, mormente sendo titular. Faz anos que este rapaz não passa de um esforçado. O Robinho também ainda é só promessa. Na realidade, ninguém rendeu satisfatoriamente. A Folha do G. de Juazeiro gira em torno de R$ 50 mil. Só o salário do Magnata corresponde a cerca duas folhas do time. Como explicar tamanho sufoco?
    E, claro e evidente, todos os comentaristas estão de acordo, o lance do pênalti foi duplamente irregular: foi mão e o jogador do vozão se jogou. Cuidado alvinegros, quem gosta de ganhar de forma irregular (no roubo) é torcedor do Fortaleza, não do CEARÁ.

  • Diego Costa disse:

    Weiber, a única coisa positiva desse resultado foram os 3 pontos, como pode começar ganhando bem, depois só queda, derrota em sobral e vitória sofrida dentro de casa, se não se classificassem 3 estaria com medo.

  • Clodoaldo disse:

    Fui ao “pevêzim” assistir o vozao, concordando com a escalação, e pensando que seria mais fácil, ledo engano: JOGO HORROROSO. Tenho consciência de que esses primeiros jogos não da pra cobrar muito por blá …blá…blá…motivos. Gostei do Cametá, o restante é visível a falta de ritmo, agora o William Corrêa, pelo amor de Deus, horrível, tomara que seja só falta de ritmo também e é compreensível. Como o Claudio ceara falou também achei o Dado meio sem saber o que fazer, pra mudar o panorama do jogo, mas pode ser só impressão minha. SA

  • Bosco disse:

    Lembro de uma entrevista do Zé Eduardo depois de um zero a zero com um time pequeno na taça cidade de Fortaleza. Ele condenava esse torneio caça níquel que a federação cearense fazia no momento em que os clubes deviam está em pré-temporada.

    Vi isso ontem, apesar do MAIS QUERIDO ter sido tecnicamente superior nos noventa minutos os jogadores mostraram uma inferioridade física enorme em relação ao adversário que se valeu de uma retranca radical aliado a essa vantagem física para vender caro a derrota.

    Ainda estamos muito longe da forma física ideal que seguramente nos dará o padrão técnico que precisamos. Infelizmente no nosso estado é necessário se fazer a pré-temporada jogando um campeonato oficial e complicado com adversários prontos fisicamente em busca de vaga para a copa do Nordeste, copa do Brasil e o Bi Penta campeonato estadual sem as minhas condições físicas.

    Mas se não jogar na pré-temporada quem paga os salários dos jogadores?

    Mesmo assim, os jogadores mostraram qualidade. Quando fisicamente estiverem prontos renderão muito mais sem a menor sombra de dúvidas.

    Quatro ou cinco jogadores que seguramente podem ser titulares, teoricamente falando, não jogaram ontem. Quando entrarem vai crescer mais ainda o nosso padrão técnico e tático. Estou bastante otimista em 2015.
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  • Carlos Nogueira disse:

    Início de temporada é terrível para quem disputa os campeonatos nacionais. Enquanto os demais times estão com elenco formado há meses só treinando, os grandes entram sem o devido preparo físico e entrosamento. Acredito que a tendência do vozão é dar um salto de qualidade. Ainda faltam estrear as duas maiores contratações da temporada, William e Marcos Aurélio. Os demais ainda estão se entrosando e se condicionando fisicamente. Acredito que melhor avaliação poderá ser feita apenas a partir da sexta rodada, já em fevereiro. Até lá ainda se aceita o desentrosamento e a falta de condição física como justificativa. Depois vira desculpa furada.

  • Domingos-Massapê disse:

    Quero só ressaltar algumas conclusoes do jogo de ontem:
    1. Que o vozao precisa URGENTE CONTRATAR OUTRO CENTROAVANTE E MAIS UM LATERAL ESQUERDO POR 2 MOTIVOS: MAGNO ALVES JOGA PELOS LADOS, ONDE SABE, E O EUSEBIO NA LATERAL É UMA LÁSTIMAS!! E VC PODE ATÉ PERGUNTAR, E O WILLIAM? E O TIAGO COSTA?? SIM, E QUANDO ELES NÃO JOGAREM?? SÓ PRA LEMBRAR QUE O NORDESTÃO VEM AÍ, UMA COMPETIÇÃO DIFICIL E MUITO DIFERENTE DO NOSSO MANJADO E FALIDO CAMPEONATO E PRECISAMOS TER UM ELENCO QUALIFICADO.
    2. QUE O SR DADO CAVALCANTE PRECISA DAR UM CONJUNTO AO TIME E ACABAR COM ESSA FRESCURA DE FAZER RODÍZIO E TODO JOGO LANÇAR UM TIME DIFERENTE.
    3. ESQUECERAM DE AVISAR PARA O SR DADO QUE O MAGNO ALVES NÃO SABE BATER PENALTY, OU JÁ ESQUECERAM QUANTOS PENALTYS ELE JÁ PERDEU NO VOZAO, INCLUSIVE EM DECISÃO. SEMPRE BATE MAL E DO MESMO JEITO. SA

  • Milton disse:

    CAROS ALVINEGROS, ACOMPANHANDO JOGOS DE TIMES NORDESTINOS, QUE TAMBÉM
    TEM POUCO TEMPO DE PREPARAÇÃO , GOSTEI DO DESEMPENHO DO BAHIA, NAUTICO,
    SAMPAIO e VITORIA, TÃO JOGANDO COM DISPOSIÇÃO e UM ENTROSAMENTO JÁ SATISFATÓRIO e TODOS JÁ COM O TIME FORMATADO INDEPENDENTE DE REFORÇOS
    A SEREM REGULARIZADOS,RODIZO SOU ATÉ A FAVOR, MAIS QUE SE TROQUE UM
    JOGADOR OU DOIS QUANDO O MESMO ESTIVER DESGASTADO, POIS O MAIS COERENTE
    É FORMATAR UMA BASE e NO PRÓPIO DESENROLAR DE CADA JOGO VAI FAZENDO AS
    SUBSTITUIÇÕES ADEQUADAS, NÃO GOSTO MUITO DE CRITICAR TREINADOR EM
    INICIO DE TRABALHO, MAIS O DADO ESTÁ DEMOSTRANDO UMA CERTA INSEGURANÇA
    NA MONTAGEM DA EQUIPE e NA FORMA DE JOGAR, SERÁ QUE ELE e OS SEUS AUXILIARES
    NÃO SABEM QUE ENFRENTAR TIME MENORES OS MESMOS SEMPRE JOGAM POR UMA
    BOLA e OUTRA FOI CONTRATADO JOGADORES MAIS JOVENS, JUSTAMENTE POR CONTA
    DA CONDIÇÃO FISICA SE FOR PARA FAZER RODIZIO, NÃO PRECISA DESSE CRITERIO.

  • Milton disse:

    CAROS ALVINEGROS, UMA COISA QUE JÁ FICOU BASTANTE CLARO INDEPENDENTE DE
    INICIO DE TEMPORADA e DA REGULARIZAÇÃO DO MARCOS AURELIO e DO WILLIAM é
    QUE PRECISAMOS URGENTEMENTE DE NO MINIMO DOIS ATACANTES , UM DE REFERENCIA
    e OUTRO DE VELOCIDADE, MAIS QUE SAIBAM CONCLUIR A GOL, POIS SE OLHARMOS
    PARA O NOSSO BANCO DE RESEVAS ESTAMOS CONTANDO COM OS GAROTOS DA BASE, NO
    JOGO DE ONTEM SÓ TINHAMOS O ASSISINHO NO BANCO QUE PODERIA RESOLVER ALGO
    PRODUTIVO , POIS SE A DIRETORIA , ACHAR MAIS UMA VEZ QUE O ELENCO JÁ ESTÁ
    SATISFATÓRIO e QUE OS MENINOS DA BASE QUEBRAM UM GALHO , MAIS UMA VEZ
    VAMOS MORRE NA PRAIA, AS COISAS TEM QUE SEREM RESOLVIDAS É NO INICIO POIS
    DEPOIS QUE APORTA É ARROMBADA INÊS é MORTA, POIS OS ERROS DO PASSADO TEM
    QUE SER USADO COMO APRENDIZADO , REPETI-LOS É UM PECADO MORTAL.

  • alberto t disse:

    Tudo bem galera, uns um pouco chateados, outros achando tudo normal, a turma q torce pro FORTALEZA, na qual me incluo também, conforme um certo SENHOR q o Mainha o apelidou como rádio de pilha dos anos 50, meia apressada, mas acho q tá tudo dentro do esperado, eu tô bem calminho por enqto, vou esperar um pouco mais, tô analisando a cada jogo, até pq meti fé nessa nova formação q tamos formando, agora prometo q se ñ engrenar, aí meu fela, tome pufo, mas espero q se Deus quiser ñ será preciso; vou citar uns detalhes q precisam serem bem vistos pelo nosso treinador, q já disse q está muito aquém de SS, mas nada de afobação, como também ñ será um maluco chamado Mário Sérgio: Magnata(ñ pode mais ser o batedor oficial de pênaltis, já provou, aquele meia parada, é triste e o goleiro adversário mata a charada); nossa l.esquerda torço q alguém acerte por ali, pq os 02 q entraram ñ foi o esperado, em especial Eusébio(tá provado, ñ é jogador mais prá estar no elenco nem prá banco; alguém falou do Willian Corrêa, um dos maiores volantes q tô vendo nos últimos tempo, boa saída de bola, joga prá frente, ñ é perna de pau, chega junto, ontem mesmo foi no 1º tempo conforme o pessoal do EI o melhor em campo(no 2º cansou), ou querem q faça o jogo do carangueijo tipo J.Marcos q só joga prá trás ou no máximo de lado e ainda no sufoco? Robinho ñ é solução e nem deveria ainda entrar prá resolver, a ñ seja q o time estivesse com uns 5 a 0 no placar; no meu ver, por enqto ñ sabemos furar bloqueio como fez o guaraju, o Dado precisa treinar e muito esse tipo de situação, pq se vamos passar sufoco; qto ao pêrnalti, também acho bateu na mão do Assisinho, mas involuntariamente e assim o juiz deu prosseguimento na jogada na qual se resultou no pênalti q também achei q foi, sem paixão galera, mas vi assim, acho legal descordar ou concordar, sem problema, esse é o legítimo torcedor do vozão, ñ aquele lá q ñ aceita nem na China descordar do presidente do vozão, vai prá lá rádio de pilha dos anos 50.

  • Ramon disse:

    Valeu Massapê, concordo contigo.

  • Não deixem o MA cobrar penalti mais, pelo amor de Deus

  • Bosco disse:

    Gente com probleminha precisa de tratamento.
    E me assusta tanto cebolinha organizando pensamento ruim…
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  • Mainha disse:

    O time do Guarani só tinha 4 jogadores no banco de reserva. Esta historia que o time estava treinando ha 30 dias não existe. Precisamos melhorar. Ainda é cedo para criticar, mas cobrir a verdade , não faço. Vamos jogar na timemania alvinegros . Interessante que os 3 jogadores polpados pelo fisiologista , para o jogo anterior, jogaram os 90 minutos e nem foram substituídos. Se eles não estivessem bem jogariam 90 minutos? Em tempo , substituíram o JM, apenas. SA.

  • Bosco disse:

    Esqueçam a Alemanha o Brasil devia seguir o modelo da Inglaterra onde os clubes recebem cotas iguais da TV e tão se tornando os clubes mais ricos do futebol. http://esportefino.cartacapital.com.br/modelo-futebol-da-inglaterra-premier-league/

  • Ênio Azevedo - ST disse:

    O jogo foi realmente um purgante. No 1º tempo, o Guaraju com 9 zagueiros e um volante, o Moré, e o Ceará, no tic-tac espanhol de 2014, ou seja, toca, toca, toca e não faz nada. Os goleiros dos dois times apenas assistiram ao jogo, que mais parecia um treino usando só a metade do campo (do ataque alvinegro). O pior setor do Vozão era o meio campo, que não acertava um passe. No único lance de acerto, o Ricardinho deixou o Tiago Cametá, que até então estava mais escondido que sombra no escuro, na cara do gol, mas ele desperdiçou.

    No 2º time, pouca coisa mudou. O Ceará, sem qualquer objetividade, com muitos jogadores jogando bem abaixo do que podem oferecer, especialmente o craque do time, Magno Alves, não oferecia qualquer perigo, exceção de algumas jogadas do Marinho, que mostrou ser muito fominha, num lance em que ele podia deixar na cara do gol ou o Eusébio ou o Magnata. Apesar de considerá-lo o melhor jogador da partida, o Marinho precisa corrigir esta falha e outras, como gostar de se jogar para cavar pênaltis. Numa delas, ele deu um drible desconcertante no zagueiro e tinha tudo para fazer um golaço, aí se jogou descaradamente, já estando com as duas pernas dobradas antes do zagueiro chegar.

    No lance do pênalti, o Assisinho “matou” a bola no braço (ele mesmo reconheceu após o jogo) e o árbitro falhou feio ao dar seguimento ao lance. Salvou o Ceará, que não conseguia construir boas jogadas. O Dado ainda vai aprender que o Magnata não é bom cobrador de pênaltis. Isto é sempre uma desvantagem na troca de treinadores (lembram o PC com o Ânderson?). Ainda bem que a bola sobrou para ele numa posição em que ele é mestre.

    O Guaraju ainda teve boas oportunidades, em que o LC fez boas defesas, especialmente numa boa cabeçada do Moré.

    Ou seja, saímos num grande lucro com os 3 pontos, que nos dará mais tranquilidade para trabalhar. A classificação está bem próxima.

    O FEC teve muito mais tempo para trabalhar, mas as eleições na época errada atrapalharam e, na prática, começaram tarde e hoje estão fora da zona de classificação. Com isso, quero dizer que não devemos considerar considerar o time do Ceará que vimos ontem. Ainda temos muito o que crescer em preparo físico, entrosamento, jogadas ensaiadas, conhecimento dos jogadores pelo treinador etc.

    Confiemos no trabalho do Oaks, que na verdade é um trabalho bem objetivo, de análise de informações. Deixemos para analisar o time a partir de fevereiro (ainda acho 5 rodadas muito pouco, pois estamos jogando duas vezes por semana.

    Paciência galera, calma Weiber. SA!

  • Ênio Azevedo - ST disse:

    *No 2º tempo, pouca coisa mudou.
    *Ou seja, saímos num grande lucro com os 3 pontos, que nos darão mais tranquilidade para trabalhar.

  • Bosco disse:

    Se o Weiber fizer um curso sobre “como não dar a mínima quando alguém estiver falando merda”, eu juro que pago o que tiver na conta pra participar.

    Pra mim é o grande drama do torcedor do nosso tempo.

    Felizmente aqui no blog do Vozão o nível do debate sobe a cada dia salvo raras exceções.
    O nível cresce na medida em que mais torcedor deixa de lado o achismo, a fofoca e as agressões para defender suas posições com fatos e argumentos inteligentes.

    Cresce também o nível na medida em que os que se recusam a pensar não são mais levados em conta. Vão perdendo crédito a cada ofensa.

    Sempre demonstrei gratidão por esse grupo de jovens alvinegros empreendedores que assumiram o Vozão a poucos anos atrás substituindo o TSUNAMI Rabelo que foi banido do clube antes que pudesse destruir o Vozão.

    Para esses apedeutas demonstrarem que minha atitude é incorreta, algum argumento é necessário. Cobrar empatia é um atalho preguiçoso, e que nem funciona, pois todo mundo tem empatia seletiva. Todo mundo. Por mais sucesso que o Evandro tenha na gestão alvinegra sempre terá atrás dele alguém tentando denegrir sua imagem e diminuir sordidamente esse sucesso.

    Agredir, insultar, gozar pessoas que reconheçam esse sucesso é também uma forma de tentar constrange-las, amedronta-las, inibi-las a continuar reconhecendo o sucesso até mesmo na base da violência branca (aquela que não é punida em lei com o bullying por exemplo).

    As ofensas visam mostrar aos demais torcedores que quem tiver essa coragem de ser justo com quem merece o reconhecimento não terá vida fácil aqui no blog. Pois essa gente não é gente crítica, é apenas galera do mal mesmo.

    Avante Vozão.
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  • Ênio Azevedo - ST disse:

    Muitas pessoas já disseram aqui no blog que consideram o time atual melhor do que o de 2014. Neste caso, vou esperar bem mais tempo para avaliar.

    Para mim, o time de 2014 foi um dos melhores que já vi (tenho quase 47 anos e torço desde Ceará desde que nasci). Bons goleiros, LC e Jaílson, zaga com Sandro e Diego Ivo (em ótima fase), volantes Ricardinho e João Marcos, meias Nikão (um grande jogador, o melhor do Ceará durante um bom tempo, mas um encrenqueiro, foi contratado pelo Atlético/PR por 3 temporadas http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/esporte/2015/01/14/atletico-pr-contrata-meia-de-22-anos-que-ja-passou-por-sete-clubes.htm) e Eduardo, e no ataque, o artilheiro do Brasil, fazendo gols e construindo jogadas, Magno Alves. Na lateral direita, Samuel não comprometia. Bill, desprovido de habilidade, mas ajudava bastante na marcação.

    No banco, um grande e ousado treinador, que mesmo jogando num 4-2-2-2, alternando às vezes para um 4-1-3-2, provou que era possível ao Ceará liderar a série B, ao mesmo tempo que vencia 3 times da série A fora de casa, sendo curado da tal “síndrome da cancela”.

    Entretanto, tínhamos problemas na lateral esquerda e no banco de reservas, e após aquela derrota inacreditável para o Botafogo, com várias explicações, mas nenhuma consensual, o time mudou do vinho para a água, virou outro.

    O time atual, na minha expectativa, é semelhante no gol, inferior na zaga (considero o Diego Ivo na fase 2014 melhor que Gilvan e Charles), inferior na lateral esquerda (peeeeense!), semelhante na lateral direita, onde o Samuel deve tornar-se titular), superior nos volantes, semelhante na meia (acho difícil alguém superar o Nikão naquela fase, mas o Eduardo dá), bem superior no ataque, dependendo da manutenção da grande fase do Magnata, inferior no esquema tático e superior no banco de reservas.

    Só o tempo me dirá qual dos dois é melhor. Claro que deveremos contratar mais durante o ano, qualificando o elenco. Vamos aguardar. SA!

  • Bosco disse:

    QUEM DEVE SER O COBRADO OFICIAL DE PÊNALTIS DO MAIS QUERIDO?

    Porque ninguém fala que o nosso cobrador de pênaltis tem que ser o Ricardinho?
    Porque o Magnata que perdeu o sexto pênalti continua cobrando pênalti?

    O time já entra em campo com um cobrador de pênaltis indicado pelo treinador ou quem cobra é quem pega a bola primeiro? Alguém sabe algo a respeito?
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  • Neto disse:

    Todos somos Alvinegros. Não consigo entender discussões com críticas ruins. Todos, aqui, entendem e gostam de futebol e do Vozao. SA.

  • oman disse:

    Ainda faltam chegar dois jogadores fundamentais: o padrão tático e o entrosamento. E não é da noite pro dia. Vai ser ainda mais difícil com o Dado, tendo um elenco muito modificado, decidindo alterar a equipe jogo e jogo. Ainda tem os delegados que, por uma vaga no time, diante da competição em um elenco qualificado, acham que devem ficar com a bola os noventa minutos só para eles (ontem foi o caso do Marinho e do Wescley – dois jogadores parecidos e bons). Mas acho que vai dar certo. Outra coisa: campeonato cearense não é padrão de futebol. O que se joga nessa época do ano é outra coisa. Jogar com metade de um campo de futebol , sem espaço algum e o adversário sentando a pua e dando bico é o puro lixo do esporte coletivo.

  • Milton disse:

    CAROS ALVINEGRO, tomara que os NOSSOS DIRIGENTES e DÁ COMISSÃO TECNICA , LEIAM
    OS COMENTARIOS DO BLOG DO WEIBER POIS O MESMO É VOZ DA TORCIDA ALVINEGRA,
    UM BOM TERMOMETRO PARA MEDIR O GRAU DE SATISFAÇÃO DA TORCIDA, GOSTEI DOS
    COMENTARIOS DO RAMON, MAINHA, ALBERTO T, DOMINGOS MASSAPÊ, BASTANTE LUCIDOS,
    CLARO SEMPRE RESPEITANDO A OPINIÃO DE TODOS , POIS TODOS SOMOS ALVINEGROS,
    e TORCEMOS PARA UM CEARÁ CADA VEZ MAIS FORTE, SAUDAÇÕES ALVINEGRAS.

  • PIO JUNIOR - BIRITEIROS ALVINEGROS disse:

    Meu caro Weiber

    O fraco rendimento de alguns jogadores até aqui não deixa de ser preocupante, principalmente porque eles vivem disso e fazem isso todos os dias, jogar bola. Temos exceções e cito só para ilustrar alguns que estão muito bem: Cametá, Sandro, Luis Carlos e Assisinho. Porém os novatos de uma maneira geral ainda estão devendo e muito.

    Espera-se que eles entrem em forma o mais rápido possível, pois o Campeonato do Nordeste está batendo na porta e precisamos ter um time pelo menos consistente e com um bom padrão de jogo, pois essa competição é bem mais difícil.

    Ao contrário de alguns apressadinhos daqui de seu valioso e democrático espaço, estar cobrando de Dado Cavalcante o “ponto do doce” com apenas 3 rodadas, penso que o entrosamento, a consistencia e a sequencia deve vir com mais tempo de bola rolando.

    Isso não quer dizer que estou achando que o time está bem, claro que não. Mas de uma coisa tenho certeza: Não existe milagre no futebol. Esse time é qualificado e precisa de tempo para engrenar. Sem contar que tem estreias importantes para acontecer.

    No mais, é vencer o Maranguape amanhã e continuar acumulando os pontos que serão importantes no futuro.

    Saudações Alvinegras!

  • Fábio Vozao disse:

    Concordo plenamente com o Enio em seu comentário de 23 de janeiro às 21:03!!!
    Expressa exatamente a minha opinião!!!!
    O time principal do ano passado foi o melhor dos últimos anos do Vozão!!! Talvez o melhor que tenha visto nos meus 33 anos de torcedore.
    SS deu um show na formação da equipe!!!!
    Independente do resultado final, dava orgulho assistir o Vozão jogar, ganhando ou perdendo se comportava como time grande!!!
    Acredito que o SS volta em breve!!!
    SA

  • alberto t disse:

    Caro amigo ÊNIO, você tem razão qdo diz q foi o melhor time q viu jogar nos últimos tempos, eu também acho q foi mesmo o melhor, até pq esse novo plantel ainda ñ jogou, essa é a verdade, apenas entrou em campo prá testes, escolhas de jogadores, observações etc e tal, mas lhe digo também, SS foi o responsável por aqueles momentos de glórias, qdo em certas partidas o vozão jogava mesmo por música, também lhe digo q até certo tempo tínhamos um time q encantou a tudo e a todos, falei um “TIME” E NÃO UM PLANTEL, q por sinal terminou sua jornada anual como um dos piores, isso ñ podemos negar, por isso q acho ainda q se SS pegasse esse plantel de hoje, voltaríamos a dar baile como faz ano passado por achar q esse novo grupo ñ deixa a desejar ao do ano passado, mas vamos esperar, isso é apenas meu ponto de vista e respeito o de todos, legal assim amigo? um abraço ao Milton por seus reconhecimentos aos companheiros alvinegros de verdade.

  • RAMON disse:

    Caro Ênio, seus comentários são sempre inteligentes e elegantes. Todavia, concordo com o Alberto T, tínhamos um bom time titular, mas infelizmente não dispusemos de um plantel qualificado. De fato, o Ceará, por exemplo, contra o Inter (RS), em Porto Alegre, protagonizou uma das melhores apresentações do vozão que os meus olhos já viram. Pensei mesmo que iríamos subir sem maiores dificuldades. Conquanto, o tempo fez quebrar o encanto. Não tínhamos reservas à altura, salvo em algumas posições como no gol. Ademais, alguns jogadores outrora com desempenho excelente, como o Nikão, simplesmente desaprenderam a jogar. Quiçá porque não foram liberados graciosamente para agremiações da série A. Pode ser. Entretanto, mais uma vez emergiu a deficiência dos suplentes, tais como o “joga fácil” e todos os atacantes fraquíssimos, bem como a total carência de zagueiros de qualidade no banco. Tudo isto contribuiu para o nosso fracasso no que se refere ao acesso no ano passado. Que sirva de lição. Também tenho dúvidas se vamos montar um time titular à altura do que atuou na primeira fase da série A do ano passado.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *