Blog do Vozão

O tempo chega para todos

370 67

Ciclo que Magno Alves no Vozão parece que chegou ao seu final (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

A principio relutei bastante para não escrever sobre o assunto aqui no Blog por achar que o Ceará Sporting Club é maior que qualquer jogador. Mas diante de tudo que se falou e se escreveu sobre o que disse Magno Alves em entrevistas a programas esportivos com relação a sua permanência no Vozão, resolvi dar meu pitaco sobre o assunto.

Primeiramente quero dizer que, independente de qualquer coisa, por tudo que fez dentro de campo vestindo o manto alvinegro, a história de Magno Alves no Vozão nunca será apagada e não tenho dúvidas em apontar que estará sempre na lembrança do torcedor alvinegro como um dos maiores jogadores do clube.

Mas, é bom que se diga que em todas as vezes que esteve no Vozão o processo de renovação contratual com Magno Alves sempre se deu de forma complicada, com o jogador priorizando sempre seu lado, o que era justo, diga-se de passagem, e aproveitando para se promover criando aquela novelinha básica. Durante as negociações Magno Alves nunca foi objetivo e direto com o clube quando procurado para renovar contrato, deixando quase sempre para decidir sua renovação após retornar das férias com a família, ou seja, valorizando o máximo possível, e ainda assim o clube sempre esperou por ele. 

E quando a renovação não foi possível devido o jogador optar por ganhar mais grana, por exemplo, quando foi defender o Fluminense, seu clube de coração como sempre fez questão de dizer, o Vozão ainda assim deixou as portas abertas para seu retorno.

Quando nas duas oportunidades que Magno Alves preferiu não renovar com o Vozão visando uma melhor oferta financeira, mesmo com diretoria e torcedor querendo que ele ficasse, o Clube entendeu os motivos do jogador e não criou atrito e nem o jogou contra o torcedor. Dessa vez faltou ao Magno Alves entender que no futebol o tempo chega para todos, e agora foi o Diretoria quem entendeu que para o momento ele não se enquadra no perfil de jogador que o Vozão entende ser necessário ter em seu elenco para disputar uma Série A.

Como torcedor sou grato ao Magno Alves por tudo que fez pelo meu clube, por isso terá sempre o meu respeito. Mas entendo que o Vozão estará em primeiro lugar sempre!

Respeito quem pensa diferente de mim, mas essa é minha opinião.

Saudações Alvinegras!

67 Comentários

  • Neto disse:

    Está certíssimo, Weiber. Como Alvinegro penso da forma, assim, como todos os torcedores do Ceará. SA.

  • Charles disse:

    Comentário perfeito, penso exatamente igual ao WC. Respeito demais a história do Magno no Vozão e seremos eternamente grato pelo que fez pelo clube, mas sempre que precisava renovar ou assinar com o clube aconteceu o descrito pelo Weiber. Sem se falar que sempre que estava bem ( se projetava graças ao clube), ia embora. Quem esqueceu quando o Ceará e toda torcida esperava por um acerto com o jogador e ele preferiu passar toda uma temporada como reserva no Sport?? E na melhor fase no vovó, resolveu novamente passar a temporada como reserva no Fluminense?? O tempo não para e no momento o Magno não está em condições de exigir nada do clube, muito menos o que ele nunca fez em termos de negociação…

  • TADEU SAMPAIO disse:

    Comentário perfeito, acrescento somente que o que ele fez pelo clube, foi sempre muito bem remunerado. Logo, o agradecimento deve ser recíproco. o que se pode dizer…O TEMPO NÃO PARA.

  • Eduardo disse:

    Algumas considerações:
    1. Devemos agradecer de todo o coração ao Magno Alves pelos serviços prestados ao Vozão. Mais à frente, quando houver clima, poderemos prestar-lhe uma homenagem da qual ele é justo merecedor. No mais, sucesso na sua carreira e vida, Magnata!
    2. Esse troço de jogador sair e voltar quando quiser, normalmente com o apoio de parte da torcida e da imprensa, dá nisso: se sente o rei da cocada preta e não aceita ser contrariado. E essa bate-e-volta é vício no Mais Querido. Já temos mais casos neste início para 2018. É triste.
    2. Ao que sabemos, nas vezes anteriores, nas negociações, ele sempre posou de pop star ou prima donna, uma banca de fazer inveja a qualquer um.
    3. Foi se aposentar no time do coração (Fluminense) – pelo menos é o que foi dito, sem desmentidos, na época. Por conveniência familiar (a esposa é daqui), volta para jogar no Ceará, ganhar uma boa grana, desfilando uma empáfia de dar inveja, cheio de razão, o dono do pedaço. Ora, ora!
    4. Alguém ainda pode imaginar que Magno Alves já não sabia que não estava nos planos do Ceará, quando procurou dois programas de elevada audiência para dizer o que disse? Alguém acha que depois de tudo isso ele ainda tem ambiente para ficar em Porangabuçu? Alguém acha que ele não sabe que está apenas jogando m… no ventilador para se vingar de alguém, usando a instituição Ceará, pelo fato de não conseguir, desta vez, o que sempre conseguiu?
    5. Magno Alves pode jogar até 10 ou mais anos, mas não na intensidade e dinâmica que precisaremos ter para permanecer na série A. Na série A não teremos os jogadores mais técnicos, portanto precisaremos compensar com muita integra, suor e luta. É bonito ver o Magno jogar, mas o cara é todo o tempo se poupando, só vai na boa para ele, enquanto outros se doam integralmente e, óbvio, se contundem, já que estão sempre no limite.
    6. Por fim, diria que há algo de muito estranho nessas tratativas do Ceará com alguns de seus ídolos em fim de carreira e não é de agora, vide os casos de Sérgio Alves e Mota. O que será que ocorre nos corredores de Porangabuçu para que essas situações de, no mínimo, grande desconforto, aconteçam? Em vez de termos um ídolo que será sempre Ceará numa relação de amor e admiração recíprocos, temos, para falar pouco, um ressentido.

  • otoniel disse:

    Bom dia! Muito sensato WEIBER o seu comentario.Idolo pra mim foi Gildo,Sergio Alves,etc.O nosso Magno Alves(o magnata) nos ajudou muito em varios momentos em que esteve no nosso clube vestindo a camisa alvinegra.Agora querer colocar a faca nos peitos do Presidente,Robson de Castro,que sempre teve uma conduta exemplar em relaçao a ele é muito deselegante e ao mesmo tempo querer jogar alguns torcedores contra o presidente.Essa conduta não é de idolo.O nosso clube sempre honrou todos os compromissos,que acertou com ele.E preciso que isso seja dito,mesmo nos momentos que o Magno Alves nos deixou na mao,a conduta da nossa diretoria foi de amizade e profissionalismo e sempre deixou as portas abertas pra ele.O clube esta acima de qualque coisa e qualquer jogador,seja ele quem for.

  • Apos ler o comentario do Weiber, mudei de opiniao. Muito bem colocada a apreciação dele sobre a permanencia ou nao do Magno Alves. Acho ate que o tratamento diferenciado dado ao jogador, em funçao da idade, poderia gerar descontentamento nos demais jogadores. Magno é um idolo da torcida alvinegra, mas o Clube está acima de todos nós.

  • francisco - sócio Torcedor disse:

    Obrigado Magno Alves, mas a idade pesa, siga sua carreira!!!.
    Fez 2 gols no brasileiro série B e joga a diretoria contra a parede e a torcida contra a diretoria. Poderia ter sido mais profissional nas suas declarações e menos egocêntrico(O Futebol Cearense gira em torno do Ceará e não em torno de vc), poderia muito bem negociar salário de 30 mil por 6 meses , jogando até a parada na copa e encerrando a carreira com dignidade na série A.

    Por isso meus ídolos são Sérgio Alves e João Marcos e tenho muito respeito ao goleiro Adilson.

  • F_Neto disse:

    Tenho certeza que o salário q ele pede não condiz com o seu atual rendimento, talvez este seja o grande problema,acho q até daria pra mantê-lo como reserva, mas com um salário bem menor! Será q ele quer?!

    Soube que a pedida dele teria sido 50 mil mensais.
    WC

  • Bosco disse:

    Assino em baixo Weiber.
    Você está certíssimo.

    Acho até que o presidente do mais querido não devia alimentar mais esse assunto e dar a ele por devidamente encerrado.

    Só acho que a diretoria complicou a situação não por má fé mas por descuido passou a impressão de desdenhar do jogador passando uma sensação de desprezo ou vingança do clube contra o idolo em fim de carreira.

    Repetiram o que fizeram com o Gildo que não queria parar que dias dpois foi ovacionado pela torcida alvinegra jogando pelo Calouros contra o próprio Ceará..

    Vingança é um prato que se come frio.
    ”Desprezo doi tanto que não devemos dar nem ao nosso pior inimigo”. – Dizia um sábio promotor de justiça amigo meu.

    Robinson pessoalmente, ou o gerente de futebol, ou alguém ligado ao marketing devia ter chamado o jogador para um encontro oficial e comunicado a ele a decisão do clube olhando nos olhos do profissional e agradecido por tudo.

    Quem sabe até entregar uma placa ou um presente significativo. – Um album de fotos, camisa autografada por todos os jogadores e dirigentes do clube.

    Que mau há em comunicar a decisão do clube a um jogador?

    Na oportunidade ter agradecido o empenho entregando uma placa e se fosse do interesse do jogador marcar uma despedida, ou simplesmente cada um seguir sua vida sem trauma.

    Erramos muito por falta de conhecimento das relações interpessoais. Não achamos que se relacionar bem faz parte do mundo civilizado. Principalmente num país como o nossso, que ainda guarda fortes raizes da escravidão onde cada um não vale como ser humano, mas pelo que tem e pelo que pode fazer.

    Essa falta de conhecimento da importância das relações interpessoais a gente ver muito nos programas de esporte e a repetição aqui no blog do mau exemplo.

    É só ver como o Chamusca é tratado por certo cronista que chama a contratação do Edinho de volta a casa paterna e a do Ernandez de refugo.

  • Sávio Feitoza disse:

    Perfeita postagem Weiber !!
    Saudações ALVINEGRAS !!

  • Luiz Gomes ! disse:

    Bom final de ano para todos da família Alvinegra! Pra mim sem arrudeio o Magnata continuaria mais essa temporada. O motivo dessa permanência é que o mesmo é experiente e decisivo quando entra no segundo tempo. Respeito a opinião de todos.
    Saudações Alvinegras!

  • Weiber você é um arrombado
    E o seu comentário foi perfeito
    O Vozão agradece ao Magnata
    E da torcida ele tem o respeito
    Aqui não há ninguém que negue
    Mas agora é vida nova que segue
    E faça lá fora o que aqui foi feito.

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Também acho que o Magnata ainda seria útil ao Vozão, é um jogador que se cuida, tem um bom preparo físico e o mais importante, tem muita experiência e é matador. Certamente seria útil, senão na série A, pelo menos no cearense e copa nordeste.
    E esse negócio de amor a clube não existe, pode até existir, mas na hora fala mais alto o poder do dinheiro, ninguém joga por amor. O grande ídolo Gildo, salvo engano, deixou nosso time e foi jogar no Botafogo de Ribeirão Preto e como ele muitos outros saíram daqui, nenhum ídolo ficou aqui por amor, é assim a vida.
    Concordo com o Bosco no comentário acima, a diretoria poderia ter conduzido o caso com mais profissionalismo e respeito ao jogador, no caso de ser verdade suas declarações, claro!
    Se o Magnata jogou pouco foi porque o Chamusca não o escalava, preferia os craques Lelê e Cafu. Agora a diretoria tem aumentada a sua responsabilidade nas contratações, vamos ver quem vem aí.

    Saudações alvinegras!

  • MILTON disse:

    Caros Alvinegros, Assino em Baixo o Comentário do Weiber, e quando ele foi para o Atretico MG, Sport para ganhar mais e para o Flu encerrar sua carreira para ele não conta , Tchau Magnata obrigado pelos serviços prestado ao Vozão, mais é vida que segue pois só o vozão que é Eterno, enquanto jogador de Futebol tem seu Tempo., Rafael costa que sempre Honrou a camisa do Vozão saiu Agradecido , Ingratidão é o Pior dos Mal.

  • Alencar disse:

    Futebol é profissionalismo. Na série B marcou dois gols exatamente quando entrou com os adversários já cansados . Passou, salvo engano, 11 partidas em que o time jogava pra ele finalisar e não marcou nenhum gol.

    Acho engraçado grande parte da turma que defende a sua contratação o sombavam nos programas esportivos.

    Mas, pode usar o microfone e falar o que quiser que depois ninguém lembra e vc pode mudar a sua opinião drasticamente.

    É bom rever o tipo de programas que assistimos.

  • Oliveira Silva disse:

    Quanta ingratidão, um craque como ele agregador, não se contunde, joga aonde o clube mandar por que é funcionário, fez gols importantes na serie b. Estão expulsando pela “idade” e por ele ter feito outras escolhas quando lhe pagaram melhor, no futebol tem dessas coisas, a maioria dos profissionais são movidos a contratos, leva quem paga mais é e sempre sera assim.

    Alguns aqui esqueceram, do que ele fez no vozão, se em 2017 ele não foi bem, me diga ai quem foi ?(tirando a parte do chamusca em diante), jogou numa posição que não é a dele, fazendo dupla com Lele, tendo que receber bolas do Felipe Meneses, Ricardinho ainda não era titular, Wallece Pernanbucano, Alex Amado.
    Prefiro pagar 50, do 1 em cafu, alex amado, felipe meneses, lele e por ai vai,
    Da uma olhada no time que iniciou a serie B

    Confira os relacionados:

    Goleiros: Éverson e Lauro;

    Laterais: Cametá, Romário, Rafael Carioca e Pio;

    Zagueiros: Rafael Pereira, Luiz Otávio e Valdo;

    Volantes: Raul, Richardson e Jackson Caucaia;

    Meias: Pedro Ken e Felipe Menezes;

    Atacantes: Alex Amado, Wallace Pernambucano, Roberto, Maxi Biancucchi e Arthur.

    http://blog.opovo.com.br/blogdovozao/crb-x-ceara-na-fe/

    Isto foi postado pelo WC.

    Estão fazendo o que fizeram com o Mota no passado!

  • VOZAO disse:

    gratidao nao ganha campeonato até nunca mais gratooooooooooooooooooooooo

  • Oliveira Silva disse:

    Acredito que jogadores como Magno Alves (vide Paulo Baier, por exemplo) podem jogar até uma série A tranquilamente aos 40 e poucos anos com muita qualidade e decidir jogos para o Ceará, isso foi demonstrado durante as poucas oportunidades que teve nas rodadas finais da série B, inclusive no jogo contra o Criciúma em que o atleta atuou durante quase o jogo inteiro e participou diretamente do gol de empate.

    Quanto a atuar pouco, isso foi opção do treinador (acertada em alguns momentos, principalmente no início da competição, pois realmente ele vivia um mal momento, e equivocada em outros, pois quando o jogador voltou a desempenhar um bom futebol não foi tão utilizado quanto poderia ter sido), mas Magno Alves sempre que entrava, principalmente nos últimos e decisivos jogos da série B no Castelão, dava um toque de qualidade e, com um ou dois toques na bola, ou fazia gol, ou criava uma situação de grande perigo não criada pelo time durante os 90 minutos. Sempre foi assim, Magno sempre foi do tipo de jogador que mais alternou na carreira bons momentos do que momentos ruins e sempre foi decisivo. Nesse aspecto, a história conspira a seu favor. Vale lembrar que o Chamusca só o colocava para jogar nos últimos 10 minutos de partida, mesmo vendo que ele já havia retomado o bom futebol, o que se revelou um subaproveitamento do ídolo alvinegro.

    Além disso, há também, ao meu ver, uma questão de coerência, renovar contratos de Fernando Henrique (que não tem qualidade nem para ser titular de série B), Rafael Carioca (jogador de qualidade duvidosa, que teve como maior mérito o gol da vitória fora de casa contra o Brasil de Pelotas, mas nunca se firmou totalmente) e de Pio (que, assim como o Magno, fez gols decisivos, mas não tem a técnica apurada do Magnata) e não renovar o contrato do quarto maior artilheiro em atividade do mundo e que a qualquer momento decide uma partida com gol ou assistência revela-se inconsistente no meu entendimento. Saúde e qualidade para jogar por mais uma temporada o Magno Alves tem sim, resta saber se a diretoria irá acertar ou não nesse intuito.

    Para finalizar: no que diz respeito à questão financeira, 600 mil reais ou menos está de bom tamanho, ao meu ver, para mantê-lo, pois mais vale um jogador que decide do que a soma de salários equivalente de dois ou três que toda temporada aparecem nos grandes times cearenses e que não resolvem nada, pois o raciocínio deve ser no sentido de que alguns pontos conquistados com participação direta de atletas como o Magno Alves podem ser a garantia de permanência de milhões para o clube na temporada seguinte.

    Comentário de um alvinegro em outro blog

  • Antonio disse:

    Muito bom o seu comentário WEIBER e concordo com tudo que falou, porém a diretoria poderia ter sido sincera com o Magno e dizer que não o queria mais e fazer uma bela despedida para o ídolo.

  • Célio Miranda Albuquerque disse:

    Verdade, WC, o que vc disse e recuo um pouco do eu disse no post anterior. O Magno Alves fez também seus redemoinhos n’outras vezes e por isto padece do que podemos chamar de ação e reação, ou aqui se faz e aqui….

  • JOSE DE LIMA disse:

    Vai para o FLU, time do coracao. Quantas vezes nao assistimos a Novela da renovacao do Magno Alves, ai nao era desrespeito, era o atleta em busca do melhor para si. Chegou a vez do Ceará optar pelo que lhe e melhor.

  • Carlos Alberto disse:

    Alvinegros…
    Nós, não sabemos lidar com nossos ídolos. São vários os casos de falta de habilidade do nosso clube para com aqueles que honraram nosso manto e se tornaram ícones da nossa tão apaixonada torcida.
    Eu creio e prefiro assim: INABILIDADE ADMINISTRATIVA.
    Mas outros dizem que não. Que o problema é político.
    Tem os que apelam para a falta de cultura nossa. Dizem que somos mal educados.
    Na verdade pouco me importa o motivo. O que eu lamento é o descaso com o ídolo. Todo clube que se preza, tem é venera seus ídolos.
    Nós não.
    Gildo, Sérgio Alves, Mota, Magnata…
    É tão difícil construir a imagem de um, e quando se consegue, deixa morrer.
    Falta Habilidade.
    Falta Inteligência.
    Nesse caso específico do Magnata:
    Faltou: respeito, amor consideração, carinho… faltou tudo.
    Sobrou: Prepotência e Orgulho.

    NÃO SE DESPREZA ÍDOLO!!!

  • emidio neto disse:

    Discordo radicalmente de você Weiber, mas respeito sua opinião.
    É um absurdo pessoas querendo encerrar a carreira do artilheiro do ano de 2017 do Ceará Sporting. Isso mesmo, o artilheiro do ano de 2017 foi Magno Alves de 41 anos.
    Magno Alves não está pedindo favor, se não querem digam, mas parem dessa frescura de desqualificar Magno Alves, afirmando que não corre mais, MENTIRA !
    Ele foi boicotado pelo Chamusca na Série B, as nas poucas vezes que o colocou em campo achando que ele ia quebrar a bola, queimou a língua, ele fez gols, deu assistências.
    No jogo contra o Criciúma a jogada do gol do Lima foi dele, após receber passe do Pio.
    Magnata com 42 anos joga mais do que Robinho, Alex Amado Roberto e outros que estão ou que já saíram.
    Parem de desqualificar esse fenômeno que aos 42 corre igual ou mais do que alguns jogadores de 30 anos. Magno Alves e Zé Roberto, que encerrou carreira aos 43 anos,são exceções.
    Esse papo furado que é jogador de um tempo é outra MENTIRA, por ser um fenômeno físico ele ainda corre os 90 minutos facilmente.
    Chamem o atleta e digam que não o querem mais e pronto, respeite pelo menos o ser humano, que sempre honrou a camisa do Ceará. Como ele mesmo falou, nunca ficou andando em campo “roubando” o Ceará.
    A pessoa mais indicada para saber quando ele deve parar é ele mesmo, ele não é burro para manchar sua trajetória como atleta.
    Melhor deve ser o Robinho que corre 200 minutos e não faz um gol.
    Weiber, desculpe, mas não aguentei ver tenta injustiça.
    Com a subida do Ceará algumas pessoas estão se o rei dá “cocada preta”, humildade é uma palavra sábia. Subimos e estão arrotando arrogância.
    Arrogância que destruiu o futebol pernambucano, quando renegou a Copa Nordeste, Náutico e Santa Cruz caíram, Sport escapou na bacia das almas.
    Com Magno Alves ou sem Magno Alves, sou Ceará ate morrer, desde 1966 que acompanho o vozão, 60 anos de vida e de amor pelo Ceará.
    Se não querem Magno Alves que o mandem embora, mas parem de desqualificar o jogador.
    Grande abraço Weiber, tenho muito respeito por você.
    ” Pode ganhar pode perder sou vozão até morrer”

  • Alberto t disse:

    Certo o ponto de vista do blogueiro, há anos q falo, não torço por diretor, treinador e nem jogador, torço a instituição ceará sporting club, qdo querem cairem fora, inventam mil desculpas e nos deixam na mão, pc gusmão, M Alves são exemplos bem claros, agora a diretoria tinha q ser digna e sem covardia como foi, chega pro cara e diz olho a olho e papo encerrado, covardia n viu diretoria, o vozão tá acima de tudo galera.

  • delmax disse:

    na minha modesta opiniiao foi muito mal conduzido pela diretoria e o magnata tambem foi mal colocado nas suas entrevista acho que tivvesse procurado logo e tivesse uma conversa uma proposta nao a que ele queriia ,tambem nao uma proposta desprezivel quanto a que ele disse 20 mil ele tem o seu valor mesmo acima dos quarenta anos e diferenciado e experiente esta com os brios ferido ,vao contratar varias aposta tendo uma certeza aqui apesar de sua idade ele pode sim ajudar o ceara,e sentar conversar chegar um denominador bom para o ceara e tambem para o jogador ele quer ficar no ceara ja disse mora aqui tem familia aqui ,agora se nao queiserem e outra coisa nao era pra ter deixado chegar a esse ponto.

  • emidio neto disse:

    Ia esquecendo, nasci e cresci dentro do campo do Ceará, vi tempos difíceis financeiramente.
    Tempo que nosso campo era só lama durante o inverno e os jogadores iam para a quadra de futebol de salão que ficava perto do campo.
    Tempo em que o Ceará se concentrava em uma casa de sobrado alugada perto da Ilha das Cobras. Gojoba, Majela, Laudenir, Ita, Marcos do Boi, Chicletes, Carreti, Carlindo e outros dormindo em camas de beliche devido ao tamanho da casa.
    Estou falando tudo isso pra destruir outra falácia quanto as renovações de contratos do Mota e Magno Alves.
    Fui inúmeras reuniões com meu pai na casa de Raimundo de Paula Joca e Paulo Benevides para renovar contrato do Gildo. Estou falando do Gildo, o maior ídolo da história do Ceará. Nunca foi fácil renovar com ele, e olhe que na época não tinha empresários, se negociava praticamente com o jogador.
    Arthur Ribeiro do Carmo na década de 70, só ficou no Ceará porque meu pai tirou do próprio bolso e deu um Chevette zero Km para ele. isso deu uma confusão enorme com minha mãe.
    Eu pergunto, Gildo e Arthur estavam errados?
    Claro que não, estavam se valorizando.
    Motta e Magno Alves, pediram o que eles achavam justo, se a diretoria achava muito, que é um direito dela, e não renovou, que siga o jogo. Mas parem de desqualificar nossos ídolos.
    O futebol cearense nunca valorizou seus ídolos, sempre pagou fortunas para “bondes” que aqui vieram de fora.
    Tive a honra de conviver nos seus últimos anos de vida com o grande Pedro Basílio, durante uma conversa reservada ele me disse: ‘ Sou eternamente grato ao Ceará, a casa onde moro me foi dada por Antônio Góis, na época presidente do Ceará.’
    Presidente, Chamusca e diretoria, humildade não faz mal a ninguém.
    Se não querem Magno Alves, agradeçam pelos serviços prestados e mandem embora, mas parem de dizer que ele está acabado para o fuebol.
    ” Pode ganhar pode perder sou vozão até morrer”

  • Bosco disse:

    Ótimo comentário Emido Neto.
    Certos dirigentes fazem isso com ídolos. Mas eu acho que é bom eu encerrar esse assunto porque não tem mais jeito mesmo.

  • Bosco disse:

    Todo jogador tem um time de coração.
    O do Ricardinho é o Inter de porto Alegre o do Richardson é o Flamengo.

    O do Gildo era o Ceará.

    Gildo corria para a torcida e chorando de alegria quando fazia gols pelo Ceará.
    Um dia num jogo contra o rival ele desmaiou após o golaço que fez.

    Tinha um comportamento extra campo de fazer inveja.

    Foi enxotado seis meses antes de encerrar a carreira.
    Ele queria um contrato curto até o fim de estadual antes de encerrar a carreira e lhe foi negado.

    Encerrou a carreira no Calouros do AR que conseguiu pagar o que o Ceará lhe negou.
    No jogo contra o Ceará ele foi aplaudido toda vez que pegava na bola. Foi algo emocionante.

    Nunca vi uma torcida tão emocionada em toda minha vida

    A torcida chorava de emoção na arquibancada. Eu e meu pai vimos com nossos dois olhos. Meu maior ídolo é o Gildo.

    Parece que ídolo é so para o torcedor. Dirigente não tem ídolo.

  • Vovozão10 disse:

    Um dos comentários mais lúcidos da imprensa escrita mundial. Entra para os anais do site do O POVO com a mais absoluta certeza. Matéria digna de disputa de prêmio brasileiro de jornalismo esportivo. Com possibilidades de magnitude infinita de tese de doutorado.

    Magno, garoto!!! Obrigado por tudo!

    Agora, cai fora cara, estou te pedindo direito!!! Será melhor para vc! Aqui não! Aqui é Vozão meu irmão!!!

    Sai, como saiu o Rafael Costa, por cima, deixando mensagem de agradecimento na sua conta pessoal de uma determinada rede social (para não fazer propaganda no nobre espaço alvinegro).

    Mitotônio passou…

    Gildo passou…

    Sérgio Alves também passou…

    E o Magno??? Esse aí, passou, esse aí, passou…esse aí, passou…

    Enquanto o CEARÁ ficará..

    Ceará e Barcelona “més que un club” (traduzindo para os que não são poliglotas: Ceará e Barcelona são mais que um clube). Entenda isso Sr. Magno Alves!

    Ninguém foi, é ou será maior que o Vozão. Na vida tudo passa e sempre passará.

    A vez agora é do Arthur, garoto da base, que tem que ser testado, para o torcedor neófito, não existe a necessidade de renovação de elenco, de aproveitamento da base, jamais irão entender este processo de renovação.

    Sem mais para o momento, fico por aqui. AVANCEMOS!!!

  • César de São Paulo disse:

    Eu mesmo não me admiro com nada que vem de jogador, mesmo sendo de um jogador como Magno Alves, que é um jogador tido por muitos como ídolo. Agora o Magno Alves foi muito infantil, pois se ele não tivesse falado aquelas besteiras, certamente o Robinson iria ceder a pressão e renovar. Da maneira que Magno Alves falou do Robinson, deu pra entender que o Magno Alves estava chamando o Robinson de muleque. Agora o cabra que deu essa corda no Magno, poderia muito bem dá uma corda também no Robinho, no Cametá e no Jackson Caucaia.

  • Magal disse:

    Verdade Bosco. Gildo o vi jogar muitas vezes, inclusive naquele jogo contra o Remo em 69, pela segunda partida da decisão do Nordestao. O jogo mais eletrizante que já assisti no velho PV. Magno ainda poderia nos ajudar no cearense e na CN. Pois vamos precisar de elenco qualificado para não fazer feio como um time acolá que só faz besteiras nestas competições

  • Neto disse:

    Sobre o Gildo, na epoca não entendia pq ele nao continuou no Ceará, esse sim, era ídolo, esse gostava no Vovô. Agora, Magno Alves, esse mesmo, que nao esteve nem aí, com o Ceará, quando quis ir pro Sport, ou Atlético ou Fluminense (seu time de coração) vem dizer que o Ceará está sendo ingrato? Va pra onde quiser MA, vc foi pago e bem pago, para jogar bola. Volte pro Fluminense. Nao acredito que a torcida alvinegra tenha caído nesse papo furado de torcedores de outros times e mesmo do Magno, que nesse momento so pensa nele. Nao o tenho como ídolo, alias nunca o considerei assim, apenas um bom jogador. SA.

  • Gilberto Conrado disse:

    Comentários sérios, corretos e abalisados, estes postados. “Foi bom enquanto durou” sua marca ficará registrada na memória da torcida e do clube, mas o CEARÁ é maior do que tudo e todos, até porque o jogador passa mas o clube fica, então estar na hora de resolver sem traumas a situação do Magno Alves. Pelo perfil do Ceará no momento, acho que ele não estar no perfil do clube, até porque na serie B ele para o final não estava numa boa fase, entenda a serie A.

  • Bosco disse:

    Weiber;

    Chegou um outro lateral ontem.
    Faz exames médicos e se aprovado assinará o contrato com o mais querido, depois de colocar o preto no branco será apresentado a torcida e a imprensa.

    Alguém tem uma dica de quem seja?

    Nem tenho dica e nem estou sabendo que esse lateral já esteja na cidade. Sei que o lateral já foi contratado e que a diretoria aguarda apenas o vinculo dele encerrar com seu clube para poder anunciá-lo oficialmente.
    WC

  • Flavio Cruz disse:

    Obrigado Magnata por tudo que fez no time. Nunca escondeu que preferia jogar no Rio. Deixe de mimimi e boa viagem.

  • Vitor Nobre disse:

    Fora do assunto do post,mas permita-me Weiber,até agora a formação do elenco é própria pra brigar pelo acesso na série B,saímos da B,mas a B não saiu de nossos dirigentes,antes que os bedéis do blog me esculhambe,não estou falando em contratar jogador bilheteria,festa de aeroporto,e sim jogador com melhor potencial.

    Vitor, entendo sua preocupação, mas entenda que formar elenco em inicio de temporada para disputar Série B já é prejuízo certo, imagina pra Série A. Eu também não estou gostando das contratações feitas até agora, mas vou dá um crédito a diretoria nesse momento, afinal nesse primeiro semestre só teremos Estadual e primeira fase do Nordestão.
    WC

  • NAILTON disse:

    Excelente comentário.

  • F_Neto disse:

    Interessante q o MA falou numa entrevista q não chamaram pra conversar, e ao mesmo tempo falou q iriam reduzir pela metade o salário dele! fizeram proposta ou não?!!! incoerente!

    Contrato dele sequer terminou ainda. Só termina no final de dezembro.
    WC

  • Alvinegro disse:

    Acho engraçado, quando o magnata decidiu sair do Vozão para voltar a jogar pelo Fluminense ninguém da imprensa se manifestou contra a decisão dele, agora quando a diretoria toma a sabiá decisão de não renovar com o atleta aí vem alguns com essa conversa mole que o clube tinha de renovar.
    Concordo inteiramente com a decisão da diretoria alvinegra.

  • Fernando Gondim disse:

    Caro Weiber

    Falou e disse tudo, parabéns.

  • Bosco disse:

    F_Neto
    Sem querer entrar nesse mérito, mas entrando, Magno Alves disse que mandaram um recado para ele atraves de alguém descredenciado para tal porque não tinha poder de negociar e decidir. Ele queria ser chamado pelo presidente como os outros jogadores foram chamados.

    Ele não entrou em contradição.

  • Vander disse:

    Sobre Magno Alves, não sei dos bastidores da negociação. Não sou setorista, dirigente ou amigo de jogador. Sou torcedor. E como tal, permita-me WC discordar da sua matéria. Penso que M.A., assim como outros jogadores que tiveram identidade com a torcida (Mota, Sérgio Alves, Gildo, Geraldo, Adilson, e outros tantos) deveriam ter seu valor. Pelo visto, teremos mais um – não diria ídolo – jogador identificado com a torcida, sendo linchado pelo clube. Parece sina dessa diretoria. Será que Magno tinha alguma pretensão política também? De todo modo, lamento o final do Magnata dessa madeira. Para mim, a diretoria não foi justa. E parte da torcida tá indo na onda… Se ele for para o rival, vai dá seu recado, pois ainda tem futebol para apresentar. É isso.

  • Vander disse:

    Pergunto: Quantas vezes o M.A. esteve em departamento médico no ceará? Quantas vezes foi visto em baladas? Quantas vezes caiu em campo com câimbras? Quantas vezes foi expulso? Quantas vezes foi a imprensa, enquanto se quer era relacionado, preterido até por Robinho, muitas vezes ignorado, chamado de superado para o esquema tático do estrategista M. Chamusca? Mas, quando foi convocado a jogar (ninguém falou em ritmo de jogo do atleta) não vou perguntar, vocês já sabem a resposta. Na minha opinião, foi um dos raros jogadores PROFISSIONAIS que vi no ceará.

  • Bosco disse:

    Resumindo:
    Magno se enfureceu porque o Robinson mandou uma proposta de vinte mil para ele jogar o estadual.

    Na proposta já estava claro até demais que ele não fazia parte dos planos do Chamusca. Nem precisava ele vir a público dar ibope para aquele programa humoristico da TV.

    Mandou mau se deu mau. Só os seguidores do VLT querem ele no time. Ele não é ídolo nem do Fluminense avaleim aqui.

    Mas afinal, Magno Alves se enfureceu por falta de objetividade da diretoria no processo de renovação ou por conta da proposta baixa?
    WC

  • Acabou virando uma chata novela
    Se o Magno Alves sai ou não sai
    Por mim, eu até quero que fique
    Mas não me incomoda se ele se vai
    Isso mantém o torcedor ocupado
    E o Magnata está tão preocupado
    Que já está com a família em Dubai.

  • Vitor Nobre disse:

    Weiber seu argumento quanto a formação do elenco é válido,mas lembre-se de que quando março chegar e o mercado estiver ajustado,a desculpa de sempre virá; ” todo bom jogador já está empregado”,portanto penso que,mesmo que financeiramente não seja o ideal,esportivamente a hora é essa.

    Mas ai será a hora de cobrar da diretoria.
    WC

  • João Nogueira disse:

    Pelos comentários de muitos torcedores, parece que o Magno Alves jogou de graça no Ceará.
    Antes de o Chamusca chegar ele não passou onze(?) partidas sem anotar um gol, sequer.
    Eu, se técnico fosse, o teria sacado e colocado o garoto Artur que, quase todas as vezes que jogava, marcava gol.
    Magno Alves sempre jogou prá quem pagou mais. Estava errado? Não.
    Portanto, porque esse estardalhaço todo?
    Se algum clube estivesse interessado e pagando qualquer valor a mais que o Ceará ele já estaria com um pré-contrato assinado.
    Devemos estar agradecido por ter sido profissional, honrando a camisa alvinegra.
    Por mim, agradecido, desejo que seja feliz em outro clube que o receba.
    Mas, torcida alvinegra, ÍDOLO da torcida do Ceará chama-se GILDO.

  • Emanoel ribas disse:

    Amigos alvinegros , vamos encerrar esse assunto Magno,
    Pelo amor de Deus, não estamos mais suportando.

    Vamos falar nas possíveis contratações, sugestões etc

  • Bosco disse:

    Weiber.

    Acho que por causa da proposta baixa. Feita de propósito. Uma proposta espulsadeira. Acho que a diretoria já tinha o Magno atravessado na garganta por tudo que aconteceu no passado.

    As dificuldades para o Magnata renovar com o Ceará eram sempre muito sentida pela diretoria. Chegou a hora de dar o mesmo tratamento a ele já que ele não estava nos planos de Chamusca.

    Se fosse uma proposta alta mandada atraves de um ropeiro ele não teria se enfurecido.

  • F_Neto disse:

    Obrigado pelo esclarecimento Bosco!
    Mas pra complementar, vejo o pessoal comparando os ídolos, mas analisando os mais recentes, por exemplo, Mota e Iarley eram da casa, torcedores do vozão, João Marcos quase 10 anos no time, você vê nos bastidores que gosta do clube.
    Já MA não vejo desta forma, nunca fez grande esforço pra ficar no time, quando teve chance foi embora, quando voltou foi por força da esposa que é cearense e torcedora do vozão e mesmo assim com muita novela pro acerto salarial. Começo do ano fui um dos que defendeu sua vinda, mas vimos que na serie B ele já não rendeu o esperado, neste esquema com um jogador só na frente ele nunca vai ser titular, pois não é jogador de área e pelas pontas não ia conseguir acompanhar os laterais.
    Como já comentei, até acho que pela sua experiência e qualidade técnica poderia ficar pra opção de segundo tempo, mas não dar pra aumentar salário de quem teve rendimento inferior ao esperado, o comum é diminuir. E pra completar deu aquela entrevista que no mínimo ia criar um mal estar com treinador, o q não é bom para um time que tem no slogan “o grupo fechado”. Então, acho que um daqueles que citei anteriormente até valeria o esforço, mas pro MA não acho que vale.

  • Bosco disse:

    Weiber faz um poster sobre as possibilidades de futuro aproveitamento ou não dos diversos jogadores da base.

    Pesquisaria por exemplo o gerente de futebol do Ceará que deve está a par desse assunto pois está sempre se reunindo com o Chamusca.

    Também pode usar o treinador da base e o treinador de goleiros da base como fonte de informações sobre a possibilidade de surgir alguém da Cidade Vozão para ser aproveitado em 2018.

    Os meninos andam tão escondidos da torcida que parece que estão sendo guardandos a sete chaves para dar para o Palmeiras ou para outros clubes do sul em troca de empréstimos de porcarias.

    Ex: Pablo do Corinthians e Artur do Palmeiras. Aquele mesmo que esteve emprestado ao Londrina e foi o melhor jogador da série B desse ano.

  • Bosco disse:

    Weiber;

    Pelo jeito a diretoria esta com essas primeiras aquisições dar nesse momento uma musculutura minima sobre o belo corpo que sobrou de de 2017 preenchendo vagas de quem não renovou com nomes melhores. Tentando ainda trazer de volta o Lima e o Leandro Carvalho. Até ai está certo. Você não acha? Mas não vai ficar somente nisso.

    Durante o estadual, Copa do Brasil e Copa do Nordeste o Chamusca vai testar o novo corpo minimamente reforçado e ver as falhas e as necessidades para serem sanadas com jogadores mais caros que virão durante o estadual ou talvez após o certame paulista.

    A série A está hiper inflacionada. Clubes do RJ como Botafogo e Flamengo estão com problemas para dispensar jogadores e irem em busca de nomes que agradem.

    O Fluminense está esperando vender um jogador para reforçar o plantel.

    O Ixport já está se livrando de todos os jogadores de auto salário que nitidamente não resolveram. Deixaram para decidir a sorte do time na última rodada assustando a torcida. Sorte que pegou os reservas do Corinthians.

    No Ixport quem não baixar o salário sai ou vai emprestado. Samuel Xavier foi emprestado ao Atlético Mineiro, Osvaldo dispensado, Ritheli emprestado dentre outras mudanças.

    O Sport e o Vitória escaparam na última rodada mas não se livraram de uma crise financeira e terão que repensar o seu elenco.

    Viram que elenco caro não garante nada a não ser crise financeira. Tai o Palmeiras com um elenco caríssimo e não conseguiu assustar o Corinthians.

    Ainda tem o fato de que nem todo bom jogador contratado vinga. E ainda tem as contusões.
    Quantos jogadores nossos se contundiram gravemente saindo da competição?

    Lembram do Biteco? Jogou puquissimas partidas e se machucou. Teve outro que entrou e se machucou com dois minutos.

    Vamos pensar em coisa boa.

  • Vitor Nobre disse:

    Nem parece que conquistamos o acesso,a passividade da diretoria,reflete a falta de euforia da torcida,programa de sócio-torcedor estagnado.eles não sabem aproveitar a onda e manter a motivação em alta,é característica desse grupo que dirige o Ceará,sabem gerir muito bem a parte administrativa e financeira,mas em matéria de marketing são completamente juvenis.

  • Torcedor alvinegro disse:

    Se o Magno tivesse feito uma grande série B e um grande time quisesse contratá-lo, ele daria um novo chute no Ceará, mas como não tem mercado nem para a série B, vem cobrar o que o Ceará não deve?

    Jogadores que jogaram suas vidas todas num único clube, como Messi, Marcos (goleiro), Rogério Ceni, estes são grandes ídolos. Mas até mesmo o Ceni foi mandado embora do SP por não dar retorno. Eles tinham que ficar com ele o resto da vida perdendo? Quanto mais jogadores que jogaram poucas temporadas como Mota, Iarley e Magno Alves?

    Concordo então com o Weiber sobre o tema em questão, assim como também estou preocupado com o time que o Ceará está formando, que não tem nível de série A, e hoje está pior do que o que terminou a série B, com as perdas de Lima e Romário e a chegada de jogadores mais fracos. A diretoria ainda trará mais 8 ou 10 jogadores. A esperança é que se mude o foco ou seremos fona da série A.

  • carlos disse:

    Estou passando para desejar a todos um feliz Natal e um ano novo de muita saúde e sucesso, isso é o que eu desejo ao Weiber Castro e a todos e ao Vozão

    Obrigado, meu querido. Boas festas para o amigo também.
    WC

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    Caro Weiber, bom dia!

    Vamos mudar de assunto!

    Saudações alvinegras!

  • Vitor Nobre disse:

    Pelo nível das contratações,tô começando a achar que subimos apesar da diretoria,é lógico que pra se ter um acesso,é preciso ter competência,só que essa veio a nós,aliada a muita sorte,acharam na hora certa o Lima,o Leandro Carvalho,apesar de não acha-lo essas coisas todas,mas foi importante,sem contar que o time deu uma encaixada na hora certa,repito não tiro os méritos da diretoria,mas digo que pelo nível das contratações e especulações até agora,parece que o time sobrou na série B,coisa que só os iludidos acreditam,não esqueçamos que levamos de 4 do boa esporte,que fomos derrotados aqui pelo fraco Santa Cruz, enfim que mantivéssemos a base,mas não praticamente manter o mesmo time,aliás nossa zaga vai ser peneira na Série A,falta cair a ficha de que a pancada é mais em baixo. Está feito o desabafo !

  • ..Alencar disse:

    Ansioso pelas contratações. Rsrsrsrs… Quem não tá?

  • Bosco disse:

    O Vitor Nobre que nunca gotou do Lima nem do Lenadro Carvalho fica agora falando tolices.

  • Torcedor alvinegro disse:

    Série B é mais pegada e força física do que a série A, que é mais técnica. Mas até o momento, parece que o Ceará não subiu.

  • Emanoel ribas disse:

    Sinceramente, pelas contratações do time de terceira divisão, estão sendo melhores do que as do Ceará. Estou meio receiosos

  • Vitor Nobre disse:

    Bosco,teus comentários são insignificantes,que só repercutem quando cita o nome de alguém do blog, já disse aqui que tenho certeza que a última vez que tu fostes para o estádio,a bola ainda era vermelha.

  • Bosco disse:

    Ceará está fazendo um time para lutar para não cair. Não se enganem. E mesmo assim não será facil. O Ixport e o Vitória com seus times milionários que o diga.

  • Diego Costa disse:

    Para mim o CSC está sendo coerente, o Magno Alves já era reserva, apesar de que é um jogador diferenciado, nos ajudou muito com o passar dos anos. É muito melhor promover o garoto Arthur até pra ter um retorno financeiro. Agora a diretoria vai ser cobrada por reforços de qualidade, já que o ídolo se foi. Decepcionante a contratação se acontecer do Reina, só se ele passou por uma transformação da água pro vinho, porque aqui eu só via ele ficar tocando bola de lado, sem objetividade nenhuma, enfim. Espero que boas novidades venham como o retorno do Lima e Leandro Carvalho e jogadores no nível da Série A já no começo do ano, do contrário vai ser um desespero a nossa participação na Série A.

  • Antonio disse:

    Bom fim de ano para todos. Que em 2018 esse Blog tenha mais pessoas Unidas em prol do Vozao. Abraços

  • carlos disse:

    Eu pensei que o Vítor Nobre ia falar que a bola era quadrada, pq já ia contestar, esse negócio de bola quadrada é mito.Nunca

  • carlos disse:

    Eu vou completar meu raciocínio o Vítor é polêmico más sempre com respeito e classe, sucesso prá você em 2018 em particular e a todos.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *